Agulhas Negras e Itaipava: saiba mais sobre as duas etapas inéditas de 2019

A cachoeira de Santa Clara é uma das mais famosas de Mauá

Pela primeira vez inseridas no calendário oficial do XTERRA, edições trazem proximidade com capital carioca e novidade no MTB

 

As sedes do XTERRA são requisitadas, são pontos turísticos desejados por viajantes de todo o mundo. Fazem parte do DNA de cada aventureiro e, por isso, a organização cuida para que sejam “tiros certeiros” em cada calendário anual. Com dez etapas definidas para 2019, o inovador é o ineditismo nas cidades de Visconde de Mauá e Petrópolis, ambas no estado do Rio de Janeiro e conhecidas por beleza naturais, como a Cachoeira de Santa Clara e por belezas arquitetadas, como o grandioso Castelo do Barão de Itaipava.

 

Respectivamente a 200km e a 93km da capital carioca, as intituladas XTERRA Agulhas Negras e XTERRA Itaipava prometem bastante integração dos ciclistas brasileiros, já que terão o MTB como principal viés esportivo devido aos trajetos específicos e à nova modalidade exclusiva de Itaipava, o MTB Cup X6, onde será possível pedalar em um circuito de XCO nos padrões mundiais por seis horas ininterruptas. A prova poderá ser realizada individualmente, em duplas ou até em quartetos, permitindo assim, uma experiência única entre amigos amantes do esporte sobre duas rodas.

 

“É um formato de competição que vem crescendo bastante pela integração que ela trás entre os competidores. Alguns atletas optam por correr solo e aí o desafio é muito maio, a preparação para esta prova solo é muito intensa. Em dupla ou quarteto gera mais diversão e expectativa entre os atletas. Um ciclista sai e os outros ficam ali torcendo, comentando, esperando o amigo chegar, enfim, será uma prova muito legal e vai beneficiar o público também, que poderá assistir o tempo todo por ser um circuito de XCO. Tenho certeza que o MTB Cup X6 vem para ficar de vez”, garante Edivando de Souza, embaixador XTERRA de MTB e campeão na temporada de 2015.

 

“Eu conheço o circuito lá (Itaipava) e é divertido ao mesmo tempo que radical. Tem uma parte técnica importante, mas quem é amador consegue mandar bem. O mais legal é que teremos a chance de correr em uma equipe de quatro pessoas”, reconhece Sofia Subtil, embaixadora XTERRA e atleta profissional de MTB.

Sofia Subtil

O nome Agulhas Negras se deve pelo fato de a região ser conhecida pela alcunha, que remete ao Pico das Agulhas Negras, quinto mais alto do Brasil, com 2.790m de altitude, e que não faz parte do percurso do XTERRA. A região de Visconde de Mauá é conhecida pela quantidade de cachoeiras presentes. Destacam-se a já citada cachoeira de Santa Clara, a cachoeira do Escorrega e a cachoeira Véu da Noiva. Além disso, em Mauá fica o Rio Preto, que divide o Rio de Janeiro de Minas Gerais. Com seus mais de 100 hotéis e pousadas, além de restaurantes especializados em receitas à base de pinhão, a cidade tem um leque de opções de lazer para toda a família.

 

Com a fama de acolher pessoas famosas em seus luxuosos hotéis cinco estrelas, a montanhosa região de Itaipava é perfeita para passar miniférias e é capaz de proporcionar uma perfeita estadia em clima imperial. Se houver interesse em hospedagem no quase centenário Castelo de Itaipava (99 anos), recomenda-se agendar com antecedência.

O Castelo de Itaipava é uma ótima opção de visitação na cidade de Petrópolis. Foto: Castelo Itaipava.com

Inscreva-se no XTERRA Agulhas Negras clicando em https://www.x3mbrasil.com/inscricoes/inscricoes/xterra-agulhas-negras-2019 e no XTERRA Itaipava clicando em https://www.x3mbrasil.com/inscricoes/inscricoes/xterra-itaipava-2019.