39.0481, -77.4728
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    Resultados Increva-se Saiba Mais
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    Correr sem lesão: A importância do CORE lombopélvico para os triatletas

    Mais de 80% da população mundial adulta sente ou já sentiu alguma vez na vida dor na região lombar da coluna. As causas podem variar imensamente, não vamos entrar no mérito. Independentemente da causa, a musculatura da região lombar e abdominal, o chamado CORE lombopélvico, talvez seja a principal linha de defesa do corpo.

     

    Se no dia a dia ter a musculatura forte já é importante, no esporte esta importância é ainda maior devido às grandes forças aplicadas ao corpo, que na maioria das vezes são de forma repetitiva. Durante as três modalidades do triathlon, a coluna lombar é obrigada a suportar carga em posições e circunstâncias completamente diferentes. Se ela não estiver apta a absorver toda carga imposta, lesões e, consequentemente dores, poderão acontecer.

     

    • Carga na posição horizontal durante a natação e com a força da gravidade facilitando o aumento da lordose (arqueamento da coluna);
    • Carga na posição de grande flexão igual à postura assentada do ciclismo. Esta é uma posição de extrema sobrecarga nos discos intervertebrais;
    • Carga na posição vertical da corrida mais com o impacto constante das passadas;

     

    Daí a importância do fortalecimento da região lombo pélvica para o triatleta. Músculos como o reto e os oblíquos abdominais, transverso, multífidos, paravertebrais e glúteos devem fazer parte de um programa de treinamento e prevenção de lesões. A grande variabilidade de posições durante os exercícios vai ajudar a preparar a coluna às mudanças de postura na qual o triatleta é submetido.

    MENU