39.0481, -77.4728
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    -23.112450, -47.216160 Inscreva-se Saiba Mais
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    Resultados Increva-se Saiba Mais
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    O que comer e beber durante uma prova do XTERRA?

    Uma boa nutrição ajudará a evitar problemas digestivos enquanto fornece ao corpo toda a energia necessária para completar a corrida

     

    Uma das perguntas mais recorrentes que recebemos dos atletas é “O que devo comer e beber durante um XTERRA?”

     

    É uma ótima pergunta porque não importa o quanto você possa treinar. Fixar um número e competir é um estresse totalmente diferente do corpo humano comparado com a mais difícil sessão de treinamento. Portanto, os atletas precisam considerar as diferenças na ingestão de nutrientes antes de competir, já que uma boa nutrição ajudará você a evitar problemas digestivos enquanto fornece ao corpo toda a energia necessária para completar a corrida. Vamos considerar esses dois pontos individualmente:

     

    Sistema digestivo

    Durante o exercício, o suprimento de sangue para o intestino é reduzido entre 45% e 80% do seu estado normal. Esse redirecionamento do sangue para os músculos em funcionamento explica por que tantos atletas sofrem de dores estomacais e cãibras em uma corrida. Durante um XTERRA, os atletas competirão em intensidades moderadamente altas, atingindo e superando regularmente os esforços de limiar. Logo a melhor forma de se nutrir é com água, açúcares simples e minerais.

     

    Duração do evento

    A singularidade de cada prova XTERRA é o que a torna tão especial, normalmente os atletas mais rápidos completam um triathlon em 2 horas e 30 minutos. Dependendo do terreno e do clima, esse tempo pode variar consideravelmente, ainda mais para o competidor amador. Além disso, as competições começam com um mergulho que pode usar muita energia sem qualquer oportunidade de reabastecimento, por isso, mesmo se você começar com as reservas de glicogênio completas, você precisará de um pouco de nutrição durante a corrida. Para o esforço de alta intensidade exigido das corridas XTERRA, você estará usando uma proporção maior de açúcar do que de lipídios / gordura.

     

    O que levar em uma prova de triathlon?

    O combustível mais importante para levar consigo é uma bebida energética. Idealmente uma bebida isotônica, o que significa que deve ter a concentração perfeita de açúcares e eletrólitos para não irritar o sistema digestivo. Se estiver muito concentrado, seu corpo extrairá água de suas células para ajudar a diluir sua bebida no intestino, o que pode levar à desidratação. Se o seu sistema digestivo é muito sensível, você pode usar uma bebida energética hipotônica, mas a melhor opção é testar sua bebida durante o treinamento antes de usá-la em uma corrida.

     

    Se você quiser tomar um gel, é melhor não tomar um inteiro por vez. Ao invés disso, tome uma pequena quantidade em intervalos regulares. Tente também tomar um pouco de água ao mesmo tempo para diluir o gel. Muitas vezes a energia que você sente de um gel é da cafeína e não do açúcar. Outra opção é pegar uma pequena barra de frutas secas. Certifique-se de que é fácil de mastigar e apenas pegue pequenos pedaços de cada vez junto com um pouco de água. Sua nutrição de corrida é tão importante quanto qualquer outro equipamento que você precisa para se preparar antes das corridas. Para ajudá-los, aqui está um exemplo de como eu programo minha nutrição no dia da corrida:

     

    ·         Faço a última refeição pelo menos 3 horas antes da corrida;

    ·         Bebo uma mistura de água e energético 30 minutos antes do aquecimento da parte aquática;

    ·         Não bebo água na largada da prova. Jamais!;

    ·         Consumo 500ml de bebida energética por hora no trecho da bike (lembre-se de beber em trechos seguros);

    ·         Bebo a última dose da garrafinha antes do T2;

    ·         Durante a corrida, como um pequeno pedaço da barrinha de energia.

     

    Por Alexandra Borrelly Lebrun, do blog fitness francês Organicoach.

    Novo formato de hidratação nas etapas XTERRA faz sucesso entre atletas

    Participantes do XTERRA Brazil elogiaram iniciativa de trocar copos plásticos de água por galões em postos de reabastecimento

     

    No último dia 8 de maio a organização do XTERRA brasileiro comunicou que não haveria copos plásticos de água na etapa Brazil, realizada em 11 e 12 de maio, em Ilhabela. A iniciativa se deu pensando na preservação do meio ambiente, já que o material dos tradicionais copinhos causa danos irreversíveis ao planeta. Voltado para o pilar da sustentabilidade, o XTERRA Brazil acredita numa relação de absoluto respeito com a natureza.

     

    A medida adotada para hidratar os atletas off-road foi a inserção de galões d’água em pontos específicos dos percursos e no pós-prova de cada modalidade. Sendo assim, o ideal era que todos os participantes levassem suas próprias garrafinhas ou mochilas de hidratação, porém a organização disponibilizou copos retornáveis para o consumo. Uma novidade para a etapa de Ilhabela foi também a distribuição gratuita da bebida Yas, da Coca-Cola.

     

    “Vim com meu filho e meu marido e nós três adoramos a novidade. A troca dos copinhos de plástico por nossas próprias garrafinhas foi muito melhor, pois até já treinamos desta maneira. Acho mais fácil beber na garrafinha enquanto corro e é sempre bom cuidarmos do meio ambiente. O Yas de uva no fim da prova foi maravilhoso, meu filho então tomou dois porque acabei perdendo o meu para ele”, relatou com bom humor a corredora Gisleine Padavan de 37 anos.

     

    A bebida Yas fez sucesso entre os atletas XTERRA

     

    Para Gabriela Corrêa, gerente do XTERRA no Brasil, a medida foi apenas um pequeno avanço na conscientização de atletas para com o bem-estar do planeta. “Ficamos muito contentes com a aceitação por parte dos atletas, pois era uma mudança que já queríamos fazer há um tempo. Sabemos que ainda é um pequeno passo, mas é o começo de um ciclo duradouro de sustentabilidade dentro do XTERRA Brazil”.

    MENU