39.0481, -77.4728
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    -22.903730, -43.609380 Increva-se Saiba Mais
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    -21.110108, -44.173202 Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    -12.574687, -38.004731 Inscreva-se Saiba Mais
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    -23.112450, -47.216160 Inscreva-se Saiba Mais
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    -22.949793, -44.074256 Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    -23.112450, -47.216160 Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    -20.3948400, -43.5051700 Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    -12.574687, -38.004731 Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    A pedido de atletas, XTERRA Ilha Grande terá Trail Run 5K

    A edição mais recente lançada pela organização do XTERRA foi a inédita XTERRA Ilha Grande, que será realizada nos dias 5 e 6 de outubro, no Rio de Janeiro. A etapa foi bem aceita pelos fãs de esportes off-road, que em menos de 40 dias já conta com mais de 800 inscritos nas provas de triathlon, aquathlon, swim challenge 1,5K e 3K, Kids e trail run 10K e 21K. A ausência da distância mais curta de trail run (5K) foi sentida no cronograma do evento e bastante solicitada por atletas, que se manifestaram através de redes sociais e via telefone.

     

    Atendendo às solicitações de seu público, o XTERRA acaba de anunciar a criação de um percurso exclusivo de 5K. A prova terá largada e chegada na famosa Praia do Abraão, uma das mais visitadas da região de Costa Verde.

     

    “Mais uma vez os atletas falaram diretamente conosco e pediram a prova de 5K, então resolvemos atender. Realmente é uma prova popular e é perfeita para os corredores iniciantes, aqueles que ainda não conseguem correr grandes distãncias e queiram se aventurar, experimentar algo diferente na natureza”, explica Gabriela Corrêa, gerente do XTERRA no Brasil.

     

    As inscrições para a modalidade trail run 5K em Ilha Grande podem ser feitas em http://xterrabrasil.com.br/tour/xterra-ilha-grande-2019-trail-run-5k/.

    Aproveite as últimas horas do 3° lote de inscrições para o XTERRA Itaipava

    Com mais de 1.000 atletas já inscritos, o inédito XTERRA Itaipava tem tudo para repetir o sucesso de grandes etapas do circuito. A boa procura por vagas deve-se bastante à novidade no mundo do mountain bike, a modalidade MTB Cup X6, que também tem uma versão mais light, o MTB Cup X3, criada na última semana visando atender a todos os níveis de ciclistas pelo Brasil, mas as trail runs ainda são as mais requisitadas pelos participantes, que vão em busca das já famosas paisagens petropolitanas, além do clima gostoso da serra carioca e a sensação de tranquilidade como a que a foto ao lado nos passa.

     

    Os kits de todas as provas (duathlon, trail run [5K, 10k e 21K] e corrida kids) estão no 3° lote até às 23h59min59seg de amanhã, dia 8 de agosto. Após este horário, os valores entram no lote final, que é o mais caro. A não ser que as vagas acabem antes da virada. É sua última chance de curtir uma experiência incrível na Região Serrana do Rio de Janeiro e ainda pagar mais barato por isso. Se a grana estiver curta para a hospedagem,  a agência Pugliese Turismo, através  de seu site oficial (www.puglieseturismo.com.br), oferece pacotes especiais para atletas e acompanhantes interessados no evento.

     

    O MTB Cup X6 e X3 consistem em uma aventura de seis e três horas pedalando, respectivamente, em um circuito de XCO nos padrões mundiais, podendo ser realizado individualmente, em duplas ou em quartetos (no caso do X6). Inscreva-se em http://xterrabrasil.com.br/tour/home-etapa-xterra-itaipava-2019/.

    XTERRA Agulhas Negras teve retornos vitoriosos de Isabella Ribeiro e Antônio Gonçalves

    Ex-embaixadora do triathlon, Bella voltou a competir no XTERRA após mais de um ano e meio; atual bicampeão nacional na trail run 21K, Antônio venceu a 1° em 2019

     

    Mais de 1.500 atletas marcaram presença na 5° etapa do circuito XTERRA Brazil Tour 2019. Chamada de XTERRA Agulhas Negras devido ao famoso Pico das Agulhas Negras, em Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro, o evento aconteceu pela primeira vez na aconchegante Serra da Mantiqueira, entre os dias 13 e 14 de julho. Os principais destaques foram a triatleta Isabella Ribeiro e o corredor Antônio Gonçalves, que retornaram à competição após um tempo afastados e brilharam com vitórias incontestáveis em suas modalidades.

     

    Duathlon

    Em Visconde de Mauá não tem mar, sendo assim, a principal prova foi a de duathlon. Na categoria masculina Felipe Moletta confirmou o favoritismo, chegando à frente de Marcello Sebastião por pouco mais de dois minutos e meio. Foi a terceira vitória seguida de Moletta no campeonato, que está cada vez mais próximo de confirmar mais um título de ranking anual, que seria seu nono. Frederico Zacharias, Diogo Malagon e Hugo Amaral completaram o pódio profissional do duathlon.

     

    Moletta voou baixo no trecho de bike do duathlon. Foto: César Delong

     

    “Lugar sensacional! Prova no formato de duathlon com um percurso bacana, que apesar de não ser muito técnico, foi duro. Próxima parada agora é no XTERRA Itaipava”, exclamou o motivado Moletta, que aproveitou para já garantir presença na etapa de número 6 do ano.

     

    Entre as mulheres, a mineira Isabella Ribeiro, vice-campeã do ranking em 2016 e 2017, voltou a competir no XTERRA após um ano e sete meses e conquistou o primeiro lugar que tanto se acostumou em temporadas passadas.

    Bella Ribeiro voltou com força total. Foto: César Delong

    “De volta às competições com um 1°lugar. Obrigada à Specialized por estar sempre ao meu lado”, disse a sorridente Bella, como é conhecida.

     

    Trail Run 21K

    Na corrida longa o atual bicampeão nacional, Antônio Gonçalves, voltou após três edições ausente. Na edição de abertura de 2019, o mineiro ficou com a segunda colocação geral, em Mangaratiba. Faltava, portanto, o primeiro triunfo da temporada. Triunfo este que veio após uma dura batalha com o macaense Joseilton Santos, que chegou 50 segundos depois. Com a consagração, Antônio voltou a somar pontos importantes na disputa do ranking e passa a ser um forte candidato ao tricampeonato. Completaram o pódio geral masculino da trail run 21K: André Luiz Mapa, Cristiano Andrade e Cássio Garcia.

     

    Já na categoria feminina, uma vencedora inédita: Ízis Machado, corredora da equipe carioca Chivunk, que costuma levar dezenas de atletas às etapas do XTERRA e sempre é bem representada. Ízis impôs um ritmo forte desde o início da prova e soube curtir cada momento único do percurso, sempre pousando para fotos com muita energia e felicidade. Ana Paula de Oliveira, Maria José da Silva, Isabela Marchiori e Carla Bissotto foram as atletas que também subiram ao pódio e ganharam seus troféus.

     

    Ízis curtiu todo o percurso de 21K e posou para todas as fotos com muita felicidade. Foto: Foco Radical

     

    MTB Cup Pro

    A etapa Agulhas Negras teve um diferencial na competição de mountain bike. Foi o maior percurso da história do evento, com 77km para os profissionais e 43,5km na versão reduzida, para atletas amadores. Bella Ribeiro, que já havia vencido o duathlon, também participou do MTB Cup Pro e ficou com a vice colocação, atrás somente de Sofia Subtil, atual bicampeã nacional da modalidade. Foi a segunda vitória de Sofia em três edições com a modalidade até o momento. Roberta Stopa ficou em terceiro e segue na luta pelo título. Márcia Helena Matos, que também havia participado e ficado em segundo no duathlon no dia anterior (13), ficou em 4° na bike. A paulista Suelen Couto fechou o pódio feminino.

     

    Glauber Cunha foi o mais rápido entre os homens, com um tempo muito bom de 03:11:13. Na sequência chegaram Rafael Juriti, que é triatleta, mas não pôde competir no duathlon devido a uma lesão e o veterano Edivando de Souza, embaixador XTERRA de mountain bike.

     

    O pódio feminino do MTB Cup Pro teve Sofia Subtil no topo

     

    O XTERRA Agulhas Negras foi apresentado pelo Sesi e contou com o apoio da Prefeitura de Resende, além da produção local da Maiss Entretenimento. Os três primeiros colocados (masculino e feminino) no duathlon e no MTB Cup Pro receberam também uma premiação em dinheiro (R$ 1.400,00, R$ 900,00 e R$ 500,00 respectivamente). Veja os resultados completos em http://xterrabrasil.com.br/tour/resultados-xterra-agulhas-negras-2019-trail-run/#.

    Isabella Ribeiro e Rodrigo Altafini estão de volta ao XTERRA

    A mineira Isabella Ribeiro, ex-embaixadora do triathlon XTERRA e vice-campeã em 2016 e 2017, está de volta! Dona de performances incríveis, como na vitória no XTERRA Rota Imperial, no Espírito Santo, em 2017, a atleta aproveitou para se inscrever logo em duas modalidades (duathlon e MTB Cup Pro) do XTERRA Agulhas Negras, que acontece no próximo fim de semana, em Visconde de Mauá, Rio de Janeiro.

     

    Após um ano e meio distante do maior evento de esportes off-road do mundo, Bella, como é conhecida, descreveu o momento: “Estou muito feliz e animada por poder voltar a participar do XTERRA. Espero que consiga ir em outras edições”, disse.

     

    Outra presença ilustre em Agulhas Negras também estará presente na prova de duathlon. O paulista Rodrigo Altafini, membro vitalício do Hall da Fama XTERRA, retorna após ter participado do XTERRA Paraty 2018, pela útlima vez. Altafini também já confirmou presença em outra fase: “Vou para Agulhas Negras e Indaiatuba com certeza em novembro. É perto de casa, não posso faltar”, afirmou o triatleta de 44 anos.

     

    O XTERRA Brazil deseja um bom retorno à dupla! ; )

    Beba seus vegetais (smoothies)

    Todos sabemos como é importante reabastecer depois de um treino intenso, mas, por vezes, depois de uma corrida longa e quente, a última coisa que queremos é algo nos nossos estômagos. Infelizmente, se não tivermos a nutrição adequada depois de uma corrida, poderemos ter a recuperação afetada.

     

    “Assim que você puder, depois da corrida, comece a substituir suas reservas de glicogênio muscular”, disse Mimi Stockton, coach de trail run nos Estados Unidos. “Você faz isso comendo – ou bebendo – muitos carboidratos. Idealmente,  alimente-se com 1,2 gramas de carboidratos por quilo de peso corporal. Alimentos de alto índice glicêmico são os melhores”, completou.

     

    Reidratar-se, especialmente se você suar muito, também é importante demais! Principalmente no verão. É por isso que os smoothies (bebida espessa e cremosa feita de purê de frutas cruas, vegetais e às vezes produtos lácteos, normalmente usando um liquidificador) são um dos melhores alimentos do verão. Eles são mais fáceis de digerir graças ao liquidificador e você pode deixá-los cheios de vitaminas, minerais e proteínas. Abaixo estão dois dos nossos favoritos tipos de smoothies.  

     

    Green Smoothie 

    Em homenagem aos nossos corredores de trilha, criamos um smoothie verde que fará você se sentir – e parecer – como uma estrela de cinema. A nutricionista do XTERRA Planet (norte-americano), Alexandra Borrelly, recomenda que suas refeições sigam a proporção de três frutas e / ou legumes para cada porção de proteína. Adicione um carboidrato saudável e você terá um lanche equilibrado antes ou depois do treino. Ela também acrescenta gengibre para ajudar na digestão e porque tem um ótimo sabor.

     

    1 ½ xícara de água purificada;

    3 xícaras de folhas de espinafre;

    Fatia de gengibre – para saborear;

    1/4 xícara de amêndoas, embebida em água durante a noite;

    1 xícara de bagas da temporada (amoras, morangos, cerejas, etc);

    1 banana;

     

    Adicione a água, o espinafre, o gengibre e as amêndoas ao liquidificador e bata até as folhas de espinafre serem misturadas. Em seguida, adicione as bagas e a banana.   

     

    Beet Smoothie

    Enquanto beterraba pode ser a última coisa que você pensa em beber, estudos mostraram que o suco de beterraba é cheio de nitratos. O corpo converte nitratos em óxido nítrico, o que pode aumentar a dilatação dos vasos sanguíneos e aumentar a capacidade de fluxo sanguíneo, levando a uma melhor resistência nas trilhas. E uma colher de óleo de coco fornece a gordura para mantê-lo satisfeito.

     

     

    1 ½ xícara de água purificada ou suco de laranja fresco;

    2 laranjas descascadas;

    1 xícara de bagas da temporada (amoras, cerejas, morangos, etc);

    ½ limão espremido;

    Gelo, se desejado;

    1 colher de sopa de óleo de coco;

     

    Misture tudo até ficar homogêneo e aproveite!

    XTERRA anuncia mais uma etapa inédita e fecha calendário 2019

    XTERRA Ilha Grande será realizado entre os dias 5 e 6 de outubro na Praia do Abraão, no Rio de Janeiro

     

    Faltava uma etapa a ser anunciada pela organização do XTERRA Brazil Tour 2019. Agora não falta mais! A região escolhida foi no litoral carioca novamente, Angra dos Reis, no maior arquipélago do estado, Ilha Grande.  Chamada de XTERRA Ilha Grande, a edição vai acontecer nos próximos dias 5 e 6 de outubro, com arena montada na Praia do Abraão e as modalidades de triathlon, aquathlon, trail run 10K, trail run 21K, natação em alto mar (1,5km ou 3km) e a já tradicional corrida kids.

     

    No último dia 5 de julho, as cidades de Ilha Grande e Paraty foram eleitas patrimônios culturais da Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura). A premiação foi uma conquista inédita na América Latina, porque reconhece tanto a cultura como a riqueza biológica da região.

     

    O XTERRA é o maior festival de esportes off-road do mundo, presente em 42 países e com dez etapas anuais no Brasil. Apesar de ser definida por último, Ilha Grande não será a etapa final do ano. Esta será o XTERRA Búzios em 30 de novembro e 1° dezembro. O XTERRA Ilha Grande é uma etapa bônus e, por isso, não vai valer pontos para os rankings das modalidades esportivas, o que significa que será um evento 100% voltado para a diversão e o turismo em família.

     

    “A escolha pela Ilha foi pelo DNA do local, que é a cara do XTERRA: um destino paradisíaco, amplo turismo e trilhas exuberantes, além do ineditismo. O título pela Unesco também pesou, com certeza, pois é ótimo podermos oferecer uma experiência esportiva inesquecível neste patrimônio tão rico em cultura”, explica Gabriela Corrêa, gerente do XTERRA no Brasil.

     

    As inscrições para o evento, que tem apresentação do SESI e apoio da Prefeitura de Angra e da TurisAngra (Fundação de turismo de Angra dos Reis), já estão disponíveis através do link http://twixar.me/xY11. Cerca de 1.500 participantes são esperados.

     

    XTERRA Ilha Grande (2019)

    Local: Praia do Abraão – Ilha Grande / Angra dos Reis – Rio de Janeiro

    Data: 05 e 06 de outubro

    Realização: X3M Sports Business

    Produção: Maiss Entretenimento

    Mais informações e inscrições: http://twixar.me/xY11

    XTERRA realiza etapa inédita em Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro

    Chamada de XTERRA Agulhas Negras, edição oferece maior percurso de mountain bike da história da marca e trail run noturna

     

    Chegando à metade do circuito 2019, o inédito XTERRA Agulhas Negras será realizado entre os dias 13 e 14 de julho, na montanhosa região de Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro. Com provas de duathlon (3,4km corrida + 26km bike + 6,3km corrida), trail run (5K, 10K noturna e 21K), mountain bike e a clássica corrida kids para crianças de 1 a 14 anos de idade, o evento deve atrair cerca de 1.500 participantes. As inscrições podem ser feitas através do link http://twixar.me/1Kqn e há descontos especiais para quem se inscrever em grupo.

     

    A edição de Agulhas Negras traz uma novidade na prova de mountain bike. O percurso de 77km da modalidade MTB Cup Pro é o maior na história da marca. Além disso, os atletas inscritos na versão reduzida (MTB Cup Sport) irão pedalar por 43,5km, que também já é a maior quilometragem da modalidade. Tal mudança foi feita visando aumentar o tempo de competição sobre a bike, além, é claro, do terreno da região, que permite um amplo circuito, tanto em estradões, quanto em terra batida e é propício à prática do esporte de alta velocidade.

     

    A prova de mountain bike em Visconde de Mauá promete. Foto: Thiago Lemos

    “Eu vou com meu pai e minha namorada. Com ele vou para curtir a competição do nosso esporte preferido, pois ele já pedala há mais de 25 anos e eu há mais de 11. Vamos fazer os 43,5km e espero que continue tendo provas longas assim, pois pretendo estar preparado para fazer mais de 70km a partir de outubro. As provas do XTERRA costumam ser mais tranquilas devido ao nível de amizade entre os envolvidos, então acho até que vai dar para acompanhar o ‘coroa’ na maior parte do tempo. Minha namorada não vai participar como atleta, mas é uma oportunidade única de levá-la para uma cidade romântica como Mauá e aflorar ainda mais nossos sentimentos”, relata o ciclista amador Pedro Brandão.

     

    Outro atrativo da etapa é a prova noturna de trail run, que tem 10 km de distância e a segunda maior procura até o momento. “Correr em trilha é sempre um programa descontraído e que gera muitos bons momentos aos envolvidos. As pessoas caminham juntas, esquecem o tempo, quebram seus recordes, praticam um exercício físico simples em um cenário diferenciado e muito bonito. À noite isso se torna ainda mais incrível”, explica Gabriela Corrêa, gerente do XTERRA no Brasil.

     

    O XTERRA Agulhas Negras é apresentado pelo Sesi, tem apoio da Prefeitura de Resende e produção local da Maiss Entretenimento. Visconde de Mauá é um dos dez principais destinos turísticos em 2019, segundo pesquisa divulgada no último mês de janeiro pela agência de viagens Expedia. A Serra da Mantiqueira tem belezas naturais em qualquer época do ano, porém durante o mês de julho ocorre o tradicional festival de inverno na região, o que torna a localidade um destino romântico e agradável, com um clima frio, visual montanhoso, perfeito para passar férias em família ou em casal.

     

    A agência Travel Run, através de seu site (www.travelrun.com.br), oferece pacotes especiais de hospedagem para atletas e acompanhantes interessados em qualquer edição do XTERRA.

     

    XTERRA Agulhas Negras 2019

    Local: Rua Presidente Wenceslau Braz (em frente ao Colégio Estadual Antônio Quirino) – Visconde de Mauá – Rio de Janeiro

    Data: 13 e 14 de julho

    Realização: X3M Sports Business

    Produção: Maiss Entretenimento

    Mais informações e inscrições: http://twixar.me/1Kqn

    Ranking de assessorias esportivas: diferença entre 1° e 2° colocadas cai para 7 pontos e nova integrante chega ao top 3

    Sidney Pereira Team encosta ainda mais na líder Chivunk e BH Trail Run demonstra força intensa em Minas Gerais

     

    Com mais duas etapas do XTERRA Brazil Tour 2019 finalizadas, o ranking de assessorias esportivas já demonstra uma briga duríssima pelo título da temporada, com as cariocas Chivunk e Sidney Pereira Team (SPT) disputando de igual para igual pelo topo. Chivunk, atual campeã da competição, segue com 359 pontos. A liderança segue intacta, porém a proximidade da segunda colocada nunca foi tão curta, apenas sete pontos.

     

    A etapa em Ouro Preto foi dominada pela nova integrante no top 3, BH Trail Run, que somou 225 pontos levando mais de 50 atletas.

     

    Confira abaixo o Top 10 atualizado e a classificação completa em http://xterrabrasil.com.br/tour/rankings-2019/#1542914649184-27dc8ac9-81a8.


    1° – Chivunk – 359 pontos;

    2° – Sidney Pereira Team – 352 pontos;
    3° – BH Trail Run – 225 pontos;

    4° – Resende Águas Abertas – 185 pontos;

    5° – Bita Esportes – 179 pontos;

    6° – Angra Runners – 166 pontos;

    7° – Rocksport – 162 pontos;

    8° – TEO Esportes – 151 pontos;

    9° – OCR & Trail Viçosa – 130 pontos;

    10° – Big Field Run RJ – 120 pontos;

    Felipe Moletta e Laura Mira abrem vantagem na pontuação do ranking de triathlon 2019

    Com um heptacampeonato de triathlon na bagagem, Felipe Moletta é o maior campeão da história do XTERRA Brazil. Apesar de tantas conquistas e tamanho status, o paranaense de 33 anos parece ter começado 2019 ainda mais motivado, marcando presença em todas as etapas até o momento e já somando duas vitórias consecutivas, no XTERRA Ouro Preto e no XTERRA Praia do Forte. O campeão já tem 395 pontos somados, enquanto o segundo colocado, Rafael Juriti, possui 252.

     

    Na 3° colocação geral encontra-se o santista Marcus Fernandes, o Markinhos, que abriu a temporada com um triunfo importante no XTERRA Costa Verde, mas depois não conseguiu repetir a boa performance em Ilhabela e ficou para trás temporariamente nesta briga pelo título nacional, com 184 pontos. Na quarta e na quinta colocações aparecem Diogo Malagon, campeão em 2015, e Hugo Amaral, com 180 e 176 pontos respectivamente.

     

    Mesmo com a diferença grande na pontuação momentânea, é totalmente possível que tenhamos um campeão inédito, já que o regulamento soma apenas as seis maiores pontuações da temporada, descartando as outras quatro. “Com certeza vou participar do circuito e irei no máximo possível de etapas que der. Vou em busca do título do ranking desta vez”, garantiu Markinhos no último mês de fevereiro, quando acabara de cruzar a linha de chegada em Mangaratiba. Parece que o maior problema para Markinhos nem será a quantidade de edições em que participará e sim a obsessão de Moletta por troféus, que parece só aumentar com o passar dos anos.

     

    Entre as mulheres, Laura Mira, aos 34 anos de idade, espera conseguir seu primeiro título na história do evento. A paulista já “bateu na trave” algumas vezes, mas 2019 parece ser o seu momento. Com 372 pontos, a embaixadora do triathlon XTERRA já possui uma confortável vantagem para a segunda mais bem ranqueada, Luiza Zanini, que tem 168. A atual pentacampeã nacional Sabrina Gobbo já havia anunciado que não competiria com o mesmo ímpeto dos últimos anos e, com isso, a loira não figura nem entre as cinco primeiras no ranking mais recente. Sabrina participou apenas do XTERRA Brazil, em Ilhabela, quando chegou em terceiro lugar, atrás da neozelandesa Samantha Kingsford e da chilena Valentina Carvallo.

     

    Mirian Damásio, estreante na elite do triathlon, surge na posição 3 com 166 pontos, seguida por Samantha Kingsford, com 115 e Valentina Carvallo, com 105.

     

    As pontuações de todas as modalidades e categorias do ranking 2019 você pode acompanhar clicando em http://xterrabrasil.com.br/tour/rankings-2019/#1493411913356-8548db37-76af6ecb-a1c5.

    O que comer e beber durante uma prova do XTERRA?

    Uma boa nutrição ajudará a evitar problemas digestivos enquanto fornece ao corpo toda a energia necessária para completar a corrida

     

    Uma das perguntas mais recorrentes que recebemos dos atletas é “O que devo comer e beber durante um XTERRA?”

     

    É uma ótima pergunta porque não importa o quanto você possa treinar. Fixar um número e competir é um estresse totalmente diferente do corpo humano comparado com a mais difícil sessão de treinamento. Portanto, os atletas precisam considerar as diferenças na ingestão de nutrientes antes de competir, já que uma boa nutrição ajudará você a evitar problemas digestivos enquanto fornece ao corpo toda a energia necessária para completar a corrida. Vamos considerar esses dois pontos individualmente:

     

    Sistema digestivo

    Durante o exercício, o suprimento de sangue para o intestino é reduzido entre 45% e 80% do seu estado normal. Esse redirecionamento do sangue para os músculos em funcionamento explica por que tantos atletas sofrem de dores estomacais e cãibras em uma corrida. Durante um XTERRA, os atletas competirão em intensidades moderadamente altas, atingindo e superando regularmente os esforços de limiar. Logo a melhor forma de se nutrir é com água, açúcares simples e minerais.

     

    Duração do evento

    A singularidade de cada prova XTERRA é o que a torna tão especial, normalmente os atletas mais rápidos completam um triathlon em 2 horas e 30 minutos. Dependendo do terreno e do clima, esse tempo pode variar consideravelmente, ainda mais para o competidor amador. Além disso, as competições começam com um mergulho que pode usar muita energia sem qualquer oportunidade de reabastecimento, por isso, mesmo se você começar com as reservas de glicogênio completas, você precisará de um pouco de nutrição durante a corrida. Para o esforço de alta intensidade exigido das corridas XTERRA, você estará usando uma proporção maior de açúcar do que de lipídios / gordura.

     

    O que levar em uma prova de triathlon?

    O combustível mais importante para levar consigo é uma bebida energética. Idealmente uma bebida isotônica, o que significa que deve ter a concentração perfeita de açúcares e eletrólitos para não irritar o sistema digestivo. Se estiver muito concentrado, seu corpo extrairá água de suas células para ajudar a diluir sua bebida no intestino, o que pode levar à desidratação. Se o seu sistema digestivo é muito sensível, você pode usar uma bebida energética hipotônica, mas a melhor opção é testar sua bebida durante o treinamento antes de usá-la em uma corrida.

     

    Se você quiser tomar um gel, é melhor não tomar um inteiro por vez. Ao invés disso, tome uma pequena quantidade em intervalos regulares. Tente também tomar um pouco de água ao mesmo tempo para diluir o gel. Muitas vezes a energia que você sente de um gel é da cafeína e não do açúcar. Outra opção é pegar uma pequena barra de frutas secas. Certifique-se de que é fácil de mastigar e apenas pegue pequenos pedaços de cada vez junto com um pouco de água. Sua nutrição de corrida é tão importante quanto qualquer outro equipamento que você precisa para se preparar antes das corridas. Para ajudá-los, aqui está um exemplo de como eu programo minha nutrição no dia da corrida:

     

    ·         Faço a última refeição pelo menos 3 horas antes da corrida;

    ·         Bebo uma mistura de água e energético 30 minutos antes do aquecimento da parte aquática;

    ·         Não bebo água na largada da prova. Jamais!;

    ·         Consumo 500ml de bebida energética por hora no trecho da bike (lembre-se de beber em trechos seguros);

    ·         Bebo a última dose da garrafinha antes do T2;

    ·         Durante a corrida, como um pequeno pedaço da barrinha de energia.

     

    Por Alexandra Borrelly Lebrun, do blog fitness francês Organicoach.

    MENU