39.0481, -77.4728
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    Resultados Increva-se Saiba Mais
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    Resende Águas Abertas chega à 3° colocação do ranking de assessorias

    Equipe de natação liderada por Artur Pedroza aproveitou etapa em casa para somar mais de 60 pontos, mesmo sem provas aquáticas

     

    O XTERRA Agulhas Negras foi realizado nos últimos duas 13 e 14 de julho, em Visconde de Mauá, cidade colada ao município de Resende, terra do nadador Artur Pedroza, líder da assessoria Resende Águas Abertas. Aproveitando-se da proximidade, a equipe fez bonito e somou exatos 64 pontos no ranking de assessorias esportivas 2019.

     

    Apesar de ser um grupo especializado em natação em mar aberto, os cariocas provaram que também são amantes de outras modalidades. Como não houve prova aquática em Mauá, todos os atletas da Resende Águas Abertas participaram de provas de trail run e duathlon, que é a prova que mais rende pontos ao ranking grupal.

     

    Ao todo, 308 grupos ou assessorias já participaram do XTERRA Brazil Tour 2019, marcando presença em pelo menos uma, das cinco etapas já disputadas. A próxima parada será nos dias 24 e 25 de agosto, em Itaipava, no Rio de Janeiro.

     

    Confira abaixo o Top 10 atualizado e a classificação completa em http://xterrabrasil.com.br/tour/rankings-2019/#1542914649184-27dc8ac9-81a8.


    1° – Chivunk – 393 pontos;

    2° – Sidney Pereira Team – 359 pontos;
    3° – Resende Águas Abertas – 249 pontos;

    4° – BH Trail Run – 229 pontos;

    5° – Rocksport – 198 pontos;

    6° – Bita Esportes – 189 pontos;

    7° – Angra Runners – 168 pontos;

    8° – TEO Esportes – 156 pontos;

    9° – Big Field Run RJ – 145 pontos;

    10° – OCR & Trail Viçosa – 130 pontos;

    Felipe Moletta e Laura Mira abrem vantagem na pontuação do ranking de triathlon 2019

    Com um heptacampeonato de triathlon na bagagem, Felipe Moletta é o maior campeão da história do XTERRA Brazil. Apesar de tantas conquistas e tamanho status, o paranaense de 33 anos parece ter começado 2019 ainda mais motivado, marcando presença em todas as etapas até o momento e já somando duas vitórias consecutivas, no XTERRA Ouro Preto e no XTERRA Praia do Forte. O campeão já tem 395 pontos somados, enquanto o segundo colocado, Rafael Juriti, possui 252.

     

    Na 3° colocação geral encontra-se o santista Marcus Fernandes, o Markinhos, que abriu a temporada com um triunfo importante no XTERRA Costa Verde, mas depois não conseguiu repetir a boa performance em Ilhabela e ficou para trás temporariamente nesta briga pelo título nacional, com 184 pontos. Na quarta e na quinta colocações aparecem Diogo Malagon, campeão em 2015, e Hugo Amaral, com 180 e 176 pontos respectivamente.

     

    Mesmo com a diferença grande na pontuação momentânea, é totalmente possível que tenhamos um campeão inédito, já que o regulamento soma apenas as seis maiores pontuações da temporada, descartando as outras quatro. “Com certeza vou participar do circuito e irei no máximo possível de etapas que der. Vou em busca do título do ranking desta vez”, garantiu Markinhos no último mês de fevereiro, quando acabara de cruzar a linha de chegada em Mangaratiba. Parece que o maior problema para Markinhos nem será a quantidade de edições em que participará e sim a obsessão de Moletta por troféus, que parece só aumentar com o passar dos anos.

     

    Entre as mulheres, Laura Mira, aos 34 anos de idade, espera conseguir seu primeiro título na história do evento. A paulista já “bateu na trave” algumas vezes, mas 2019 parece ser o seu momento. Com 372 pontos, a embaixadora do triathlon XTERRA já possui uma confortável vantagem para a segunda mais bem ranqueada, Luiza Zanini, que tem 168. A atual pentacampeã nacional Sabrina Gobbo já havia anunciado que não competiria com o mesmo ímpeto dos últimos anos e, com isso, a loira não figura nem entre as cinco primeiras no ranking mais recente. Sabrina participou apenas do XTERRA Brazil, em Ilhabela, quando chegou em terceiro lugar, atrás da neozelandesa Samantha Kingsford e da chilena Valentina Carvallo.

     

    Mirian Damásio, estreante na elite do triathlon, surge na posição 3 com 166 pontos, seguida por Samantha Kingsford, com 115 e Valentina Carvallo, com 105.

     

    As pontuações de todas as modalidades e categorias do ranking 2019 você pode acompanhar clicando em http://xterrabrasil.com.br/tour/rankings-2019/#1493411913356-8548db37-76af6ecb-a1c5.

    MENU