O que comer e beber durante uma prova do XTERRA?

Uma boa nutrição ajudará a evitar problemas digestivos enquanto fornece ao corpo toda a energia necessária para completar a corrida

 

Uma das perguntas mais recorrentes que recebemos dos atletas é “O que devo comer e beber durante um XTERRA?”

 

É uma ótima pergunta porque não importa o quanto você possa treinar. Fixar um número e competir é um estresse totalmente diferente do corpo humano comparado com a mais difícil sessão de treinamento. Portanto, os atletas precisam considerar as diferenças na ingestão de nutrientes antes de competir, já que uma boa nutrição ajudará você a evitar problemas digestivos enquanto fornece ao corpo toda a energia necessária para completar a corrida. Vamos considerar esses dois pontos individualmente:

 

Sistema digestivo

Durante o exercício, o suprimento de sangue para o intestino é reduzido entre 45% e 80% do seu estado normal. Esse redirecionamento do sangue para os músculos em funcionamento explica por que tantos atletas sofrem de dores estomacais e cãibras em uma corrida. Durante um XTERRA, os atletas competirão em intensidades moderadamente altas, atingindo e superando regularmente os esforços de limiar. Logo a melhor forma de se nutrir é com água, açúcares simples e minerais.

 

Duração do evento

A singularidade de cada prova XTERRA é o que a torna tão especial, normalmente os atletas mais rápidos completam um triathlon em 2 horas e 30 minutos. Dependendo do terreno e do clima, esse tempo pode variar consideravelmente, ainda mais para o competidor amador. Além disso, as competições começam com um mergulho que pode usar muita energia sem qualquer oportunidade de reabastecimento, por isso, mesmo se você começar com as reservas de glicogênio completas, você precisará de um pouco de nutrição durante a corrida. Para o esforço de alta intensidade exigido das corridas XTERRA, você estará usando uma proporção maior de açúcar do que de lipídios / gordura.

 

O que levar em uma prova de triathlon?

O combustível mais importante para levar consigo é uma bebida energética. Idealmente uma bebida isotônica, o que significa que deve ter a concentração perfeita de açúcares e eletrólitos para não irritar o sistema digestivo. Se estiver muito concentrado, seu corpo extrairá água de suas células para ajudar a diluir sua bebida no intestino, o que pode levar à desidratação. Se o seu sistema digestivo é muito sensível, você pode usar uma bebida energética hipotônica, mas a melhor opção é testar sua bebida durante o treinamento antes de usá-la em uma corrida.

 

Se você quiser tomar um gel, é melhor não tomar um inteiro por vez. Ao invés disso, tome uma pequena quantidade em intervalos regulares. Tente também tomar um pouco de água ao mesmo tempo para diluir o gel. Muitas vezes a energia que você sente de um gel é da cafeína e não do açúcar. Outra opção é pegar uma pequena barra de frutas secas. Certifique-se de que é fácil de mastigar e apenas pegue pequenos pedaços de cada vez junto com um pouco de água. Sua nutrição de corrida é tão importante quanto qualquer outro equipamento que você precisa para se preparar antes das corridas. Para ajudá-los, aqui está um exemplo de como eu programo minha nutrição no dia da corrida:

 

·         Faço a última refeição pelo menos 3 horas antes da corrida;

·         Bebo uma mistura de água e energético 30 minutos antes do aquecimento da parte aquática;

·         Não bebo água na largada da prova. Jamais!;

·         Consumo 500ml de bebida energética por hora no trecho da bike (lembre-se de beber em trechos seguros);

·         Bebo a última dose da garrafinha antes do T2;

·         Durante a corrida, como um pequeno pedaço da barrinha de energia.

 

Por Alexandra Borrelly Lebrun, do blog fitness francês Organicoach.