37.751, -97.822
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    -21.110108, -44.173202 Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    -12.574687, -38.004731 Inscreva-se Saiba Mais
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    -23.112450, -47.216160 Inscreva-se Saiba Mais
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    Resultados Increva-se Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    Do sofá às trilhas: a importância do coração

    Artigo escrito por Mimi Stockton, 5 vezes campeã mundial do Triathlon XTERRA em sua faixa etária

    Com a temporada de 2018 em andamento, você já pode estar planejando os ganhos físicos desejados e a melhoria no desempenho. Para a maioria, isso geralmente envolve planos de treinamentos focados no desempenho do corpo. Para outros, esses planos também incluirão treinamento para aumentar a resistência mental. E há ainda quem dará o próximo posso adiante e se dedicará também em treinar com o coração.

    Do que estou falando? Estou convencida de que quando um atleta treina e compete em um lugar de profundo amor pelo seu esporte, o desempenho aumenta na medida em que o estresse diminui. É importante ressaltar que não me refiro apenas aos atletas de elite. Esta abordagem de corrida com o coração está disponível para qualquer um que queira enfrentar um desafio no XTERRA.

    Ter o que chamamos de coração está além de simplesmente encontrar nossa própria vontade. A vontade humana, claro, é importante. É o que nos impulsiona a nadar outra vez ou a correr mais uma milha, mas é a natureza da motivação que importa ainda mais. Coração é essa motivação duradoura! A vontade é que nos leva a se inscrever para uma corrida ou nos leva à academia, mas o coração é o que nos faz ficar lá. O coração é o que nos leva a competir autenticamente com a nossa verdadeira natureza, que é diferente de ser apenas um corredor corajoso.

    Nós vemos exemplos de coração verdadeiro o tempo todo. Mesmo o fracasso pode ser um exemplo quando há uma disposição para aceita-lo, crescer a partir dele e tentar novamente. Mesmo na derrota ele não sai de você. Atletas que competem com o coração geralmente são focados no lazer. Intrinsicamente motivados, empolgados com a vitória e resistentes a contratempos e insucessos. O coração é também o elemento da experiência que contribui para as melhores histórias.

    Você provavelmente já tem um planejamento para sua próxima temporada, seja chegar à linha de chegada do seu primeiro XTERRA, seja diminuir o tempo ou talvez até mesmo conseguir um pódio e uma viagem ao XTERRA World Championship, mas se esse planejamento está exclusivamente em sua cabeça, você está em uma desvantagem significativa à medida que busca sua própria grandeza pessoal. Deixe seu coração e alma comandarem seu planejamento para a temporada.

    Quando o amor ao esporte é o principal fator que o leva para fora de casa, sempre haverá motivação para se esforçar. Seu nível de coração não pode ser medido, mas suas melhores performances sempre serão aquelas em que seu coração esteja plenamente envolvido, porque é nele que as sementes da grandeza pessoal são semeadas e nutridas, acredite.

     

    Ter coração não é um traço genético inato. É algo que pode ser aprendido. Então poderemos “explodir” em determinados momentos de uma competição a tal ponto de alcançar alguém que antes podia parecer impossível. Claro, as diferenças individuais sempre estarão lá, tornando-se um campo de jogo desigual (malditos profissionais são tão rápidos, não é justo!) – mas ainda podemos obter mais de nós mesmos se tentarmos.

     

    O caráter é construído através dessas adversidades e o coração e a alma do atleta amadurecem e se fortalecem. Ser conduzido pelo seu coração requer coragem para arriscar, mas é aí que as maiores recompensas são encontradas. Então coloque seu kit de triathlon e tome o seu lugar na linha de partida do mergulho. Viva sua vida plena, com toda a paixão e dedicação que você puder reunir. Deixe seu coração explodir com coragem e tenha fé em si mesmo. Saiba que sempre que você se comprometer 100%, o jogo estará ganho.

     

    Artigo publicado de forma original em https://www.xterraplanet.com/2018/04/xterra-couch-trail-importance-heart

    Do sofá às trilhas – você quer ser um atleta XTERRA?

    Artigo escrito por Mimi Stockton, 5 vezes campeã mundial do Triathlon XTERRA em sua faixa etária 

     

    É janeiro. As festas de fim de ano já acabaram. É hora de voltar à escola e ao trabalho. Você teve algum tempo para contemplar o ano novo, seus objetivos, seus planos e seus desejos. Você gosta de mountain bike e corre em trilhas, e você pode nadar 500 metros sem se afogar. “Por que não fazer um triatlo off-road?”, você pensa. “Não pode ser tão difícil, né?” Sábia decisão! Não há melhor maneira de mergulhar no maravilhoso mundo das corridas off-road do que, bem…mergulhando. E, com apenas um pouco de orientação e trabalho, não é tão difícil.

     

    Cada vez mais as pessoas me perguntam – como eu posso me tornar um atleta XTERRA? Por onde eu começo? O que eu faço? É claro, nadando, pedalando e correndo são as chaves – pois é isso que compõe uma corrida XTERRA. Essas habilidades são importantes para ingressar em uma primeira corrida, com certeza. Mas ainda mais, as qualidades são primordiais à medida que você fica evolui na estrada no esporte – quando vai de uma distância mais curta à uma distância mais longa, sentindo-se sobrecarregado e queimado, ou enfrentando seu primeiro DNS ou DNF.

     

    Tome uma decisão
    O primeiro passo é simples: tome uma decisão. Toda ação começa com uma decisão. Até fazer panquecas no café da manhã ou tingir seu cabelo de roxo. Decidindo fazer o triathlon saiba que é uma grande decisão, mas uma vez que a decisão de fazer algo tenha sido tomada, você, por sua vez, terá acendido a paixão, o desejo e o propósito de agir. Então se você decidiu ser um atleta XTERRA ou participar de um XTERRA, prometa a si mesmo que cumprirá o objetivo.

     

    Seja persistente
    A decisão foi tomada, agora é hora de ser persistente. Eu adoro essa palavra porque implica uma determinação obstinada, um desejo robusto, feroz e implacável de fazer algo e fazê-lo bem. Quando se trata de treinamento, sou persistente. Quando se trata de definir um objetivo e persegui-lo, sou persistente. Eu não sou o mais talentoso dos atletas quando estou nadando, pedalando ou correndo, mas eu sou bom o suficiente. A diferença? Quando tomo a decisão de fazer algo – seja terminar uma corrida ou vencê-la – eu sou implacável na busca desse objetivo. Nem sempre consigo obter o resultado desejado, mas pelo menos eu sei que fiz tudo o que pude e nunca desistirei diante da adversidade.

     

    A chave é que, uma vez que você tomou a decisão de se tornar um atleta XTERRA, então, depois disso, seja forte e inflexível e continue caminhando. Esta é a sua decisão, o seu objetivo e a forma como se aproxima só depende de si próprio. Não caia na armadilha de comparar-se com o que os outros estão fazendo e definitivamente, não deixe as opiniões dos outros te abalarem (alguns, sem dúvida, acharão que você está louco, está tudo bem!). Faça um plano e fique com ele. Mantenha-se focado, mantenha seus olhos no objetivo e deixe todos os outros com seus próprios planos.

     

    Agora, algumas palavras de sabedoria sobre o que está à sua disposição. Você não se tornará eficiente em natação, mountain bike ou corrida da noite para o dia. Este não é um esporte fácil. Você deve planejar e lembrar de deixar o ego na porta, porque há grandes chances de alguém com trinta quilos a mais que você ou dez anos mais velho te deixe para trás até mesmo em uma piscina. Você passará nas trilhas de mountain bike e irá cair com frequência. Além disso, ficar rápido em trilhas é muito mais difícil do que se pensa.

     

    Você vai se levantar cedo para treinar. Você vai treinar nos fins de semana quando seus amigos e familiares estiverem saindo. Você gastará dinheiro em todos os tipos de equipamentos (essa é a parte divertida!). Alguns dias, você irá querer fazer seus exercícios e em outros vai sentir vontade de se esconder em um armário. Você passará mal com alguns exercícios e outros irão te fazer se sentir como se tivesse ganhado um milhão de dólares. Você pode desenvolver uma lesão. Você provavelmente passará mais tempo na piscina do que deseja. Você sempre vai cheirar a cloro, mas acabará por superar seu medo do mar aberto. Você aprenderá a ser paciente, humilde e a lutar. Aprenderá que a dor, às vezes, é agradável. Mas acima de tudo, através de todo o suor e lágrimas ocasionais, você perceberá que esta decisão de fazer um XTERRA é uma das melhores decisões que você já tomou.

     

    XTERRA mudará sua visão sobre a vida e muitas outras coisas que você achou ter descoberto. Não é apenas cruzar a linha de chegada ou ir para casa com uma medalha de finalização. São as incontáveis horas que você treinou e esperou por este momento – um momento no tempo que você nunca esquecerá, um momento que você discutirá com a família e amigos por horas, se não dias após o evento. Essas discussões provavelmente serão sobre quanto você divertiu e sobre como você pode melhorar. Você lembrará de todos os detalhes da corrida – em que ponto você poderia ter nadado mais rápido, pedalado mais forte ou corrido mais acelerado? Isto é o que irá passar por sua cabeça todos os dias até surgir a oportunidade de participar novamente!

     

    Então você quer ser um atleta XTERRA? Seja implacável, sem medo, treine o máximo que puder e, acima de tudo, aproveite o passeio!

     

    Artigo publicado de forma original em http://www.xterraplanet.com/2018/01/xterra-couch-trail-want-xterra-athlete/

    Respondendo ao Fracasso / por Josiah Middaugh, campeão Panamericano do XTERRA

    “O fracasso não é o oposto do sucesso, porém é um componente vital”

     

    Como você responde quando não atinge o seu objetivo? Falhar pode ser um motivador incrível, um choque de realidade, uma sacudida. Correr indica o seu nível de aptidão, nitidez, foco e determinação nesse dia. Deve ser um reflexo da sua formação e preparação, mas existem vários fatores a serem levados em conta. Concentre-se no que você pode controlar. Toda corrida deve ser uma experiência de aprendizagem, e eu aprendo mais com as corridas que não ganho.

    “A maneira de aproveitar melhor a vida é encerrar um objetivo e começar logo um próximo. Não demore muito na mesa do sucesso, a única maneira de desfrutar outra refeição é ficar com fome”. – Jim Rohn.

     

    Tenha a coragem de falhar 
    Tenho um exemplo próprio que gosto de mostrar às crianças do ensino médio e do ensino fundamental, porque passa uma mensagem. Dependendo de como se olha para isso, você pode até considerar minha carreira atlética como uma série de falhas com algum sucesso intermitente. Nosso time de basquete perdeu todos os jogos na 8° série. No décimo ano, fui desclassificado na corrida de 2 milhas em regiões e tive que sair da pista. No meu primeiro XTERRA em Keystone eu tive um ataque de pânico na água e mal consegui terminar a prova de nado.
    Acredite, a mesma equipe de basquete, com as mesmas crianças, ganhou 20 dos 22 jogos no último ano do ensino médio. Na mesma prova em regiões, dois anos depois eu venci as 1.600 e as 3.200 milhas e o salto com vara. No meu segundo XTERRA Keystone, eu já havia melhorado meu tempo em 45 minutos. No mesmo percurso, dois anos depois, tive a minha primeira vitória profissional. Eu participei 14 vezes consecutivas do XTERRA World Championship e ganhei o campeonato na minha 15ª tentativa.

     

    Quando as expectativas excedem a realidade 
    O sucesso ocorre quando a realidade atende ou excede as expectativas. Não há nada de errado em ter expectativas elevadas, mas elas precisam ser fundamentadas na realidade. Se você se sente decepcionado após cada corrida, então talvez seja necessário reavaliar suas expectativas. Mesmo em uma competição com desempenho decepcionante, pode haver pequenas vitórias. Muitas vezes somos o nosso pior crítico, mas muito dessa auto fala negativa pode levar a uma profecia auto satisfatória. Será mais construtivo e muito mais divertido ser honesto consigo mesmo.

    O triatleta Josiah Middaugh cruzando a linha de chegada em uma de suas vitórias no XTERRA

     

    O sucesso é uma jornada, não um destino
    Você treina toda a temporada para uma corrida, então algo acontece para interromper seus dias de treinamento a semanas antes do evento. Seu desempenho será subjacente. Você pensa nas horas, milhas e no compromisso financeiro que investiu para chegar até a largada, mas o seu primeiro pensamento é que foi tudo por nada, uma perda de tempo. No entanto, isso pode não ser uma perda total. Lembro-me de ouvir um treinador falar sobre as Olimpíadas em 1980, que a equipe se dedicou todos os esforços para aquele momento, milhares de horas de treinamento e, em seguida, os EUA boicotaram as Olimpíadas.

    Esses quatro anos foram uma completa perda de tempo para esses atletas? Absolutamente não. Tudo o que você fez neste ponto da sua vida tornou você o atleta e a pessoa que você é hoje.

    Responda adequadamente
    A tendência depois de uma corrida ruim é duplicar tudo, pensando que a única resposta é mais volume e mais intensidade. É aí que um registro de treinos e um treinador podem ser muito valiosos. Os exercícios críticos podem ser realizados incorretamente. É possível que você tenha sabotado sua corrida com sobrecarga de treinamento muito perto do evento? Você estava 20% menos treinado ou 2% superado? A resposta não é sempre mais volume e intensidade, mas pode ser simplesmente aderindo a um planejamento, executando as sessões corretas, polarizando seu treinamento, superando os obstáculos de vida que atrapalham seus treinos.

     

    Não espere estar pronto

    Os triatletas são planejadores e gostam de olhar para frente, mas não pensam muito adiante. Os pontos chave foram avaliados e o ano que vem será seu ano. Você aprende com seus erros e os corrige ano a ano. Enquanto isso, não adianta continuar com maus hábitos, inconsistência e falta de foco. É como uma pessoa que inicia um programa para perder peso e continua com os maus hábitos alimentares e inatividade durante os feriados. Planeje o futuro, mas viva no presente. Você é o que você faz consistentemente.

     

    Josiah Middaugh é o atual campeão Panamericano do XTERRA e foi o campeão mundial do XTERRA 2015. Possui mestrado em cinesiologia e tem certificado de personal trainer há 15 anos (NSCA-CSCS).

    MENU