39.0481, -77.4728
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    Resultados Increva-se Saiba Mais
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    XTERRA Itaipava terá prova de seis horas de MTB em pista criada por Henrique Avancini

    Percurso sofreu alterações para atender especificidades de uma competição longa; Evento acontece nos próximos dias 24 e 25 de agosto

     

    O XTERRA Brazil Tour realiza sua sexta edição na temporada 2019 em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Nos próximos dias 24 e 25 de agosto, o inédito XTERRA Itaipava promete receber cerca de 2.000 atletas inscritos nas modalidades de duathlon (3,2km corrida + 20km bike + 6km corrida), trail run em três distâncias (5K, 10K e 21K), a corrida Kids para crianças de até 14 anos e a exclusiva e inovadora prova de mountain bike em formato de seis horas, a chamada MTB Cup X6, que terá sua versão mais light, de apenas três horas de duração, para atender ciclistas que ainda não se sentem preparados para um desafio completo. As inscrições estão disponíveis através do link http://twixar.me/Qr6n.

     

    O X6 acontecerá somente na etapa de Itaipava e consiste em uma experiência de seis horas pedalando em um percurso de XCO nos padrões mundiais, podendo ser realizado individualmente, em duplas ou em quartetos. A prova acontecerá na pista criada pelo campeão mundial de mountain bike Henrique Avancini, no Sítio São José, no Vale do Cuiabá. Devido às especificidades de uma competição tão longa, o trajeto precisou sofrer algumas alterações, tornando-o assim mais propício para atletas amadores que buscam a diversão e muito tempo sobre a bike. Apesar do nível diminuído, ciclistas profissionais já estão garantidos e ansiosos pela disputa que acontecerá no domingo, 25 de agosto.

     

    O experiente Edivando de Souza gostou da criação da modalidade MTB Cup X6. Foto: Pedro Brandão

     

    “É um formato de competição que vem crescendo bastante pela integração que ela traz entre os competidores. Alguns atletas optam por correr solo e aí o desafio é muito maior, a preparação para esta prova solo é muito intensa. Em dupla ou quarteto gera mais diversão e expectativa entre os atletas. Um ciclista sai e os outros ficam ali torcendo, comentando, esperando o amigo chegar, enfim, será uma prova muito legal e vai beneficiar o público também, que poderá assistir o tempo todo por ser um circuito de XCO. Espero que o MTB Cup X6 fique de vez”, torce Edivando de Souza, embaixador XTERRA de MTB e campeão na temporada de 2015.

     

    Com a novidade da prova de MTB, é natural que haja um grande interesse de mountain bikers pelo Brasil, porém as competições de trail run e duathlon também vão oferecer momentos marcantes pelos cenários incríveis de Itaipava. As montanhas, o frio aconchegante das colinas, as regiões vivas em cor verde e os estradões de terra são algumas das vantagens que os inscritos terão. São três distâncias de trail run visando atender todos os tipos de corredores, desde o amador que prefere caminhar em família e amigos (5K), passando pelo atleta de nível médio que já almeja ir além (10K), até o nível profissional ou bem treinado, que consegue concluir uma meia maratona (21K) sem dificuldades.

     

    O XTERRA Itaipava é apresentado pelo SESI. As agências Travel Run e Pugliese Turismo, através de seus sites (www.travelrun.com.br e www.puglieseturismo.com.br), oferecem pacotes especiais de hospedagem para atletas e acompanhantes interessados em qualquer edição do XTERRA.

    XTERRA realiza etapa inédita em Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro

    Chamada de XTERRA Agulhas Negras, edição oferece maior percurso de mountain bike da história da marca e trail run noturna

     

    Chegando à metade do circuito 2019, o inédito XTERRA Agulhas Negras será realizado entre os dias 13 e 14 de julho, na montanhosa região de Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro. Com provas de duathlon (3,4km corrida + 26km bike + 6,3km corrida), trail run (5K, 10K noturna e 21K), mountain bike e a clássica corrida kids para crianças de 1 a 14 anos de idade, o evento deve atrair cerca de 1.500 participantes. As inscrições podem ser feitas através do link http://twixar.me/1Kqn e há descontos especiais para quem se inscrever em grupo.

     

    A edição de Agulhas Negras traz uma novidade na prova de mountain bike. O percurso de 77km da modalidade MTB Cup Pro é o maior na história da marca. Além disso, os atletas inscritos na versão reduzida (MTB Cup Sport) irão pedalar por 43,5km, que também já é a maior quilometragem da modalidade. Tal mudança foi feita visando aumentar o tempo de competição sobre a bike, além, é claro, do terreno da região, que permite um amplo circuito, tanto em estradões, quanto em terra batida e é propício à prática do esporte de alta velocidade.

     

    A prova de mountain bike em Visconde de Mauá promete. Foto: Thiago Lemos

    “Eu vou com meu pai e minha namorada. Com ele vou para curtir a competição do nosso esporte preferido, pois ele já pedala há mais de 25 anos e eu há mais de 11. Vamos fazer os 43,5km e espero que continue tendo provas longas assim, pois pretendo estar preparado para fazer mais de 70km a partir de outubro. As provas do XTERRA costumam ser mais tranquilas devido ao nível de amizade entre os envolvidos, então acho até que vai dar para acompanhar o ‘coroa’ na maior parte do tempo. Minha namorada não vai participar como atleta, mas é uma oportunidade única de levá-la para uma cidade romântica como Mauá e aflorar ainda mais nossos sentimentos”, relata o ciclista amador Pedro Brandão.

     

    Outro atrativo da etapa é a prova noturna de trail run, que tem 10 km de distância e a segunda maior procura até o momento. “Correr em trilha é sempre um programa descontraído e que gera muitos bons momentos aos envolvidos. As pessoas caminham juntas, esquecem o tempo, quebram seus recordes, praticam um exercício físico simples em um cenário diferenciado e muito bonito. À noite isso se torna ainda mais incrível”, explica Gabriela Corrêa, gerente do XTERRA no Brasil.

     

    O XTERRA Agulhas Negras é apresentado pelo Sesi, tem apoio da Prefeitura de Resende e produção local da Maiss Entretenimento. Visconde de Mauá é um dos dez principais destinos turísticos em 2019, segundo pesquisa divulgada no último mês de janeiro pela agência de viagens Expedia. A Serra da Mantiqueira tem belezas naturais em qualquer época do ano, porém durante o mês de julho ocorre o tradicional festival de inverno na região, o que torna a localidade um destino romântico e agradável, com um clima frio, visual montanhoso, perfeito para passar férias em família ou em casal.

     

    A agência Travel Run, através de seu site (www.travelrun.com.br), oferece pacotes especiais de hospedagem para atletas e acompanhantes interessados em qualquer edição do XTERRA.

     

    XTERRA Agulhas Negras 2019

    Local: Rua Presidente Wenceslau Braz (em frente ao Colégio Estadual Antônio Quirino) – Visconde de Mauá – Rio de Janeiro

    Data: 13 e 14 de julho

    Realização: X3M Sports Business

    Produção: Maiss Entretenimento

    Mais informações e inscrições: http://twixar.me/1Kqn

    Henrique Avancini prestigia clínica de MTB organizada pelo XTERRA e pela OCE em Itaipava

     

     

    Principal ícone do ciclismo brasileiro, o carioca campeão mundial Henrique Avancini, de 30 anos, marcou presença na clínica de MTB organizada pelo XTERRA e pela assessoria de ciclismo OCE (Overthetop Consultoria Esportiva), de Hugo Prado Neto, um dos maiores coachs de treinamento por potência do Brasil.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Avancini aproveitou para convocar os amantes do esporte e elogiou o formato da prova. Veja o vídeo:

     

    A clínica está sendo realizada nos dias 19, 20 e 21 de abril, no Vale do Cuiabá, em Petrópolis, mesmo local da inédita prova MTB Cup X6, que estará presente no cronograma do XTERRA Itaipava, a ser realizado em 24 e 25 de agosto, na região serrana do Rio de Janeiro, e tem o objetivo de preparar ciclistas amadores para a competição e ensinar segredos do verdadeiro mountain bike. Com treino técnico na pista de XCO, na pista de Pump Track, dois pedais com diferentes tipos de terreno e as palestras de coachs, o encontro já recebeu cerca de 30 mountain bikers em seu primeiro dia. A expectativa é que 50 atletas estejam presentes no sábado (20).

     

    O MTB Cup X6 será disputado em 24 de agosto, com largada às 8h. O desafio consiste em uma experiência de seis horas pedalando em um circuito de XCO nos padrões mundiais, podendo ser realizado individualmente, em duplas ou em quartetos. Convoque os amigos e inscreva-se para a prova com seu grupo clicando em http://xterrabrasil.com.br/tour/xterra-itaipava-2019-mtb-cup-x6/.

    Preparando-se para as corridas do início da temporada – por Josiah Middaugh

    Algumas dicas para ajudar a garantir que você esteja pronto para o primeiro XTERRA da temporada (se for o seu primeiro)

     

    Realize exercícios específicos de corrida

    Para ter um bom desempenho na intensidade da corrida, você deve fazer exercícios que imitam a intensidade que será exigida no dia da corrida. Os treinos não precisam ser iguais à duração do evento, mas devem incluir intervalos iguais ou acima do ritmo da passada e devem ser longos o suficiente para dar a você a confiança de que pode completar a distância desejada na intensidade certa. Para o XTERRA, um exercício físico que gosto de realizar é 6 x 6 minutos com 3 minutos de pedalada fácil, seguido por 2 x 1 milha, com 3-4 minutos de corrida fácil. Este treino de mountain bike é ótimo de fazer em uma subida sustentada.

     

    Sua primeira prova do ano não pode ser a grande prova da temporada

    Exercícios específicos ajudam, mas essa primeira corrida da temporada é sempre um tapa na cara. É preciso algumas provas para lembrar completamente o que é necessário para competir e sofrer no dia da competição. Se você tem uma corrida “A” no início da temporada, não faça dela o seu grande objetivo. Pode não haver um XTERRA antes dessa corrida, mas você pode encontrar algo para ajudar a preparar sua mente e corpo. Geralmente recomendamos uma prova de mountain bike no início da temporada ou duas. Aumente a distância de seu treino, se possível, atenção à nutrição e não tenha medo de fazer uma transição depois. Isso ajudará com suas habilidades técnicas e o acostumará a competir novamente. Além disso, os ciclistas de montanha olham para você como se você fosse louco, o que é sempre um pouco divertido.

     

    A primeira corrida da temporada sempre dói

    Só porque você treinou durante todo o inverno não significa que sua primeira competição do ano será mais fácil do que qualquer outra anterior. Saiba lidar com isso! Saiba o que você vai fazer quando a dor chegar e espere que ela aconteça. Saiba que a dor passará. Não existe prova fácil. Se você acha que uma corrida foi fácil, provavelmente você não foi duro o suficiente.

     

    Bole um plano de corrida

    Melhor ainda, reveja o planejamento do ano anterior e revisite o que funcionou para corridas similares. Traçar um plano de corrida ajuda você a visualizar sua próxima prova.

     

    Teste seu equipamento com antecedência

    Eu odeio admitir isso, mas fiz meu primeiro XTERRA do ano tendo acabado de receber todo o equipamento novo. Retire seu equipamento das caixas e teste-o pelo menos um mês antes de sua primeira corrida, para não atrapalhar a performance. Será menos estressante e você terá um melhor desempenho.

     

    Ame o ambiente em que você está

    Adore a região em que você vive para se ajudar a se preparar da melhor maneira possível. É fácil para mim reclamar da falta de pedalar devido ao solo da Flórida, mas não há desculpa para eu não estar na minha mountain bike toda semana. Eu também posso nadar em águas abertas a maior parte do ano se eu quiser e, no verão, eu posso simular o calor sufocante de Maui. Eu tenho muita sorte. Encontre os recursos que sua área oferece e utilize-os. Provavelmente há mais disponível do que você pensa.

     

    Sobre o autor:

    Josiah Middaugh é o campeão panamericano XTERRA, 13 vezes campeão nacional do XTERRA, e campeão mundial do XTERRA em 2015. Ele tem mestrado em cinesiologia e é personal trainer certificado há 18 anos (NSCA-CSCS). Veja a matéria original em https://www.xterraplanet.com/2019/04/middaugh-coaching-corner-prepping-early-season-races

    Léo Mattioli, atleta de elite do MTB Enduro, se prepara para o XTERRA Estrada Real

    Tido como um dos principais propagadores da modalidade no Brasil, mineiro elogia evento e quer atrair ainda mais atletas para a competição

     

    As bicicletas voam? Pode parecer uma pergunta paradoxal, mas na cidade de Belo Horizonte, terra natal de Léo Mattioli, um dos maiores talentos do esporte sobre duas rodas, é possível que haja a confusão. Basta olhar em direção às áreas montanhosas que irá avistar e registrar as “magricelas” bailando pelo ar, conduzidas por aventureiros imitando o mentor, que apesar de jovem, já lhes serve de exemplo e, em muitos casos, de professor.

     

    “Essa questão de ser referência eu acredito e espero de coração que meu trabalho possa inspirar os novatos a começarem no esporte que só cresce no Brasil. Inclusive eu venho fazendo algumas pistas profissionais e um dos meus maiores desejos é que elas se tornem novos ninhos para que haja cada vez mais um maior número de ciclistas”, almeja Mattioli, que aos 32 anos, já foi campeão pan-americano master de Downhill (2014), é o atual detentor do título Super Enduro Brasil (2017) e representa marcas como a Yeti Cycles Brasil, a Off Camber Bike Shop, a Maxxis e outras tantas.

     

    Há 25 anos pedalando por todo tipo de território mundial e em diversos pisos, o mineiro revela que sua paixão é pedalar em busca de desafios e novas trilhas com belos cenários. Sendo assim, a participação no XTERRA Brazil, o maior festival de esportes off-road do mundo, passou a ser lógica. Sua primeira aparição foi na etapa de Tiradentes 2016, onde ficou com a segunda colocação na modalidade Enduro, que era novidade à época. No último mês de maio, em Ilhabela, na principal etapa de 2017, o mineiro não deu chances ao azar e conquistou o ouro, o que o faz chegar como favorito no próximo dia 1° de outubro, novamente em Tiradentes, no XTERRA Estrada Real, onde foi superado inicialmente.

     

    “Estou animado para esta corrida, que é uma das melhores do Brasil e espero manter a liderança do campeonato, mas em Enduro não dá para ter nenhum tipo de sentimento de favoritismo. Tem que ir lá e fazer o melhor na hora sem se preocupar com os outros”, revela.

    Léo Mattioli

     

    Aproveitando os prazeres que só uma competição de Enduro pode oferecer, Léo deixa um recado para os fãs de mountain bike: “Essa modalidade é incrível! Tem que cumprir o tempo de deslocamento para estar na largada de cada percurso e no final da corrida o que vale é a soma dos trechos cronometrados. A Enduro vem crescendo muito e está buscando muita gente do Cross Country e do Downhill, pois não precisa de tanta estrutura para treinar. Além disso, as bicicletas estão cada vez mais evoluídas e permitem descer com velocidade e segurança. Disputar nessa modalidade traz um prazer máximo. Todo mundo tem que experimentar”, garante Léo Mattioli.

     

    Do começo

    Com tradição no esporte na família, porém no mundo aquático, já que é sobrinho do nadador Marcus Mattioli, que é medalhista olímpico (bronze no revezamento dos Jogos de 1980, em Moscou), Léo sempre contou com o incentivo de familiares, com a ressalva de não abandonar os estudos. Como é comum na vida de vários esportistas, Léo descobriu a sua vocação ainda muito jovem, logo aos 7 anos, por sugestão dos primos em Belo Horizonte. Pedalar logo virou um hábito e a rotina de quedas passou a ser realidade, mas nada que influenciasse a sua decisão de seguir praticando o esporte off-road. “Sempre gostei muito de me aventurar com a bike e os capotes são inevitáveis até hoje, mas não me impedem de fazer o que amo”, finaliza o atleta e engenheiro civil Leonardo Mattioli.

    MENU