Diretor do XTERRA no Brasil afirma: “Aquathlon foi o golaço do ano”

Bernardo Fonseca explica que a modalidade foi criada após pesquisas e não descarta nova realização ainda em 2018

Bernardo já estava animado durante a largada do Aquathlon em Costa Verde. Foto: Thiago Lemos

Responsável por trazer o maior evento de esportes off-road do mundo ao Brasil, o carioca Bernardo Fonseca vive planejando novidades, melhorias e novos destinos para sediar o XTERRA, seu “filho mais velho”, como gosta de definir. Foi exatamente esta incessante busca pelo inovador que lhe fez coordenar uma pesquisa de satisfação e opinião, que resultou na criação da modalidade Aquathlon, inédita em solo brasileiro, porém já tradicional em países como França e Estados Unidos por exemplo. Com vagas esgotadas nas duas e únicas edições previstas, a prova caiu na graça do público e uma possível terceira realização já passa a ser considerada.

“O Aquathlon é o golaço do ano. Percebemos através de enquetes que era uma prova acessível, mais fácil para as pessoas se inscreverem, pois muitos ainda não possuem mountain bike e nem conseguem outros companheiros para fazer um revezamento. Em 2018 chegamos a 100 etapas do XTERRA no Brasil e o Aquathlon caiu como uma luva para presentear a galera. Todo nadador consegue correr e alguns corredores conseguem nadar, então achamos um meio termo e conseguimos maximizar nossa estrutura e o número de pessoas que fazem as provas. Estamos cogitando um terceiro capítulo para este ano ainda, mas nada garantido. Quem sabe?”, supõe com bom humor Bernardo Fonseca, CEO da X3M Sports Business.
Além da alta procura pelo Aquathlon, em que o próprio Bernardo competiu no XTERRA Costa Verde, no último mês de março, outro ponto a ser citado é a diversão proporcionada por seu produto. O empresário, que é também um multi atleta (pratica corrida, motocross, ciclismo, escalada, vôlei, natação, cross fit, etc), comemora o nível de divertimento oferecido e reforça que este é e sempre será o principal objetivo do XTERRA.
“O XTERRA é uma experiência bem-sucedida de interação entre cidade e natureza. Todo mundo se diverte e essa é a nossa principal bandeira. O espírito do XTERRA é curtir além da performance, interagir com outras pessoas de vários locais do país e aproveitar o meio ambiente, a prática esportiva e a qualidade de vida. O resto é lucro!”, afirma Bernardo aproveitando para brincar sobre sua participação na Night Trail Run (8,5 km) em Ilhabela, no último dia 12 de maio. “Sofri um pouco porque estou com o joelho gigante, destruído mesmo. Andei bastante na prova porque não estou 100 %, mas estava em uma vibe boa com os amigos, então valeu demais”, disse.

MSJ18XTB6209O CEO também participou da Night Trail Run em Ilhabela. Foto: Mário Sérgio de Jesus / Foco Radical