37.751, -97.822
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    -21.110108, -44.173202 Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    -12.574687, -38.004731 Inscreva-se Saiba Mais
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    -23.112450, -47.216160 Inscreva-se Saiba Mais
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    Resultados Increva-se Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    A pedido de atletas, XTERRA Ilha Grande terá Trail Run 5K

    A edição mais recente lançada pela organização do XTERRA foi a inédita XTERRA Ilha Grande, que será realizada nos dias 5 e 6 de outubro, no Rio de Janeiro. A etapa foi bem aceita pelos fãs de esportes off-road, que em menos de 40 dias já conta com mais de 800 inscritos nas provas de triathlon, aquathlon, swim challenge 1,5K e 3K, Kids e trail run 10K e 21K. A ausência da distância mais curta de trail run (5K) foi sentida no cronograma do evento e bastante solicitada por atletas, que se manifestaram através de redes sociais e via telefone.

     

    Atendendo às solicitações de seu público, o XTERRA acaba de anunciar a criação de um percurso exclusivo de 5K. A prova terá largada e chegada na famosa Praia do Abraão, uma das mais visitadas da região de Costa Verde.

     

    “Mais uma vez os atletas falaram diretamente conosco e pediram a prova de 5K, então resolvemos atender. Realmente é uma prova popular e é perfeita para os corredores iniciantes, aqueles que ainda não conseguem correr grandes distãncias e queiram se aventurar, experimentar algo diferente na natureza”, explica Gabriela Corrêa, gerente do XTERRA no Brasil.

     

    As inscrições para a modalidade trail run 5K em Ilha Grande podem ser feitas em http://xterrabrasil.com.br/tour/xterra-ilha-grande-2019-trail-run-5k/.

    Confira a elite inscrita no Triathlon e no MTB Cup Pro do XTERRA Brazil 2018

    Felipe Moletta, hexacampeão do triathlon XTERRA, está confirmado. Foto: Thiago Lemos

     

    Nos dias 12 e 13 de maio acontece a etapa Brazil do circuito XTERRA 2018. A prova de triathlon faz parte do circuito internacional e é classificatória para o mundial no Havaí, em outubro.

     

    Além da elite brasileira, muitos amantes internacionais do esporte também vão participar da competição. Confira os atletas profissionais que já estão confirmados no triathlon e no MTB Cup Pro do XTERRA Brazil 2018.

     

    Elite Triathlon:

    Alejandro Bulacio Sfriso (ARG)

    Alexander Francis Roberts (NZL)

    Alexandre Manzan

    Branden Rakita (EUA)

    Carlos Eduardo Kroth

    Diogo Malagon

    Eduardo Antonio Lass

    Felipe José Moletta

    Fernando Lunardelli Toldi

    Frederico Carvalho Zacharias

    Gustavo Slaib Cruz Pereira

    Karsten Madsen (CAN)

    Kieran Mcpherson (NZL)

    Marcos Fernandes

    Paulo Fretes Cabrera

    Péricles Maia Andrade

    Rafael Gomes Juriti Ferreira

    Rodrigo Braga Moreira

    Ronaldo Serpa Ferreira

    Ana Carla Koetz Prade
    Brisa Melcop

    Carolina Nieva (ARG)

    Kara Lapoint (EUA)

    Kelli Montgomery (EUA)

    Laura Mira Dias
    Luiza Ines Zanini

    Sabrina Koester Gobbo

    Tatiana S. Queiroz

     

    MTB Cup Pro

    Daniel Grossi

    Diego Maia

    Edivando Souza Cruz

    Henrique Machert

    Leonardo Esteves

    Samuel Marotta

    Sidnei Fernandes

    Fabiana Brandão

    Roberta Stopa

    Sofia Isabel Subtil

    Vitória Gouveia

    XTERRA Brazil dará vagas para o mundial de Triathlon e Trail Run no Havaí

    XTERRA Brazil, em Ilhabela, é qualificatório para o XTERRA World Championship, em outubro; Atletas internacionais acreditam em vitória no Brasil

    Sabrina Gobbo é tetracampeã do XTERRA Triathlon. Foto: Thiago Lemos

    Ilhabela já está preparada para receber milhares de atletas e seus familiares durante o final de semana do Dia das Mães. O período de 11 a 13 de maio tem tudo para deixar a região lotada devido à etapa mais popular do circuito XTERRA Brazil Tour 2018, a chamada XTERRA Brazil, que é qualificatória para o Mundial disputado no Havaí, em outubro. O maior festival de esportes off-road do mundo voltará a oferecer as provas de Triathlon, Aquathlon, Night Run (8,5 km e 22 km), MTB Cup Sport (22 km), MTB Cup Pro (41 km) e a corrida Kids para crianças de até 13 anos.
    Os “gringos” já começaram a se inscrever para o Triathlon e para a Night Run (22 km), que darão 50 e 24 vagas para o XTERRA World Championship, no Havaí, respectivamente, conforme os quadros indicam abaixo.
    Vagas para o Mundial de Triathlon, que será em 28/10/2018 em Lahaina, na Ilha de Maui, no Havaí

    Faixa Etária Vagas Masculinas Vagas Femininas
    15 a 19 anos 1 1
    20 a 24 anos 2 2
    25 a 29 anos 2 2
    30 a 34 anos 3 2
    35 a 39 anos 3 2
    40 a 44 anos 3 2
    45 a 49 anos 3 2
    50 a 54 anos 3 2
    55 a 59 anos 2 2
    60 a 64 anos 2 2
    70 a 74 anos 1 1
    + de 75 anos 1 0
    TOTAL 28 22

    Regulamento Triathlon: http://xterrabrasil.com.br/tour-2018/wp-content/uploads/2018/05/18_XTERRA_BRAZIL_REGULAMENTO_TRIATHLON.pdf
    Vagas para o Mundial de Trail Run (22 km), que será em 02/12/2018 em Kaneohe, em Honolulu, no Havaí

    Faixa Etária Vagas Masculinas Vagas Femininas
    Geral 5 5
    15 a 19 anos 1 1
    20 a 29 anos 1 1
    30 a 39 anos 1 1
    40 a 49 anos 1 1
    50 a 59 anos 1 1
    60 a 69 anos 1 1
    70 a 79 anos 1 1
    TOTAL 12 12

    Regulamento Trail Run: http://xterrabrasil.com.br/tour-2018/wp-content/uploads/2018/05/18_XTERRA_BRAZIL_REGULAMENTO_HALF.pdf
    O renomado triatleta Kieran McPherson, natural da Nova Zelândia e campeão do XTERRA Argentina, disputado no último dia 25 de março, em San Juan, é um dos confirmados para encarar o desafio brasileiro. Será a segunda participação de McPherson no Brasil (ficou em 2° lugar em 2017) e, dessa vez, ele não vem sozinho. Convidou o amigo e companheiro de treinos, o compatriota Alex Roberts. Confiança e elogios ao território brasileiro não faltam para os oceânicos.

    Neozelandês Kieran McPherson é um dos favoritos para o XTERRA BrazilO neozelandês Kieran McPherson é um dos principais triatletas estrangeiros no XTERRA Brazil. Foto: Thiago Lemos

    “Participei do XTERRA Brazil ano passado e desta vez estarei de volta porque gostei muito da atmosfera brasileira, é um país muito verde e bonito, acho sensacional que seja uma das etapas do circuito Pan-Americano. Essa prova é uma das minhas duas principais metas para o primeiro semestre e dessa vez espero vencer porque estou melhor preparado”, diz McPherson, de 26 anos. Já Alex, que tem 27 anos, é mais direto em sua resposta: “Kieran me contou coisas boas sobre o XTERRA brasileiro e eu decidi que precisava conhecer e competir também”, afirma.

    Assim como os neozelandeses, o evento terá a participação de atletas da elite de outros países, como Estados Unidos, Canadá, Argentina e Chile por exemplo. A competição de Triathlon masculina terá, pelo menos, oito atletas com reais condições de vitória, o que tornará uma das provas mais acirradas de todos os tempos. Entre as mulheres, Sabrina Gobbo, atual tetra campeã brasileira, permanece com amplo favoritismo.
    A modalidade Aquathlon, que teve lotação máxima na 1° etapa do ano, em Costa Verde, e foi um presente pela edição centenária do XTERRA em solo brasileiro, será realizada novamente no arquipélago paulista. Para os amantes exclusivos de duas rodas e pedal, será a abertura do calendário de MTB no XTERRA 2018, já que no último mês de março, a modalidade não esteve no cronograma. Ciclistas vitoriosos e experientes começarão mais uma longa caminhada rumo ao título anual, como é o caso dos atuais campeões Sidnei Fernandes (bicampeão 2016 e 2017) e Sofia Subtil, além de seus principais oponentes: Daniel Grossi, Edivando de Souza, Roberta Stopa e Sabrina Gobbo. As competições de MTB serão realizadas no domingo, 13 de maio, a partir das 8h.

    Sidnei Fernandes é o atual campeão do MTB ProSidnei Fernandes vai tentar o tricampeonato no MTB Cup Pro. Foto: Thiago Lemos

    O XTERRA Brazil 2018 é apresentado pelo SESI e patrocinado pela Prefeitura de Ilhabela.
    XTERRA Brazil – Ilhabela, SP
    Data: 12 e 13 de maio – Temporada 2018
    Local: Praia do Perequê – Ilhabela, SP
    Inscrições:  https://bit.ly/2qDb2Pf
    Cronograma: http://xterrabrasil.com.br/tour-2018/wp-content/uploads/2018/03/18_XTERRA_BRAZIL_CRONOGRAMA..pdf

    Equipe inscreve mais de 150 atletas para o XTERRA Costa Verde

    Equipe Chivunk é presença constante nas etapas do XTERRA. Foto: Rafael Khalid

     

    A equipe carioca Chivunk largou na frente na disputa do ranking de assessorias esportivas do XTERRA 2018. Com exatas 163 inscrições para a primeira etapa do ano, ela tem tudo para abrir vantagem sobre as concorrentes. No entanto, Neyfson Borges, um dos fundadores do time, garante que o foco sempre é melhorar a qualidade de vida de seus membros e incentivá-los a praticar algum esporte de força.

     

    Atualmente a Chivunk conta com mais de mil seguidores em sua página oficial do Facebook e seus 163 atletas presentes no XTERRA Costa Verde estarão bem distribuídos entre as Trail Runs, Triathlon, Aquathlon e Swim Challenge. O segredo de tanto engajamento é exatamente o leque de modalidades oferecidas, como explica Neyfson. “Boa parte quer se inscrever por causa da diversidade de provas mesmo, por isso adoramos tanto o XTERRA, pois tem gente que vai para nadar, outros vão correr 10km, outros mais preparados vão correr 21km, outros vão pedalar. Tem eventos que não dão essa oportunidade e acabam limitando o público”.

     

    Até a filha caçula de Neyfson, Morena Borges, já usa uniforme da Chivunk

     

    Neyfson, que é capitão da Polícia Militar e serve no Batalhão de Polícia de Choque, explica que a Chivunk surgiu por influência militar. Inclusive, o grupo já teve outro nome. “O pessoal do BOPE, do Choque, de Comandos, enfim, das Forças Especiais do Estado, reuniu-se para participar de uma prova de corrida com obstáculos há três anos. Eu fui convidado para a segunda prova desse tipo e começamos a discutir que seria legal levar as esposas também. A ideia passou a ser essa no início: militares de forças especiais e seus familiares correndo juntos. Criamos o nome Equipe 360 porque é uma posição de operações especiais e porque praticávamos todos os esportes, seja corrida, ciclismo, saltos, natação, qualquer um”, revela.

     

    A mudança na alcunha veio devido à existência de um grupo homônimo, então o termo “Chivunk”, oriundo do mundo militar, foi a segunda opção e a de melhor encaixe. O capitão Borges explica o significado. “Representa um ‘gás a mais’, quando você acha que não vai mais conseguir fazer nada, quando passa mal e ainda assim continua em pé, sabe? É aquela última força que vem de dentro para superar o seu próprio corpo”.

     

    O capitão Borges demonstra seriedade ao trajar a farda da Polícia de Choque do Rio de Janeiro

     

    A obsessão pelo primeiro lugar do ranking de assessorias esportivas nunca existirá, segundo o capitão, pois o lema da Chivunk é incentivar a prática de esportes (não necessariamente a corrida) e melhorar a qualidade de vida de seus representantes, mas o prêmio viria para coroar um time muito unido e focado.

     

    “Seria legal vencer para levantar o moral da equipe, dar mais credibilidade e aproveitar um desconto legal para 2019. Somos pessoas que valorizamos o ego no sentido de satisfação pessoal, então não é uma meta nossa ganhar o ranking. O mais importante mesmo é saber que 163 pessoas estão indo para cuidar da saúde, para melhorar o rendimento físico e se divertirem juntas. A ideia da Chivunk sempre foi melhorar a qualidade de vida dos familiares de militares. Cada um ajuda o outro, sempre incentivando esportivamente”, explana Neyfson, que já foi atleta de saltos ornamentais e atualmente pratica musculação, natação, corrida e ciclismo.

    XTERRA realiza centésima etapa no Brasil em Mangaratiba, RJ

    Maior festival de esportes off-road do mundo atinge marca expressiva na abertura da temporada brasileira de 2018 e lança Aquathlon para comemorar

     

    O 14° ano do XTERRA no Brasil será inaugurado com um grande feito, a centésima edição do consagrado evento esportivo em território brasileiro. Nos próximos dias 10 e 11 de março, na bela região de Costa Verde, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, o XTERRA Costa Verde reunirá cerca de 3.000 atletas competindo em modalidades como Short Trail Run (10 km), Half Trail Run (21,5 km), Swim Challenge (1,5 km e 3 km), Triathlon, Kids (para crianças de 1 a 13 anos) e a inédita Aquathlon, em comemoração à edição número 100 brasileira.

     

    As vagas do Aquathlon, que conta com 1 km de natação e 5 km de corrida, esgotaram-se em apenas duas semanas de inscrições abertas. A competição é habitual em países como França e Estados Unidos e chega como a única prova do estilo off-road no Brasil. Foi criada para atender a necessidade de atletas que desejam realizar mais de uma modalidade de uma só vez, mas não possuem uma bike apropriada.

     

    As competições de Triathlon e Swim Challenge serão em horários diurnos, diferente dos últimos dois anos. A alteração foi elaborada tendo como base o feed back de competidores frequentes, que inspiraram uma pesquisa direcionada por parte da organização do XTERRA. A distância da Short Trail Run foi aumentada para 10 km para estender ainda mais o tempo de emoção dos corredores.

     

    XTERRA Costa Verde Swim ChallengeO mar de Costa Verde voltará a receber os nadadores XTERRA em horário diurno. Foto: Bruno Meneghitti

     

    O local do evento é o famoso Portobello Resort & Safári, com a decoração em harmonia com a natureza, oferecendo total conforto e situado de frente para a baía da Ilha Grande. Cercado por montanhas e com uma área de 300.000 m² para seu safári, o hotel comporta dezenas de espécies de animais, como zebras, antílopes, capivaras, búfalos, primatas e diversas aves coloridas. O cenário é perfeito para sediar um XTERRA e por tudo isso, a edição de Costa Verde é tida como uma das favoritas do público.

     

    O XTERRA é apresentado pelo SESI e as inscrições para a etapa de Costa Verde podem ser feitas através do link https://goo.gl/CKtiZp.

     

    XTERRA Costa Verde MTBO percurso de MTB do Triathlon passa por cenários fantásticos. Foto: Thiago Lemos

     

    XTERRA Costa Verde – RJ
    Data: 10 e 11 de março – Temporada 2018
    Local: Portobello Resort & Safári – Mangaratiba, RJ
    Inscrições e mais informações: https://goo.gl/CKtiZp
    Cronograma: http://xterrabrasil.com.br/tour-2018/wp-content/uploads/2018/01/18_XTERRA_COSTA-VERDE_CRONOGRAMA_..pdf

    Com novidades, XTERRA Costa Verde abre temporada 2018

    Etapa terá prova de Aquathlon pela primeira vez na história do festival, além de Triathlon diurno e Short Trail Run de 10 km

     

    Mais uma temporada do XTERRA está prestes a começar no Brasil. Contendo 10 etapas espalhadas pelo território nacional, o Tour 2018 será inaugurado no verão carioca, na região de Costa Verde, em Mangaratiba, entre os dias 10 e 11 de março. Que esta é uma das edições favoritas dos atletas, todo mundo já sabe, e um dos motivos é a inovação a cada ano. Desta vez, o XTERRA Costa Verde contará com as competições de Triathlon e Swim Challenge em horários diurnos. Além disso, a distância da Short Trail Run foi aumentada para 10 km e outro ineditismo fica para a nova modalidade, o Aquathlon.

     

    Já presente em países como França e Estados Unidos por exemplo, o Aquathlon chega ao Brasil para atender a necessidade de competidores que desejavam realizar mais de uma modalidade de uma só vez. O Triathlon ou Duathlon, justamente pelo trecho com bike, impossibilita muitos corredores que ainda não possuem uma “magrela” apropriada ou ainda têm medo de quedas em alta velocidade.

     

    “Será a primeira vez que participarei do XTERRA, já fui em algumas edições para assistir meu marido e aproveitar a viagem, mas agora não tive desculpa para não me inscrever. Treino Triathlon há seis meses e meu nível na bike ainda não é o suficiente para encarar uma prova, por isso adorei a criação do Aquathlon e vou me divertir muito com certeza, não vou preocupada em ganhar ou subir em pódio, quero curtir o esporte”, explica a potiguar Aniuska Germano, de 34 anos e que, apesar de morar em Natal, já realizou sua inscrição para o XTERRA Brazil, em Ilhabela, no mês de maio.

     

    Em 2017 a Arena XTERRA, montada na área externa do Portobello Resort & Safári, ficou lotada de atletas e fãs de esportes off-road. Ao todo, foram mais de 2.500 pessoas inscritas nas mais variadas modalidades. Entre elas estava o paulista Marcelo Faro, triatleta e admirador do festival esportivo. “Desde que passei a levar o esporte a sério, não deixo mais de disputar a etapa em Costa Verde. Vou para minha terceira e ano passado estava incrível num modo geral, o lugar parece mais bonito a cada ano, o mar parece uma piscina e o circuito da corrida e da bike são dentro de um Resort Safári, o que falar né? Dessa vez a competição será de dia pelo que já vi e isso só aumentará o prazer e o cansaço, vou acelerar ao máximo. O XTERRA está começando 2018 em grande estilo, com pequenas mudanças para melhor”, enfatiza.

     

    Tida como a prova mais popular do XTERRA, a Short Trail Run, que antes tinha percurso de 6 a 8 km, agora passa a ter 10 km e será disputada no domingo, assim como a Half Trail Run (21,5 km). A mudança era algo programado e até solicitado pelos amantes de corrida, que em sua grande maioria, já se sentiam seguros para realizar alguns quilômetros a mais. Para os nadadores do Swim Challenge, o momento de mergulhar no delicioso mar de Mangaratiba também foi alterado, agora o protetor solar será indispensável, já que a largadas para as duas distâncias (1,5 km e 3 km) serão às 10h e 10h15 respectivamente, no sábado.

     

    Inscreva-se no XTERRA Costa Verde através do link https://goo.gl/CKtiZp.

     

    Romário e Taffarel vão correr no XTERRA Rota Imperial

    Não é uma notícia falsa! De fato, o XTERRA Rota Imperial terá a presença de Romário e Taffarel e ambos irão competir na modalidade Short Night Run (6 km). Mas os atletas não são os famosos ex-jogadores da seleção brasileira de futebol. Tratam-se de xarás, que receberam os nomes devido às idolatrias dos respectivos pais pelo esporte. A etapa na região de Pedra Azul, no Espírito Santo, ocorre nos próximos dias 26 e 27 de agosto e as inscrições ainda podem ser feitas através do link https://goo.gl/aG6w3e.

     

    Romário Ednei Santos é natural de Manhuaçu, pequena cidade no interior de Minas Gerais, onde mora há 31 anos. Filho de um flamenguista fanático, o corredor não teve como escapar da alcunha famosa, mesmo que Mário Santos, seu pai, negue que o nome tenha sido por causa do Baixinho, que à época, ainda estava iniciando a carreira profissional no maior rival, o Vasco da Gama. “Meu pai diz que não foi por causa do Romário, mas tenho minhas dúvidas. Ele é flamenguista ‘roxo’ e ficou super feliz quando viu meu xará ir jogar no Flamengo alguns anos depois”, relata Romário Ednei.

     

    Apesar da paixão rubro-negra paterna, ele não se convenceu e torce pelo Botafogo, único clube carioca pelo qual o Baixinho não atuou enquanto jogador. Embora o amor pelo futebol seja grande, Ednei consegue achar espaço para suas corridas semanais na pouco habitada Manhuaçu (cerca de 90 mil habitantes), garante que não fará feio no XTERRA Rota Imperial e ainda faz uma comparação com o atual senador do Rio de Janeiro. “Minha cidade é bem no interior de Minas, fica pertinho de Vitória, então não terei dificuldades em chegar. Treino em um ambiente sossegado, na calmaria e acho que vou terminar minha primeira prova oficial entre 25 e 27 minutos. Aos 31 (anos) o Romário jogador já não corria tanto, né? Era craque e sabia os atalhos do campo, mas eu vou mostrar que esse Romário aqui ainda corre bem”, promete.

     

    O caso de Taffarel Pariz Castelan é uma história mais assumida mesmo. Seu pai, José Aloir, é um patriota aficionado e só precisava de um pequenino motivo para homenagear um dos jogadores que mais lhe deram alegria. “Meu pai é daqueles que ama a seleção e eu nasci no dia da estreia do Brasil na Copa de 1990, na Itália. Foi um jogo contra a Suécia que vencemos e o Taffarel fechou o gol. Pronto, foi o suficiente para eu me chamar como o goleiro”, explica Castelan.

    O aventureiro Taffarel Pariz

    Diferentemente de Romário, Taffarel é mais ligado ao mundo esportivo off-road e, além das corridas, o capixaba de 27 anos também pratica escalada e mountain bike, sem deixar de treinar um dia sequer. “Todo dia faço 6 km correndo e sou muito ligado a esse tipo de esporte. Faço de tudo um pouco e é uma forma de manter meu corpo saudável”, conta. Apesar de tanto empenho, a vida atlética começou em 2014 e o XTERRA será sua primeira competição. A escolha pelo maior festival de esportes off-road foi óbvia. “Será minha primeira vez numa disputa oficial, mas sei que estou preparado. Escolhi o XTERRA pelo tamanho do evento e por causa dos cenários belíssimos. Ainda quero conhecer outras cidades e paisagens enquanto me exercito e em breve espero estar correndo ou pedalando percursos maiores”, almeja Taffarel.

     

    Ambos não pretendem dar nomes de jogadores a futuros filhos, porém Taffarel não descarta a possibilidade de homenagear um esportista que lhe serve de inspiração até após a morte. “Talvez eu coloque o nome de Fernando, por causa do Fernando Brito, atleta de wingsuit que faleceu em 2016 pulando da Pedra da Gávea, no Rio. É algo que ainda vou estudar com minha esposa quando tivermos nosso primeiro filho, mas ele era um colega que cheguei a conhecer e que me inspira demais até hoje”, confessa o capixaba.

    XTERRA Costa Verde reuniu mais de 2.500 atletas em Dia dos Pais

    A XTERRA Village ficou lotada de atletas de todas as idades durante os dois dias do eventoMais de 2.500 atletas estiveram presentes no XTERRA Costa Verde 2017

    De volta a Mangaratiba, desta vez em final de semana de Dia dos Pais, o XTERRA Costa Verde tornou a repetir o sucesso de edições anteriores. Mais de 2.500 atletas profissionais e amadores estiveram presentes no hotel Portobello Resort & Safári, nos últimos dias 12 e 13 de agosto, para competir em diferentes modalidades off-road, desfrutando do contato direto com a natureza. A Half Trail Run (21,5 km), a Short Trail Run (9,5 km), a Endurance (48 km), o Night Swim Challenge (1,5 e 3 km), o MTB Cup Sport e Pro e o Night Short XTERRA, que é um mini triathlon, estiveram lotados de esportistas bem-dispostos oriundos de todas as partes do Brasil.
    Já habituados com as vitórias, os favoritos não deram chance aos adversários e confirmaram as soberanias. Casos de Geisla dos Santos e Antônio Gonçalves na Half Trail Run, que mantiveram 100% de aproveitamento no ano. Na primeira prova Endurance do ano, o vencedor masculino foi inédito. Tales Camargo disparou nos últimos 10 km de percurso e garantiu seu triunfo na corrida longa. No feminino, o destaque, mais uma vez, foi para a carioca Rosália Camargo, de 38 anos, que venceu pela 12° vez uma edição do XTERRA e se consolida como a maior vencedora da competição. “Melhorei meu tempo e vim pensando o caminho todo em encontrar minha filha Maria na linha de chegada, acho que isso me deu mais força”, revelou Rosália.
    Ovacionada pelo público,Rosália Camargo cruzou a linha de chegada ao lado da pequenina Maria, de 2 anos

    Rosália Camargo cruzou a linha de chegada de mãos dadas com a filha Maria

    Tales Camargo venceu a Endurance pela primeira vez
     
     
     
     
    “Minha ideia era melhorar meu tempo do ano passado (ficou em 4° lugar em 2016) somente. A briga é sempre para ficar entre os cinco primeiros. Esperava completar a prova em 4h05min, mas fiquei bem acima do esperado e fiz em 3h56min. Foi ótimo porque nesse ano dei um foco a mais principalmente no treinamento de subida e estou 2 kg mais leve, isso ajudou demais. Só participei desta prova aqui em Costa Verde, então pude me dedicar exclusivamente”, explicou o paulista Tales Camargo, de 37 anos.
    Destaques no Swim Challenge, Triathlon e MTB Pro
    No desafio masculino de 3 km da natação no mar, o “casca-grossa” Artur Pedroza, da Resende Águas, até chegou a ser ameaçado por Luiz Felipe Freire, mas conseguiu resistir e chegou cinco segundos à frente do oponente da equipe Navegantes. Na modalidade de 1,5 km, a disputa também foi acirrada e terminou com Daniel Cunha em primeiro e Patrick Winkler em segundo, por sete segundos. Felipe Moletta e Sabrina Gobbo dominaram os circuitos de Triathlon e ganharam mais uma vez com folga. Já no MTB Cup Pro, Daniel Grossi e Sofia Subtil não encontraram facilidade, porém garantiram o lugar mais alto do pódio após uma dura prova de 38,8 km. Todos os resultados podem ser conferidos no link https://goo.gl/wXAmdh.

    Sofia Subtil, a campeã do MTB Cup ProSofia Subtil foi a campeã do MTB Cup Pro feminino

    Dia dos Pais comemorado por muitas famílias durante o evento
    Apesar das variações de temperatura e condições climáticas, já que o sol, a chuva, o vento e o frio estiveram presentes em momentos distintos dos dois dias de competição, a “vibe” descontraída tomou conta da Região Metropolitana do Rio de Janeiro ao decorrer de todo o evento. A integração no Village XTERRA, passando pelos simpósios de Triathlon e Endurance, que foram ministrados por Henrique Werneck (profissional de relações públicas) e Bruno Vicente (diretor técnico), até a entrega de kits, as largadas, as chegadas e as premiações oficiais, além do encerramento, foram positivos e bastante elogiados.
    “O XTERRA é um grande evento, tudo é bem organizado e pensado para agradar e ajudar os seus participantes. É uma grande oportunidade de reunir a família e, em pleno Dia dos Pais, tinha que correr ao lado do meu. Parabéns à organização e ao meu pai, que escapou da natação, mas terminou os 9,5 km correndo bem, mesmo com 67 anos nas costas”, relatou José da Costa Pinheiro Júnior, que participou da Short Trail Run e do Swim Challenge 3km.
    _Y3A1063

    José da Costa Pinheiro ao lado do filho. Dia dos Pais foi comemorado no XTERRA Costa Verde

    A próxima edição do XTERRA Brazil Tour 2017 será na região de Pedra Azul, no Espírito Santo, nos dias 26 e 27 de agosto. Será o XTERRA Rota Imperial.
     
    Fotos: Thiago Lemos
     

    MENU