Do sofá às trilhas: O que você precisa saber sobre o treinamento de base

Artigo escrito por Mimi Stockton, 5 vezes campeã mundial do Triathlon XTERRA em sua faixa etária 

A periodização do treinamento é a melhor forma de se preparar para uma prova intensa como uma de off road. Hoje, vou falar sobre a primeira etapa dessa técnica – o treinamento de base – e também mostrar a importância dele para te tornar o melhor atleta de XTERRA que você pode ser.

Não se engane achando que é moleza! Essa é uma parte muito importante do seu treinamento. O propósito do treinamento de base é preparar o seu corpo para as atividades físicas de mais intensidade e reduzir as chances de lesão durante os treinos e a prova. Quanto ao tempo que ele dura, não existe muita regra. Tudo depende da distância com a prova, o tempo que cada atleta ficou parado, e a condição física de cada um.

A parte mais chata começa agora. Muita gente acha que esse treinamento é sinônimo de longos quilômetros de exercício maçante. Bom, não é sempre assim. Durante muitos anos se debateu sobre como se preparar para uma prova e essa conversa tem sido ainda mais intensa com o avanço das tecnologias do esporte.

Na verdade, existem duas formas de fazer o treinamento de base, e nós vamos discutir ambas.

 

O treinamento de base pode ser progressivo ou intenso

Existem duas formas de fazer o treinamento de base. A primeira delas, e a mais tradicional, é fazer treinamentos leves e longos, e ir aumentando a intensidade com o tempo. Essa é uma ótima estratégia para quem tem bastante tempo para se dedicar antes de uma prova. E também para os iniciantes.

Por outro lado, você também pode apostar em treinamentos curtos e intensos, que servem para um mesmo objetivo final. É uma boa solução se você não tem mais do que 8 horas por semana para se dedicar aos treinos; ou se nunca para completamente de treinar entre uma temporada e outra.

Treinamento de base para iniciantes

Então, como é que isso funciona na prática? Para os novatos de XTERRA, o mais importante é aumentar a capacidade aeróbica, a técnica (vale até fazer algumas aulas de natação), trabalhar com muita força na musculação e assim se preparar gradualmente para aguentar as fases mais intensas do treino.

Mas não se iluda. Esse não é um treinamento fácil e não tem certo ou errado. Todo mundo é diferente e tem objetivos diferentes. Depende de tempo, recursos e muitos outros fatores para saber o que você pode ou não fazer. Pense no que você precisa melhorar, ou não, e crie um plano que vai funcionar para o seu corpo. Se você é iniciante, é bom deixar o treino mais intenso para o segundo ou terceiro mês. Isso vai ser importante para o seu corpo aguentar o que está por vir. Paciência é a palavra!

Porém, se você já fez muitas provas do XTERRA ao longo do ano e não ficou muito tempo parado, você pode começar com uma intensidade maior e o seu treinamento vai ser completamente diferente.

De qualquer forma, você está treinando e se preparando para um  XTERRA, esforçando-se para alcançar um objetivo incrível! E isso é sempre uma coisa boa.

Artigo publicado de forma original em https://www.xterraplanet.com/2018/03/xterra-couch-trail-breaking-down-base-training