37.751, -97.822
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    -21.110108, -44.173202 Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    -12.574687, -38.004731 Inscreva-se Saiba Mais
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    -23.112450, -47.216160 Inscreva-se Saiba Mais
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    Resultados Increva-se Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    A bela é fera: conheça Ana Luiza Siqueira

    Em seu debute no XTERRA, mineira surpreendeu e conquistou o primeiro lugar no MTB Cup Pro em Rota Imperial

     

    O XTERRA Rota Imperial 2017 foi disputado no final de agosto e contou com mais de 1.500 atletas, incluindo os experientes na competição e os novatos. Uma novata, porém, não sentiu o peso da estreia e surpreendeu o público e outros competidores em dois aspectos, um foi o técnico e outro foi o estético. A bela Ana Luiza Siqueira, de apenas 22 anos, competiu no MTB Cup Pro e completou o trajeto de 54 km em 03h13min01seg, tempo que lhe rendeu o primeiro lugar na modalidade feminina.

     

    A vitória de Ana não foi fácil. A morena, que compete profissionalmente há oito meses apenas, travou uma disputa parelha com a campineira Sabrina Gobbo e com a belo-horizontina Isabella Ribeiro, que já são atletas frequentes nos circuitos do XTERRA e acostumadas às glórias. Para superar ambas, Ana disse que contou com muito preparo e abdicou de vários fatores comuns na vida de uma jovem universitária, mas o incentivo do namorado Felipe Aguiar é tão grande que faz valer a pena.

    “Por ser nova e fazer faculdade, tenho uma dificuldade muito grande porque preciso perder noite de sono às vezes. Sair para curtir uma balada é raro e beber não faz mais parte da minha vida. Larguei tudo para poder treinar, e eu me dedico muito mesmo. Com certeza foi o que me fez vencer no XTERRA. Meu namorado me apoia demais e foi o responsável por me colocar nesse mundo das pedaladas inclusive. Treino todos os dias da semana, faço dieta regrada e desde criança pratico esportes como jiu-jitsu, corrida e malhação. Sempre fui muito ativa e quando comecei a pedalar, em janeiro, já tive um bom desempenho, então meu treinador Renato Marinho me aconselhou a entrar em competições”, explica Ana Luiza, que é estudante de odontologia na UNIG (Universidade Iguaçu), em Itaperuna, no Rio de Janeiro.

     

    Apesar da pouca experiência, Ana já possui um currículo admirável e planeja “voos mais altos” em breve. Federada como competidora no Espírito Santo, a jovem se encantou com a organização e o percurso do maior festival de esportes off-road do mundo. “Sou atual vice-campeã brasileira sub-23 de XCO e campeã capixaba de XCO. Amei tudo no XTERRA e quero participar de todas as etapas daqui em diante. Além disso quero ser também campeã estadual de maratonas e garantir o primeiro lugar do ranking geral da FESC (Federação Espírito Santense de Ciclismo) para ano que vem começar a me dedicar 100% às provas nacionais.

     

    Apesar da performance perfeita e do troféu em Rota Imperial, Ana Luiza Siqueira também atraiu olhares, principalmente masculinos, pela beleza. Apesar de não procurar fãs apaixonados, a atleta diz não se importar com os galanteios e preza apenas pelo respeito dos admiradores. “Ah, ouço muita cantada! Nas minhas redes sociais então, nossa senhora! Eu lido bem com isso, sou simpática, trato bem, mas tem que haver um limite. É algo normal na vida de uma mulher, em todas as áreas, mas meu foco mesmo é pedalar”, assume a mineira natural de Espera Feliz.

    A vaidosa Ana Luiza Siqueira

     

    A bela adora fazer selfies

    Ana Luiza Siqueira tentará manter o título no MTB durante o XTERRA Estrada Real, que acontece em 30 de setembro e 1° de outubro, na cidade de Tiradentes, em Minas Gerais.

    XTERRA Rota Imperial teve disputa acirrada, dobradinha e campeão prodígio no MTB

    Felipe Moletta e Marcelo Sebastião empolgaram o público, Antônio Gonçalves obteve dupla vitória e o capixaba Arthur Assumpção, de 16 anos, surpreendeu na competição de mountain bike

     

    Após seis anos o estado do Espírito Santo voltou a sediar uma edição do maior festival de esportes off-road do mundo. O XTERRA Rota Imperial, que foi disputado no último sábado (26) e no último domingo (27), não decepcionou o público capixaba. Com cerca de 1.000 inscritos em provas diversas, o evento terminou com as esperadas vitórias de Antônio Gonçalves (Trail Runs), Isabella Ribeiro (Duathlon), Sidnei Fernandes (MTB Pro), Márcio Souza (Endurance) e Felipe Moletta (Duathlon), que ultrapassou Marcelo Sebastião a um segundo da reta final e cruzou em primeiro por centímetros, resultando em uma das chegadas mais emocionantes e acirradas de todos os tempos. No MTB Cup Sport o destaque foi o jovem Arthur Assumpção, que apesar dos 16 anos de idade, não se intimidou e desbancou os experientes, em sua primeira participação no XTERRA Brazil.

    O festival foi aberto no sábado com as provas de Duathlon. Isabella Ribeiro triunfou entre as mulheres, enquanto Moletta e Sebastião deram um show de competitividade do início ao fim no masculino, já que lideraram a parte inicial de corrida (3km) e a parte de bike (27km). No último trecho da prova – mais 6km corridos – a disputa foi uma das mais equilibradas da história do XTERRA. Os competidores se mantinham lado a lado, alternando as lideranças por breves momentos, até que no percorrer do último quilômetro, Marcello Sebastião abriu vantagem e parecia já ter garantido o triunfo, porém Moletta, atual segundo colocado do ranking de 2017, tirou forças de outras gerações para conseguir a ultrapassagem no momento da chegada.

     

    “Chegamos praticamente juntos, mas parecia que ele ia me vencer com facilidade em alguns momentos. Até que ia se afastar quando quisesse mesmo. Foi meio pé que definiu a vitória e foi a primeira vez que competi com o Marcello. Posso dizer que sou fã dele, é um cara muito batalhador e foi a prova mais disputada que já fiz. Isso é muito bom, porque todo atleta gosta de desafios. Espero encontrá-lo novamente em Tiradentes”, relatou o vencedor Felipe Moletta.

     

     “Barba, cabelo e bigode” nas Trail Runs e volta ao topo na Endurance
    O mineiro Antônio Gonçalves já é considerado um fenômeno nas provas de corrida e garantiu o heptacampeonato em 2017. Mais uma vez se manteve no topo do pódio nos 21km, mantendo os 100% de aproveitamento. Não satisfeito e ainda sedento por endorfina, o corredor de 27 anos também competiu na Short Night Run (6km) e confirmou a dobradinha. Na categoria feminina, a capixaba Viviane Motta quase repetiu o feito de Antônio, já que venceu com facilidade a Half Trail Run, e chegou em segundo lugar na Short, apenas a quatro segundos da campeã Michelle Rezende.

     

    Na dura prova de 54km, a chamada Endurance, o carioca Márcio Souza, o Marcinho, de 42 anos, voltou a encontrar o caminho da vitória após ter sido o primeiro do ranking de 2015. A vitória foi incontestável, com 14 minutos de sobra para o segundo colocado Rafael Sodré. “Felicidade, muita felicidade. É o que posso dizer nesse momento”, exclamou Marcinho.

     

    Surpresa capixaba no MTB Cup Sport e favoritismo confirmado no MTB Cup Pro  
    O domingo do XTERRA Rota Imperial foi composto pelas modalidades de mountain bike. Na categoria Cup Sport (27km) o resultado foi inesperado até mesmo para o primeiro colocado. Arthur Assumpção tem 16 anos e é natural de Domingos Martins, no Espírito Santo. Atual bicampeão estadual de XCO, o prodígio não deu chances aos oponentes e, em sua primeira aparição no XTERRA, já garantiu o troféu de ouro.

    “Não esperava vencer! Adorei a organização da prova, o percurso com bastante subida e a vista lá de cima é ‘coisa de louco’, magnífica! Estou muito feliz, até porque competi em casa, diante de amigos e familiares. Essa vitória vai me inspirar para participar de outras edições do XTERRA
    Entre os pros, não houve surpresa. O líder do ranking 2016, Sidnei Fernandes, dominou os 54 km de percurso e segue forte rumo ao bicampeonato anual. Entre as mulheres, as sempre bem preparadas Sabrina Gobbo e Isabella Ribeiro foram superadas por Ana Luiza Siqueira em um embate marcado pelo equilíbrio.

    Todos os resultados podem ser conferidos no link https://goo.gl/x65yxr.
    A próxima edição do XTERRA Brazil Tour 2017 será o Camp Rota do Sol em Parnamirim, no Rio Grande do Norte, no dia 2 de setembro. Em seguida, nos dias 31 de setembro e 1° de outubro é a vez da clássica etapa Estrada Real, em Tiradentes, Minas Gerais.

    MENU