“Não vou entrar para brincadeira”, diz Sul Rosa sobre ida ao Mundial de Trail Run no Havaí

Sul brilhou na Night Run 22km em Ilhabela e vai representar o Brasil no Havaí, em dezembro.

 

A história de Sul Rosa no XTERRA começou em 2017 com boas participações em Ilhabela e Paraty, por exemplo, mas o sonho de representar o Brasil no Havaí precisou ser adiado devido a um convite inesperado e irrecusável. Se na última temporada Sul não competiu no XTERRA World Championship, em 2018 ela já garantiu sua classificação após uma grande performance no XTERRA Brazil, em Ilhabela, no último dia 12 de maio, que lhe rendeu o 3° lugar geral nos 22 km da Night Run.

 

A morena foi uma das escolhidas para integrar o time do Exathlon Brasil no último mês de setembro. O reality show foi transmitido pela TV Bandeirantes, onde 20 participantes se enfrentavam em situações que exigiam resistência física e psicológica em uma praia da República Dominicana. Sul foi a 8° eliminada e ficou ilhada por cerca de três meses. A experiência foi incrível segundo a jovem de 23 anos, mas a recuperação corporal ainda não atingiu os 100%.
“Com o Exathlon ano passado eu acabei focando nele e não consegui mais fazer as provas habituais. Dessa vez eu estou treinando em busca de um aperfeiçoamento para buscar um desempenho bom no Havaí. Na verdade, não consegui correr tão bem neste 1° semestre porque meu corpo ainda está meio debilitado e se recuperando de toda a vida extrema que vivi no Exathlon. Somente agora, no fim de junho, que estou voltando a ter minha força e minha velocidade de volta”, explica Sul.

O bom desempenho citado pela goiana misturada com baiana, é estar no Top 10 de corredoras de Trail Run do planeta. “Meu treinador e eu temos uma meta estipulada de ficar entre as 15 melhores do mundo, só que eu particularmente tenho muita vontade e me vejo chegando entre as 10 primeiras. Tenho uma perspectiva muito boa, sou consciente do que posso fazer e mesmo com o Mundial tendo atletas incríveis eu não vou entrar para brincadeira, até porque é um sonho meu e vou em busca dele”, almeja Sul, que aproveita para explicar sua naturalidade. “Minha mãe estava na divisa de Itabuna (BA), indo para Goiânia. Ela estava no ônibus e eu resolvi nascer. Fui criada em Goiânia, mas nasci na divisa, então fiquei com essa mistura boa aí”, conta aos risos.

 

31557071_1077531802385907_2805671782495813632_nSul Rosa e seu certificado XTERRA

 

O XTERRA World Championship acontece no dia 2 de dezembro, em Kaneohe, no Havaí. Vamos torcer para o time brasileiro fazer bonito e tomara que nossa embaixadora Sul Rosa consiga realizar seu sonho de integrar o Top 10 mundial.