39.0481, -77.4728
  • 20 e 21 de outubro

    Camp Praia do Rosa

    Imbituba – SC

    -28.226547, -48.668486 Inscreva-se Saiba Mais
  • 10 e 11 de novembro

    Camp Ilha do Mel

    Ilha do Mel – PR

    -25.517005, -48.334969 Inscreva-se Saiba Mais
  • 01 e 02 de dezembro

    PARATY

    Paraty - RJ

    -23.212859, -44.711337 Inscreva-se Saiba Mais
  • 9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde 2019

    Mangaratiba - RJ

    -22.949793, -44.074256 Inscreva-se Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    O XTERRA não sai da cabeça

    Inscrita em 90% das etapas do circuito XTERRA 2018, Darini Silveira estampa a logomarca do festival em um penteado estiloso

    36086406_1808234932629856_3541072940663570432_nDarini Silveira durante o XTERRA Camp Ouro Preto

    O mundo do esporte off-road leva pessoas a fazerem o inacreditável e com a trail runner, Darini Silveira, de 32 anos, não tem sido diferente. A corredora de Caraguatatuba (SP) se apaixonou pelo XTERRA logo na primeira prova em que competiu, o XTERRA Brazil, disputado no último mês de maio, em Ilhabela. Daí em diante, foi só amor e inscrições realizadas. A paulista já garantiu presença em todas as etapas até dezembro. Com isso, ela encerrará o ano com 90% de participação, perdendo apenas o XTERRA Costa Verde, que foi realizado em março.

    “A primeira etapa que fiz foi a do mundial em Ilhabela esse ano e, de cara, me apaixonei pelo circuito. Coloquei na cabeça que ia fazer todas as provas e me inscrevi! Fui para Praia do Forte, Ouro Preto, Lagoa dos Ingleses e vou nas próximas”, garantiu Darini.

    Mas viajar para vários estados e competir em percursos desafiadores foi pouco para essa guerreira que tem o DNA do mundo off-road. Logo na primeira edição da qual fez parte, Darini resolveu fazer um corte de cabelo bem ousado: um sidecut (lateral do cabelo raspada) com o “X” do XTERRA. O visual ousado ficou impecável.

    DariniO estilo irado de Darini, fã número 1 do XTERRA

    “Eu tenho um estilo meio diferente, né? Desde a etapa em Ilhabela eu queria cortar o cabelo assim. Agora, a meta é manter o corte até o final do circuito”. Darini ainda deixou um recado para todos aqueles que a julgaram corajosa demais: “Quando a gente ama alguma coisa, nada é sacrifício”.

    XTERRA expande redes sociais e lança perfis individuais de cada modalidade

    MTB, Swim, XTERRA Triathlon e Trail Run ganham vozes individuais no XTERRA

     WhatsApp Image 2018-07-24 at 18.05.57

     

    Com quase 30.000 seguidores no Instagram, o perfil do XTERRA Brazil se comunica com milhares de atletas, os motiva a participarem das etapas alucinantes que acontecem por todo o país e os fazem interagir por meio de reposts, stories, vídeos e mensagens. Ter dez mil seguidores a mais que o perfil mundial (@xterraoffroad) e ser a maior experiência off-road do planeta fez com que o CEO do festival no Brasil, Bernardo Fonseca, apostasse em uma nova estratégia comunicacional: falar com cada nicho em particular no mundo virtual.

    “A criação dos quatro canais vai diretamente em encontro com a aproximação e humanização do XTERRA colocando pessoas que entendem dos seus produtos, possuem vozes reais e concretas para cada esporte. Cada modalidade possui uma tribo diferente, uma forma diferente de pensar e, consequentemente, uma linguagem diferente para cada uma delas. Com isso a gente segue uma linha bem clara, mundialmente falando, que consiste em personalizar cada vez mais nossos produtos, estando cada vez mais próximos dos nossos clientes. Vamos para frente!”, disse Bernardo.

    A proposta é levar ao atleta de cada modalidade um conteúdo específico e exclusivo, que misture técnica, entretenimento e diversão.

    Curte pedalar? Então, segue @xterra.mtb.

    XTERRA Triathlon é a sua paixão? Para você, @xterra.tri.

    Trail run é o que dá sentido à sua vida? Vem para o @xterra.trailrun .

    Sua praia, na verdade, é a água? O @xterra.swim é sua casa!

    Seja como for, o melhor mesmo é ser XTERRA. Vem pro nosso mundo!

    A primeira vez, Nova Lima nunca mais esquece

    A etapa em Lagoa dos Ingleses envolveu diversão, técnica e deixou gosto de quero mais

    Largada Trail Run 26 kmA largada da Trail Run 26km e 10,5km lotou o condomínio Alphaville Lagoa dos Ingleses. Foto: Thiago Lemos

    A 33km de Belo Horizonte, o maior festival de esportes off-road do planeta deixou mais de 1.500 atletas satisfeitos e eufóricos neste último fim de semana.  Apresentado pelo SESI em parceria com a Prefeitura de Nova Lima, o XTERRA “levantou a poeira” do condomínio Alphaville Lagoa dos Ingleses. Trail Run 26 km e 10,5km, Night Run 10,5 km, MTB CupTriathlon, Swim Challenge (1,5 km e 3 km) e a corrida Kids foram as modalidades que levaram famílias inteiras a passarem o final de semana imersos na experiência. O XTERRA Lagoa dos Ingleses marcou a segunda vitória de Sofia Subtil no MTB Cup Pro feminino, o primeiro triunfo de Diogo Malagon no Triathlon e o quarto (em 2018) de Sabrina Gobbo, atual tetracampeã do XTERRA.

    A paulista Sofia Subtil, terminou a prova de MTB com uma medalha dourada no pescoço, com a 1° colocação do ranking de sua modalidade e a sensação de ter completado um percurso animal, como a própria definiu.

    Sofia Subtil assumiu a liderança do ranking de MTB Cup Pro com mais esta vitória no circuitoPódio feminino do MTB Cup Pro, da esquerda para a direita: Roberta Stopa, Sofia Subtil e Mariana Pontes. Foto: Thiago Lemos

    “A prova foi incrível, o XTERRA sempre surpreende e aqui foi uma etapa inédita, percurso sensacional! Bem técnico, bem duro de subida, mais as descidas, os trechos de trilha impressionam mesmo. Disputei o começo com a Mariana, que é daqui de Belo Horizonte e ela me passou nas descidas, mas depois eu assumi de novo a liderança e mantive até o fim. Fiz bastante força, não foi fácil, mas a organização sempre arrasa nos percursos”, disse a campeã.

    No Triathlon masculino, Diogo Malagon, campeão do XTERRA em 2015, sagrou-se o vencedor com um tempo abaixo de 2h15 e uma performance bem consistente. Foi o primeiro triunfo de Malagon em 2018. Rafael Juriti, que havia vencido em Ouro Preto, no último dia 30 de junho, terminou em segundo lugar. O pódio foi completado com Raul Furtado, que liderou a competição até boa parte do trecho de bike.

    Outros destaques foram Daniel Costa Cunha, atual campeão do Swim Challenge 1,5 km. O jovem de 20 anos fez as duas modalidades aquáticas (1,5 km e 3 km) e levou o primeiro lugar em sua especialidade. Também na natação, Benito Choucair e o francês Noam Franchi, ambos de 14 anos, surpreenderam conquistando os primeiros lugares do Swim Challenge 3km. Na Trail Run 26km, Joseilton Santos, que venceu no XTERRA Camp Ouro Preto, ficou com o segundo lugar nos 26km em Lagoa dos Ingleses. O primeiro colocado foi Sandro Arcanjo e, entre as mulheres, Erika Vieira foi a grande campeã. A representante da Exceed, Ursula de Carvalho, brilhou na Night Run 10,5km.

    No XTERRA Kids, a boa energia da criançada foi uma atração à parte.

    — Quem aí está animado para correr?

    — EEEEUUUUUU!

    KidsOs guerreiros mirins do XTERRA Kids mostrando o símbolo com entusiasmo. Foto: Thiago Lemos

    Todos os resultados do XTERRA Lagoa dos Ingleses 2018 podem ser consultados em http://xterrabrasil.com.br/tour-2018/lagoa-dos-ingleses/

    Chivunk vence 1° parte do ranking de assessorias esportivas em 2018

    16_XTERRA_estrutura_sábado_44

    Após 4 edições do XTERRA Brazil Tour 2018, o ranking de assessorias esportivas conheceu a vencedora da primeira competição, a do 1° semestre. A Chivunk, do Rio de Janeiro, permanece intocável na primeira colocação desde a 1° etapa, em Costa Verde. Com 321 pontos já conquistados, o grupo liderado por Neyfson Borges conquistou o título semestral e o prêmio de cinco cortesias em qualquer edição restante de 2018. As gratuidades não precisam ser feitas de uma única vez. Há a possibilidade de conseguir uma em Ilhabela, uma no Camp Praia do Rosa, uma no Camp Ilha do Mel, uma em Estrada Real e uma em Paraty, por exemplo.

    O campeonato já contou com a participação de mais de 200 assessorias especializadas na prática esportiva e o pódio segue o mesmo. A Chivunk já levou 193 atletas às provas off-road do festival, em seguida vem a Tricaipiras, maior equipe de triathlon do estado de São Paulo, que computa 99 pontos até o momento e, completando o pódio, vem a Sidney Pereira Team, também do Rio de Janeiro, com 70 pontos.

    Confira abaixo as primeiras colocadas:

    1° – Chivunk – 321 pontos;

    2° – Tricaipiras – 99 pontos;

    3° – Sidney Pereira Team – 70 pontos;

    4° – Angra Runners – 64 pontos;

    5° – Estação Atlética – 58 pontos;

    6° – Master Fit – 57 pontos;

    7° – Studio Saúde – 52 pontos;

    8° – Freak Swimmers – 47 pontos;

    8° – Runners da Vila Militar – 47 pontos;

    10 ° – Life 4 Fun – 46 pontos;

    11° – Vem Nadar – 45 pontos;

    12° – Mova Assessoria – 42 pontos;

    13° – Rocksport – 41 pontos;

    14° – Resende Águas Abertas – 38 pontos;

    15° – Equipe G-Ilhabela – 36 pontos;

     

    As três assessorias que somarem a maior pontuação pelo mix de modalidades ganharão troféus. Além do título, a campeã será premiada com 20 camisas XTERRA, 30 cupons de 20% de desconto e 5 inscrições cortesia (na modalidade com mais inscritos). A vice-campeã receberá 10 camisas XTERRAe 20 cupons de 20% de desconto, enquanto que a terceira colocada levará 10 cupons de 20% de desconto.

    Relembrando o modelo de pontuação:

    • Triathlon / Duathlon / Aquathlon – 3 pontos por atleta (de cada assessoriaa) que largar efetivamente;
    • MTB (Cup ou Enduro) – 3 pontos por atleta (de cada assessoria) que largar efetivamente;
    • Endurance – 2 pontos por atleta (de cada assessoria) que largar efetivamente;
    • Trail Runs (10 km ou 21 km) – 1 ponto por atleta (de cada assessoria) que largar efetivamente;
    • Swim Challenge – 1 ponto por atleta (de cada assessoria) que largar efetivamente.

    XTERRA chega pela primeira vez à Lagoa dos Ingleses, em Minas Gerais

    5° edição do circuito de 2018 terá as modalidades de Triathlon, MTB, Swim Challenge, Corrida Kids e, ineditamente, três provas de Trail Run num só dia

    As provas noturnas sempre fazem sucesso no XTERRAA Night Run 10,5 km será uma das atrações do XTERRA Lagoa dos Ingleses. Foto: Thiago Lemos

    O maior festival de esportes off-road do mundo não pára de inovar no Brasil. Em sua 5°etapa de 2018, em Nova Lima, Minas Gerais, o XTERRA realizará três provas de trail run em um só dia. Intitulada XTERRA Lagoa dos Ingleses, a edição, que é inédita na história do evento, planeja receber mais de 2.000 atletas amadores e profissionais nos dias 21 e 22 de julho. As modalidades presentes são: Triathlon, XTERRA Kids, Swim Challenge 1,5 km e 3 km, MTB Cup Pro (45 km), MTB Cup Sport (26 km), Trail Run 10,5 km, Trail Run 26 km e Night Run 10,5 km.

    O local das provas será em um dos condomínios mais prestigiados da grande Belo Horizonte, o Alphaville Lagoa dos Ingleses, que é privilegiado pela natureza envolvente, pela infraestrutura e segurança exemplares e pela proximidade com a capital mineira. Proximidade esta, que por sua vez, faz aumentar o número de participantes, e, pensando isso, a organização incluiu outra Trail Run no cronograma oficial. Portanto haverá duas Trail Runs diurnas, uma de 10,5 km e uma de 26 km e uma Night Run de 10,5 km. Desta forma, todos os amantes de corrida serão atendidos da melhor forma.

    Apesar de ser estreante no XTERRA, a belo-horizontina Cecília Bueno resolveu se inscrever em duas modalidades, o MTB Cup Sport e o Swim Challenge 1,5 km. A mineira, que já costuma realizar seus treinamentos no próprio Alphaville, diz que o XTERRA Lagoa dos Ingleses foi uma oportunidade imperdível e acredita que beneficiará milhares de seus conterrâneos.

    “Tenho uns amigos que já participaram do XTERRA e eles me disseram que é um evento muito positivo. Então fiquei sabendo da edição aqui em Nova Lima, pertinho de casa, e percebi que não poderia deixar passar. Fiquei bem segura por causa da familiaridade com o local e resolvi me inscrever em duas competições, agora espero completá-las e curtir muito”, planeja a integrante da assessoria esportiva Grupo Mais, Cecília, de 32 anos, que já cogita aumentar o desafio em dezembro. “Não me programei, mas quero fazer o Triathlon no XTERRA Paraty(01/12) porque dizem que lá é lindíssimo. Voltarei a correr para me preparar bem”.

    XTERRA Lagoa dos Ingleses tem a maior porcentagem de single tracks (faixa única) para os ciclistas de MTB do circuito de 2018, composto por 10 etapas. Além disso, as provas aquáticas poderão ser acompanhadas de um plano superior pelo público presente e nas Trail Runs os corredores encontrarão uma passagem por rio, terrenos argilosos, estradão e muita mata fechada, aumentando ainda mais o nível de diversão.

    As provas de MTB estão confirmadas no XTERRA Lagoa dos InglesesO percurso das provas de MTB estão fascinantes em Lagoa dos Ingleses. Foto: Thiago Lemos

    XTERRA Lagoa dos Ingleses é apresentado pelo SESI, conta com o apoio da Speedo e Maçãs Turma da Mônica e é realizado pela X3M Sports Business. As inscrições podem ser feitas através do link https://goo.gl/qyKjer. Pacotes especiais para assessorias esportivas no e-mail comunicacao.rp@xterrabrasil.com.br.

     

    SERVIÇO:

    Datas: 21 e 22 de julho

    Local: Alphaville Lagoa dos Ingleses, Nova Lima – MG

    Inscrições: https://goo.gl/qyKjer

    Cronograma: http://xterrabrasil.com.br/tour-2018/wp-content/uploads/2018/06/18_XTERRA_LAGOA-DOS-INGLESES_CRONOGRAMA_RAC.pdf

    5 dicas de um campeão para iniciantes no MTB

    Michael Dorr, campeão pan-americano, dá dicas para quem está começando no circuito XTERRA

    Michael dorrCampeão pan-americano de triathlon Michael Dorr. Foto: divulgação XTERRA

    Está começando a se aventurar no MTB? Então os conselhos de um atleta profissional podem te ajudar muito nas primeiras provas do circuito XTERRA! O campeão pan-americano Michael Dorr, que pratica MTB há muitos anos, conta as dicas para você participar do XTERRA Tour 2018 com segurança e confiança.

    1. Olhe para onde você quer ir

    Mantenha a cabeça levantada e olhe para onde você quer ir. Se você estiver pedalando em um trecho mais difícil, mantenha os seus olhos em um eixo mais próximo, de mais ou menos 10 metros a frente, para não ser pego de surpresa pelo percurso. Caso esteja em uma descida ou uma linha reta, dá para olhar mais longe. Nada de olhar para baixo! A não ser que você queira cair…

    1. Incline-se nas curvas

    Normalmente, quando eu faço uma curva, levanto o meu pedal de dentro e abaixo o meu pedal de fora. Isso vai impedir o seu pedal de bater no chão e também te dá mais força nas curvas. E, depois, eu me inclino em direção à curva – isso vai fazer a sua bike ir exatamente onde você quiser.

    1. Mantenha-se nas marchas mais baixas

    O percurso do XTERRA é bem técnico. Você pode esperar, por exemplo, ter uma subida íngreme logo depois de uma descida tranquila. Também é muito comum ter que empurrar a bike, já que pode ser perigoso subir pedalando. Por isso, eu prefiro sempre manter a bike em uma marcha baixa, a não ser que tenha um trecho muito reto. Dessa forma, você mantém o movimento mais constante.

    1. Encontre o caminho mais fácil pra você

    Se você está seguindo a primeira dica e olhando para a frente durante o pedal, vai perceber que sempre tem um pedaço do trecho que é mais fácil, com menos obstáculos. Eu, por exemplo, me mantenho sempre no caminho que não levante muito os pneus da bike.

    1. Se jogue na prova

    Fique em cima da bike o máximo de tempo que você puder. Não tenha medo dos trechos mais técnicos e continue pedalando. Quanto mais você diminuir a velocidade e pensar, mais medo você vai ter. Então, mantenha-se no caminho e você vai perceber que muitos trechos são mais fáceis do que parecem. Encontre o seu caminho e vá com tudo!

    Artigo publicado de forma original em: https://www.xterraplanet.com/2018/06/top-five-tips-mtb-newbies-michael-dorr

    A primeira vez a gente nunca esquece

    Rafael Juriti conquista primeira vitória como atleta profissional do XTERRA e mostra potencial para seguir evoluindo

    18_XTERRA_OURO_PRETO_DUATLHON20Rafael Juriti no momento de sua primeira vitória como profissional no XTERRA. Foto: Thiago Lemos

    Rafael Juriti começou no mundo dos esportes off-road aos 9 anos. Triatleta, Rafael participa das provas do XTERRA desde 2014, ano em que estreou na etapa de Poços de Caldas. MTB, triathlon, trail run… a fera já marcou presença em todas as modalidades, mas foi no duathlon do XTERRA Camp Ouro Preto que alcançou a glória: primeiro lugar na elite de profissionais.

    Nascido e criado em Belo Horizonte, Juriti já dominava o percurso devido à proximidade com Ouro Preto e aos inúmeros treinamentos realizados. “Subida é o meu forte, eu esperava me sair bem, estava nos planos ficar entre os líderes, mas a primeira vitória no profissional é sempre uma surpresa emocionante”, declarou o atleta, de 34 anos de idade.

    A rota de Ouro Preto já havia concedido a Juriti o primeiro lugar geral (categoria amador) no ano passado. A segunda colocação em Praia do Forte, conquistada em junho deste ano, na Bahia, garantiu o desconto que Rafael queria para se inscrever no Camp da cidade histórica. A vitória em solo mineiro motivou ainda mais o triatleta para a etapa XTERRA Lagoa dos Ingleses, que será realizada em 21 e 22 de julho, em Nova Lima.

    “Do ladinho de casa. Não tem como deixar de ir”, disse Juriti, que aproveitou para deixar um recado aos aventureiros de plantão: “O XTERRAé um evento bem organizado, vale muito a pena e cada edição é um espetáculo à parte Onde mais você pode encontrar todas as modalidades num único lugar?  O XTERRA é a essência do esporte off-road”, declarou o belo-horizontino, que é um dos fortes candidatos a ícone do XTERRA nos próximos anos. Um título de ranking ainda virá!

    XTERRA Camp Ouro Preto consagrou vencedor inédito no Duathlon

    Ciclistas lotaram Ouro Preto durante o XTERRAOs ciclistas do XTERRA lotaram as ruas de Ouro Preto durante o evento. Foto: Thiago Lemos

    A cidade de Ouro Preto foi palco de mais uma edição do XTERRA Brazil Tour 2018. Realizado pelo SESI FIEMG, o maior festival de esportes off-road do mundo recebeu cerca de 1.000 atletas inscritos nas modalidades de Trail Run 23 km, Night Run 8,5 km, MTB CupDuathlon e Corrida Kids. Com duração de três dias, (29 de junho a 1° de julho), o XTERRA Camp Ouro Preto foi marcado por vitória inédita, por ação infantil e pelo resultado no MTB feminino, que acirrou ainda mais a disputa pelo topo do ranking.

    Foi a quarta vez que a cidade mineira sediou o XTERRA no Brasil, levando diversão para toda a família e 20 cortesias foram sorteadas para crianças ouro-pretanas aprenderem os valores do esporte. Patrocinadores como a Audax, que premiou com uma bicicleta o Rei e a Rainha da montanha (ciclistas a subirem a ladeira escolhida de forma mais rápida), a Apreciare, que disponibilizou seus produtos para atletas e espectadores e a Escola de Osteopatia de Madrid, que cuidou da saúde dos competidores após as provas estiveram presentes.

    No Duathlon masculino, o favorito Diogo Malagon, campeão do XTERRA em 2013, terminou na segunda colocação. Rafael Juriti ratificou sua ascenção e venceu uma etapa pela primeira vez. Juriti é um dos fortes candidatos a campeão de ranking nos próximos anos. O pódio foi completado com Robert Utsch no terceiro lugar.

    Rafael Juriti foi o vencedor do Duathlon em Ouro Preto valeRafael Juriti conquistou a primeira vitoria no XTERRA. Foto: Thiago Lemos

    Destaques também para Joseilton Da Silva Santos, que ficou perdido durante o percurso na última edição do evento, terminou em primeiro lugar no Trail Run 23km. Já o marianense Lázaro Jesus Moreira também impressionou o público conquistando o segundo lugar do MTB Cup Sport com apenas 14 anos. Entre as mulheres, Maíra Gonçalves foi a grande campeã do Trail Run 23km e Sofia Subtil venceu sua primeira etapa em 2018, no MTB Cup Pro, deixando a disputa pelo ranking bem acirrada com a vice-campeã da prova, Roberta Stopa, que já havia vencido em Ilhabela, no último mês de maio.

    A campeã Sofia Subtil ao lado de Roberta Stopa. Amigas e rivais no XTERRAAs amigas Sofia Subtil (à esquerda) e Roberta Stopa são as principais candidatas ao título do XTERRA 2018 no MTB Cup Pro Feminino. Foto: Thiago Lemos

    Todos os resultados do XTERRA Camp Ouro Preto 2018 podem ser consultados em http://xterrabrasil.com.br/tour-2018/resultados-ouro-preto-2018/

    Proudly powered by WordPress | Theme: xterra by Underscores.me.
    MENU