39.0481, -77.4728
  • BUZIOS

    30 de novembro e 01 de dezembro

    Búzios

    Armação dos Búzios – RJ

    -22.752792, -41.884151 Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • COSTA VERDE

    9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde

    Mangaratiba - RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • BRAZIL

    11 e 12 de Maio

    BRAZIL

    Ilhabela – SP

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • OURO PRETO

    01 e 02 de Junho

    OURO PRETO

    Ouro Preto – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • PRAIA DO FORTE

    08 e 09 de Junho

    Praia do Forte

    Mata do São João – BA

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • AGULHAS NEGRAS

    13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras

    Visconde de Mauá - Resende/RJ

    Resultados Trail Run Inscreva-se Saiba Mais
  • ITAIPAVA

    24 e 25 de agosto

    Itaipava

    Petrópolis– RJ

    Resultados Increva-se Saiba Mais
  • ESTRADA REAL

    28 e 29 de setembro

    Estrada Real

    Tiradentes – MG

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • ILHA GRANDE

    05 e 06 de Outubro

    Ilha Grande

    Angra dos Reis – RJ

    Resultados Inscreva-se Saiba Mais
  • INDAIATUBA

    02 e 03 de Novembro

    Indaiatuba

    Indaiatuba – SP

    Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    XTERRA Itaipava terá prova de seis horas de MTB em pista criada por Henrique Avancini

    Percurso sofreu alterações para atender especificidades de uma competição longa; Evento acontece nos próximos dias 24 e 25 de agosto

     

    O XTERRA Brazil Tour realiza sua sexta edição na temporada 2019 em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Nos próximos dias 24 e 25 de agosto, o inédito XTERRA Itaipava promete receber cerca de 2.000 atletas inscritos nas modalidades de duathlon (3,2km corrida + 20km bike + 6km corrida), trail run em três distâncias (5K, 10K e 21K), a corrida Kids para crianças de até 14 anos e a exclusiva e inovadora prova de mountain bike em formato de seis horas, a chamada MTB Cup X6, que terá sua versão mais light, de apenas três horas de duração, para atender ciclistas que ainda não se sentem preparados para um desafio completo. As inscrições estão disponíveis através do link http://twixar.me/Qr6n.

     

    O X6 acontecerá somente na etapa de Itaipava e consiste em uma experiência de seis horas pedalando em um percurso de XCO nos padrões mundiais, podendo ser realizado individualmente, em duplas ou em quartetos. A prova acontecerá na pista criada pelo campeão mundial de mountain bike Henrique Avancini, no Sítio São José, no Vale do Cuiabá. Devido às especificidades de uma competição tão longa, o trajeto precisou sofrer algumas alterações, tornando-o assim mais propício para atletas amadores que buscam a diversão e muito tempo sobre a bike. Apesar do nível diminuído, ciclistas profissionais já estão garantidos e ansiosos pela disputa que acontecerá no domingo, 25 de agosto.

     

    O experiente Edivando de Souza gostou da criação da modalidade MTB Cup X6. Foto: Pedro Brandão

     

    “É um formato de competição que vem crescendo bastante pela integração que ela traz entre os competidores. Alguns atletas optam por correr solo e aí o desafio é muito maior, a preparação para esta prova solo é muito intensa. Em dupla ou quarteto gera mais diversão e expectativa entre os atletas. Um ciclista sai e os outros ficam ali torcendo, comentando, esperando o amigo chegar, enfim, será uma prova muito legal e vai beneficiar o público também, que poderá assistir o tempo todo por ser um circuito de XCO. Espero que o MTB Cup X6 fique de vez”, torce Edivando de Souza, embaixador XTERRA de MTB e campeão na temporada de 2015.

     

    Com a novidade da prova de MTB, é natural que haja um grande interesse de mountain bikers pelo Brasil, porém as competições de trail run e duathlon também vão oferecer momentos marcantes pelos cenários incríveis de Itaipava. As montanhas, o frio aconchegante das colinas, as regiões vivas em cor verde e os estradões de terra são algumas das vantagens que os inscritos terão. São três distâncias de trail run visando atender todos os tipos de corredores, desde o amador que prefere caminhar em família e amigos (5K), passando pelo atleta de nível médio que já almeja ir além (10K), até o nível profissional ou bem treinado, que consegue concluir uma meia maratona (21K) sem dificuldades.

     

    O XTERRA Itaipava é apresentado pelo SESI. As agências Travel Run e Pugliese Turismo, através de seus sites (www.travelrun.com.br e www.puglieseturismo.com.br), oferecem pacotes especiais de hospedagem para atletas e acompanhantes interessados em qualquer edição do XTERRA.

    Resende Águas Abertas chega à 3° colocação do ranking de assessorias

    Equipe de natação liderada por Artur Pedroza aproveitou etapa em casa para somar mais de 60 pontos, mesmo sem provas aquáticas

     

    O XTERRA Agulhas Negras foi realizado nos últimos duas 13 e 14 de julho, em Visconde de Mauá, cidade colada ao município de Resende, terra do nadador Artur Pedroza, líder da assessoria Resende Águas Abertas. Aproveitando-se da proximidade, a equipe fez bonito e somou exatos 64 pontos no ranking de assessorias esportivas 2019.

     

    Apesar de ser um grupo especializado em natação em mar aberto, os cariocas provaram que também são amantes de outras modalidades. Como não houve prova aquática em Mauá, todos os atletas da Resende Águas Abertas participaram de provas de trail run e duathlon, que é a prova que mais rende pontos ao ranking grupal.

     

    Ao todo, 308 grupos ou assessorias já participaram do XTERRA Brazil Tour 2019, marcando presença em pelo menos uma, das cinco etapas já disputadas. A próxima parada será nos dias 24 e 25 de agosto, em Itaipava, no Rio de Janeiro.

     

    Confira abaixo o Top 10 atualizado e a classificação completa em http://xterrabrasil.com.br/tour/rankings-2019/#1542914649184-27dc8ac9-81a8.


    1° – Chivunk – 393 pontos;

    2° – Sidney Pereira Team – 359 pontos;
    3° – Resende Águas Abertas – 249 pontos;

    4° – BH Trail Run – 229 pontos;

    5° – Rocksport – 198 pontos;

    6° – Bita Esportes – 189 pontos;

    7° – Angra Runners – 168 pontos;

    8° – TEO Esportes – 156 pontos;

    9° – Big Field Run RJ – 145 pontos;

    10° – OCR & Trail Viçosa – 130 pontos;

    XTERRA Agulhas Negras teve retornos vitoriosos de Isabella Ribeiro e Antônio Gonçalves

    Ex-embaixadora do triathlon, Bella voltou a competir no XTERRA após mais de um ano e meio; atual bicampeão nacional na trail run 21K, Antônio venceu a 1° em 2019

     

    Mais de 1.500 atletas marcaram presença na 5° etapa do circuito XTERRA Brazil Tour 2019. Chamada de XTERRA Agulhas Negras devido ao famoso Pico das Agulhas Negras, em Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro, o evento aconteceu pela primeira vez na aconchegante Serra da Mantiqueira, entre os dias 13 e 14 de julho. Os principais destaques foram a triatleta Isabella Ribeiro e o corredor Antônio Gonçalves, que retornaram à competição após um tempo afastados e brilharam com vitórias incontestáveis em suas modalidades.

     

    Duathlon

    Em Visconde de Mauá não tem mar, sendo assim, a principal prova foi a de duathlon. Na categoria masculina Felipe Moletta confirmou o favoritismo, chegando à frente de Marcello Sebastião por pouco mais de dois minutos e meio. Foi a terceira vitória seguida de Moletta no campeonato, que está cada vez mais próximo de confirmar mais um título de ranking anual, que seria seu nono. Frederico Zacharias, Diogo Malagon e Hugo Amaral completaram o pódio profissional do duathlon.

     

    Moletta voou baixo no trecho de bike do duathlon. Foto: César Delong

     

    “Lugar sensacional! Prova no formato de duathlon com um percurso bacana, que apesar de não ser muito técnico, foi duro. Próxima parada agora é no XTERRA Itaipava”, exclamou o motivado Moletta, que aproveitou para já garantir presença na etapa de número 6 do ano.

     

    Entre as mulheres, a mineira Isabella Ribeiro, vice-campeã do ranking em 2016 e 2017, voltou a competir no XTERRA após um ano e sete meses e conquistou o primeiro lugar que tanto se acostumou em temporadas passadas.

    Bella Ribeiro voltou com força total. Foto: César Delong

    “De volta às competições com um 1°lugar. Obrigada à Specialized por estar sempre ao meu lado”, disse a sorridente Bella, como é conhecida.

     

    Trail Run 21K

    Na corrida longa o atual bicampeão nacional, Antônio Gonçalves, voltou após três edições ausente. Na edição de abertura de 2019, o mineiro ficou com a segunda colocação geral, em Mangaratiba. Faltava, portanto, o primeiro triunfo da temporada. Triunfo este que veio após uma dura batalha com o macaense Joseilton Santos, que chegou 50 segundos depois. Com a consagração, Antônio voltou a somar pontos importantes na disputa do ranking e passa a ser um forte candidato ao tricampeonato. Completaram o pódio geral masculino da trail run 21K: André Luiz Mapa, Cristiano Andrade e Cássio Garcia.

     

    Já na categoria feminina, uma vencedora inédita: Ízis Machado, corredora da equipe carioca Chivunk, que costuma levar dezenas de atletas às etapas do XTERRA e sempre é bem representada. Ízis impôs um ritmo forte desde o início da prova e soube curtir cada momento único do percurso, sempre pousando para fotos com muita energia e felicidade. Ana Paula de Oliveira, Maria José da Silva, Isabela Marchiori e Carla Bissotto foram as atletas que também subiram ao pódio e ganharam seus troféus.

     

    Ízis curtiu todo o percurso de 21K e posou para todas as fotos com muita felicidade. Foto: Foco Radical

     

    MTB Cup Pro

    A etapa Agulhas Negras teve um diferencial na competição de mountain bike. Foi o maior percurso da história do evento, com 77km para os profissionais e 43,5km na versão reduzida, para atletas amadores. Bella Ribeiro, que já havia vencido o duathlon, também participou do MTB Cup Pro e ficou com a vice colocação, atrás somente de Sofia Subtil, atual bicampeã nacional da modalidade. Foi a segunda vitória de Sofia em três edições com a modalidade até o momento. Roberta Stopa ficou em terceiro e segue na luta pelo título. Márcia Helena Matos, que também havia participado e ficado em segundo no duathlon no dia anterior (13), ficou em 4° na bike. A paulista Suelen Couto fechou o pódio feminino.

     

    Glauber Cunha foi o mais rápido entre os homens, com um tempo muito bom de 03:11:13. Na sequência chegaram Rafael Juriti, que é triatleta, mas não pôde competir no duathlon devido a uma lesão e o veterano Edivando de Souza, embaixador XTERRA de mountain bike.

     

    O pódio feminino do MTB Cup Pro teve Sofia Subtil no topo

     

    O XTERRA Agulhas Negras foi apresentado pelo Sesi e contou com o apoio da Prefeitura de Resende, além da produção local da Maiss Entretenimento. Os três primeiros colocados (masculino e feminino) no duathlon e no MTB Cup Pro receberam também uma premiação em dinheiro (R$ 1.400,00, R$ 900,00 e R$ 500,00 respectivamente). Veja os resultados completos em http://xterrabrasil.com.br/tour/resultados-xterra-agulhas-negras-2019-trail-run/#.

    Correr sem lesão – Recuperação pós-treino

    Em várias oportunidades destacamos a importância da recuperação na prevenção de lesões e no desempenho esportivo. E assim como quase tudo na ciência do esporte, as técnicas de recuperação evoluíram muito nos últimos tempos. Tanto os recursos antigos quanto as novas técnicas têm sido cada vez mais utilizadas para deixar o atleta pronto para a atividade de forma mais rápida e eficiente.

     

    São diversas técnicas com eficácia, validade científica e praticidade variadas:

     

    • Crioterapia – O gelo é utilizado tanto na recuperação quanto no tratamento de lesões. Existem vários protocolos e formas de aplicação. Talvez a mais utilizada seja a crioimersão (banheira de gelo). Há uma linha de cientistas que questionam o uso do gelo. Fato é que para muitos a sensação de bem-estar e alívio é notória.

     

    • Massagem esportiva – é a estimulação mecânica manual de tecidos com objetivo de melhorar a circulação e relaxar a musculatura. Existem várias técnicas, que na sua grande maioria, são eficazes. Técnicas comuns são o deslizamento, a tabotagem e a petrissagem (aplicação de pressão profunda).

     

    • Compressão pneumática intermitente – são as famosas botas de compressão tão difundidas ultimamente. A pressão cíclica exercida pelo dispositivo causa uma melhora do retorno venoso além da sensação de relaxamento e bem-estar.

     

    Existem outras formas que geram um pouco mais de discussão como as ventosas, o agulhamento seco (dry neddling), a yoga, uso de meias compressivas, entre outras. Todas têm suas indicações e contra indicações que devem ser cuidadosamente observadas.

     

    Com tudo isto, a técnica que a ciência mais endossa é o sono. Um estudo recente de uma revista científica renomada mostrou que sono de qualidade é a melhor forma de recuperação para atletas. Aliás, acho que para todo mundo!

    Isabella Ribeiro e Rodrigo Altafini estão de volta ao XTERRA

    A mineira Isabella Ribeiro, ex-embaixadora do triathlon XTERRA e vice-campeã em 2016 e 2017, está de volta! Dona de performances incríveis, como na vitória no XTERRA Rota Imperial, no Espírito Santo, em 2017, a atleta aproveitou para se inscrever logo em duas modalidades (duathlon e MTB Cup Pro) do XTERRA Agulhas Negras, que acontece no próximo fim de semana, em Visconde de Mauá, Rio de Janeiro.

     

    Após um ano e meio distante do maior evento de esportes off-road do mundo, Bella, como é conhecida, descreveu o momento: “Estou muito feliz e animada por poder voltar a participar do XTERRA. Espero que consiga ir em outras edições”, disse.

     

    Outra presença ilustre em Agulhas Negras também estará presente na prova de duathlon. O paulista Rodrigo Altafini, membro vitalício do Hall da Fama XTERRA, retorna após ter participado do XTERRA Paraty 2018, pela útlima vez. Altafini também já confirmou presença em outra fase: “Vou para Agulhas Negras e Indaiatuba com certeza em novembro. É perto de casa, não posso faltar”, afirmou o triatleta de 44 anos.

     

    O XTERRA Brazil deseja um bom retorno à dupla! ; )

    Beba seus vegetais (smoothies)

    Todos sabemos como é importante reabastecer depois de um treino intenso, mas, por vezes, depois de uma corrida longa e quente, a última coisa que queremos é algo nos nossos estômagos. Infelizmente, se não tivermos a nutrição adequada depois de uma corrida, poderemos ter a recuperação afetada.

     

    “Assim que você puder, depois da corrida, comece a substituir suas reservas de glicogênio muscular”, disse Mimi Stockton, coach de trail run nos Estados Unidos. “Você faz isso comendo – ou bebendo – muitos carboidratos. Idealmente,  alimente-se com 1,2 gramas de carboidratos por quilo de peso corporal. Alimentos de alto índice glicêmico são os melhores”, completou.

     

    Reidratar-se, especialmente se você suar muito, também é importante demais! Principalmente no verão. É por isso que os smoothies (bebida espessa e cremosa feita de purê de frutas cruas, vegetais e às vezes produtos lácteos, normalmente usando um liquidificador) são um dos melhores alimentos do verão. Eles são mais fáceis de digerir graças ao liquidificador e você pode deixá-los cheios de vitaminas, minerais e proteínas. Abaixo estão dois dos nossos favoritos tipos de smoothies.  

     

    Green Smoothie 

    Em homenagem aos nossos corredores de trilha, criamos um smoothie verde que fará você se sentir – e parecer – como uma estrela de cinema. A nutricionista do XTERRA Planet (norte-americano), Alexandra Borrelly, recomenda que suas refeições sigam a proporção de três frutas e / ou legumes para cada porção de proteína. Adicione um carboidrato saudável e você terá um lanche equilibrado antes ou depois do treino. Ela também acrescenta gengibre para ajudar na digestão e porque tem um ótimo sabor.

     

    1 ½ xícara de água purificada;

    3 xícaras de folhas de espinafre;

    Fatia de gengibre – para saborear;

    1/4 xícara de amêndoas, embebida em água durante a noite;

    1 xícara de bagas da temporada (amoras, morangos, cerejas, etc);

    1 banana;

     

    Adicione a água, o espinafre, o gengibre e as amêndoas ao liquidificador e bata até as folhas de espinafre serem misturadas. Em seguida, adicione as bagas e a banana.   

     

    Beet Smoothie

    Enquanto beterraba pode ser a última coisa que você pensa em beber, estudos mostraram que o suco de beterraba é cheio de nitratos. O corpo converte nitratos em óxido nítrico, o que pode aumentar a dilatação dos vasos sanguíneos e aumentar a capacidade de fluxo sanguíneo, levando a uma melhor resistência nas trilhas. E uma colher de óleo de coco fornece a gordura para mantê-lo satisfeito.

     

     

    1 ½ xícara de água purificada ou suco de laranja fresco;

    2 laranjas descascadas;

    1 xícara de bagas da temporada (amoras, cerejas, morangos, etc);

    ½ limão espremido;

    Gelo, se desejado;

    1 colher de sopa de óleo de coco;

     

    Misture tudo até ficar homogêneo e aproveite!

    XTERRA anuncia mais uma etapa inédita e fecha calendário 2019

    XTERRA Ilha Grande será realizado entre os dias 5 e 6 de outubro na Praia do Abraão, no Rio de Janeiro

     

    Faltava uma etapa a ser anunciada pela organização do XTERRA Brazil Tour 2019. Agora não falta mais! A região escolhida foi no litoral carioca novamente, Angra dos Reis, no maior arquipélago do estado, Ilha Grande.  Chamada de XTERRA Ilha Grande, a edição vai acontecer nos próximos dias 5 e 6 de outubro, com arena montada na Praia do Abraão e as modalidades de triathlon, aquathlon, trail run 10K, trail run 21K, natação em alto mar (1,5km ou 3km) e a já tradicional corrida kids.

     

    No último dia 5 de julho, as cidades de Ilha Grande e Paraty foram eleitas patrimônios culturais da Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura). A premiação foi uma conquista inédita na América Latina, porque reconhece tanto a cultura como a riqueza biológica da região.

     

    O XTERRA é o maior festival de esportes off-road do mundo, presente em 42 países e com dez etapas anuais no Brasil. Apesar de ser definida por último, Ilha Grande não será a etapa final do ano. Esta será o XTERRA Búzios em 30 de novembro e 1° dezembro. O XTERRA Ilha Grande é uma etapa bônus e, por isso, não vai valer pontos para os rankings das modalidades esportivas, o que significa que será um evento 100% voltado para a diversão e o turismo em família.

     

    “A escolha pela Ilha foi pelo DNA do local, que é a cara do XTERRA: um destino paradisíaco, amplo turismo e trilhas exuberantes, além do ineditismo. O título pela Unesco também pesou, com certeza, pois é ótimo podermos oferecer uma experiência esportiva inesquecível neste patrimônio tão rico em cultura”, explica Gabriela Corrêa, gerente do XTERRA no Brasil.

     

    As inscrições para o evento, que tem apresentação do SESI e apoio da Prefeitura de Angra e da TurisAngra (Fundação de turismo de Angra dos Reis), já estão disponíveis através do link http://twixar.me/xY11. Cerca de 1.500 participantes são esperados.

     

    XTERRA Ilha Grande (2019)

    Local: Praia do Abraão – Ilha Grande / Angra dos Reis – Rio de Janeiro

    Data: 05 e 06 de outubro

    Realização: X3M Sports Business

    Produção: Maiss Entretenimento

    Mais informações e inscrições: http://twixar.me/xY11

    MENU