39.0481, -77.4728
  • 20 e 21 de outubro

    Camp Praia do Rosa

    Imbituba – SC

    -28.226547, -48.668486 Inscreva-se Saiba Mais
  • 10 e 11 de novembro

    Camp Ilha do Mel

    Ilha do Mel – PR

    -25.517005, -48.334969 Inscreva-se Saiba Mais
  • 01 e 02 de dezembro

    PARATY

    Paraty - RJ

    -23.212859, -44.711337 Inscreva-se Saiba Mais
  • 9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde 2019

    Mangaratiba - RJ

    -22.949793, -44.074256 Inscreva-se Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    Master Fit vence ranking de assessorias esportivas 2017

    Grupo de Tales Camargo, um dos embaixadores XTERRA, levou mais de 150 atletas às edições do último calendário

    Equipe Master Fit, liderada por Tales Camargo (sem camisa) no XTERRA Costa Verde 2017

    Uma das novidades mais significativas no XTERRA Brazil Tour em 2017 foi a criação do ranking para assessorias esportivas. Comemorado pelos líderes grupais de todo o Brasil, a medida elevou o número de participantes oriundos de uma assessoria e ainda aumentou a competitividade. O resultado da última temporada já está disponível e as inscrições para 2018 já estão abertas.
    A carioca Master Fit, localizada em Paraty, pertence ao campeão do XTERRA Endurance Costa Verde de 2017, Tales Camargo, que também é Embaixador XTERRA. O professor explica que já o hábito de inscrever seus alunos nas provas do festival foi crescendo com o passar dos anos e que a criação do ranking serviu até mesmo para motivar ainda mais seus 159 atletas inscritos.
    “Comecei levando cerca de 10 corredores para Paraty, em 2013, pois era em nossa cidade. Aí o desejo pelas provas foi aumentando, os que tinham ido gostaram e convenceram outros, comecei a receber novos alunos interessados. Quando eles viam que eu também competia pelas primeiras posições, que era um embaixador do evento e teriam a oportunidade de treinar comigo, fui tendo que fretar ônibus para levar a galera em outras etapas. Fico feliz demais com essa vitória da equipe e a Master Fit vai continuar levando muita gente ao XTERRA, começando já por Costa Verde, em março”, garante Tales.

    Confira abaixo o pódio do ranking de assessorias esportivas 2017:

    1° – Master Fit – 216 pontos;

    2° – Studio Saúde – 152 pontos;

    3° – Rua Assessoria Esportiva – 96 pontos;

    A Master Fit, de Paraty, ganhará troféu, 20 camisas XTERRA, 30 cupons de 20% de desconto e 5 inscrições cortesia para a Short Trail Run (modalidade com mais inscritos em 2017) no ano de 2018. A Studio Saúde, de Ilhabela, receberá troféu, 10 camisas XTERRA e 20 cupons de 20% de desconto e a Rua Assessoria Esportiva, de Ipatinga, terá direito ao troféu de bronze e 10 cupons de 20% de desconto.

    camisas assessorias

    A camisa de assessoria esportiva XTERRA para os vencedores

    Com novidades, XTERRA Costa Verde abre temporada 2018

    Etapa terá prova de Aquathlon pela primeira vez na história do festival, além de Triathlon diurno e Short Trail Run de 10 km

    XTERRA Costa Verde em 2017. Foto: Emanuel Galafassi

    Mais uma temporada do XTERRA está prestes a começar no Brasil. Contendo 10 etapas espalhadas pelo território nacional, o Tour 2018 será inaugurado no verão carioca, na região de Costa Verde, em Mangaratiba, entre os dias 10 e 11 de março. Que esta é uma das edições favoritas dos atletas, todo mundo já sabe, e um dos motivos é a inovação a cada ano. Desta vez, o XTERRA Costa Verde contará com as competições de Triathlon e Swim Challenge em horários diurnos. Além disso, a distância da Short Trail Run foi aumentada para 10 km e outro ineditismo fica para a nova modalidade, o Aquathlon.
    Já presente em países como França e Estados Unidos por exemplo, o Aquathlon chega ao Brasil para atender a necessidade de competidores que desejavam realizar mais de uma modalidade de uma só vez. O Triathlon ou Duathlon, justamente pelo trecho com bike, impossibilita muitos corredores que ainda não possuem uma “magrela” apropriada ou ainda têm medo de quedas em alta velocidade.
    “Será a primeira vez que participarei do XTERRA, já fui em algumas edições para assistir meu marido e aproveitar a viagem, mas agora não tive desculpa para não me inscrever. Treino Triathlon há seis meses e meu nível na bike ainda não é o suficiente para encarar uma prova, por isso adorei a criação do Aquathlon e vou me divertir muito com certeza, não vou preocupada em ganhar ou subir em pódio, quero curtir o esporte”, explica a potiguar Aniuska Germano, de 34 anos e que, apesar de morar em Natal, já realizou sua inscrição para o XTERRA Brazil, em Ilhabela, no mês de maio.

    17_XTERRA_COSTA_VERDE (2)Largada do Triathlon em 2017, com lanternas verdes presas às toucas de natação. Foto: Thiago Lemos

    Em 2017 a Arena XTERRA, montada na área externa do Portobello Resort & Safári, ficou lotada de atletas e fãs de esportes off-road. Ao todo, foram mais de 2.500 pessoas inscritas nas mais variadas modalidades. Entre elas estava o paulista Marcelo Faro, triatleta e admirador do festival esportivo. “Desde que passei a levar o esporte a sério, não deixo mais de disputar a etapa em Costa Verde. Vou para minha terceira e ano passado estava incrível num modo geral, o lugar parece mais bonito a cada ano, o mar parece uma piscina e o circuito da corrida e da bike são dentro de um Resort Safári, o que falar né? Dessa vez a competição será de dia pelo que já vi e isso só aumentará o prazer e o cansaço, vou acelerar ao máximo. O XTERRA está começando 2018 em grande estilo, com pequenas mudanças para melhor”, enfatiza.
    Tida como a prova mais popular do XTERRA, a Short Trail Run, que antes tinha percurso de 6 a 8 km, agora passa a ter 10 km e será disputada no domingo, assim como a Half Trail Run (21,5 km). A mudança era algo programado e até solicitado pelos amantes de corrida, que em sua grande maioria, já se sentiam seguros para realizar alguns quilômetros a mais. Para os nadadores do Swim Challenge, o momento de mergulhar no delicioso mar de Mangaratiba também foi alterado, agora o protetor solar será indispensável, já que a largadas para as duas distâncias (1,5 km e 3 km) serão às 10h e 10h15 respectivamente, no sábado.

    Inscreva-se no XTERRA Costa Verde através do link https://goo.gl/CKtiZp.

     

    Do sofá às trilhas – você quer ser um atleta XTERRA?

    Artigo escrito por Mimi Stockton, 5 vezes campeã mundial do Triathlon XTERRA em sua faixa etária 

    Mimi Stockton, atleta norte-americana do XTERRA

    É janeiro. As festas de fim de ano já acabaram. É hora de voltar à escola e ao trabalho. Você teve algum tempo para contemplar o ano novo, seus objetivos, seus planos e seus desejos. Você gosta de mountain bike e corre em trilhas, e você pode nadar 500 metros sem se afogar. “Por que não fazer um triatlo off-road?”, você pensa. “Não pode ser tão difícil, né?” Sábia decisão! Não há melhor maneira de mergulhar no maravilhoso mundo das corridas off-road do que, bem…mergulhando. E, com apenas um pouco de orientação e trabalho, não é tão difícil.
    Cada vez mais as pessoas me perguntam – como eu posso me tornar um atleta XTERRA? Por onde eu começo? O que eu faço? É claro, nadando, pedalando e correndo são as chaves – pois é isso que compõe uma corrida XTERRA. Essas habilidades são importantes para ingressar em uma primeira corrida, com certeza. Mas ainda mais, as qualidades são primordiais à medida que você fica evolui na estrada no esporte – quando vai de uma distância mais curta à uma distância mais longa, sentindo-se sobrecarregado e queimado, ou enfrentando seu primeiro DNS ou DNF.
    Tome uma decisão
    O primeiro passo é simples: tome uma decisão. Toda ação começa com uma decisão. Até fazer panquecas no café da manhã ou tingir seu cabelo de roxo. Decidindo fazer o triathlon saiba que é uma grande decisão, mas uma vez que a decisão de fazer algo tenha sido tomada, você, por sua vez, terá acendido a paixão, o desejo e o propósito de agir. Então se você decidiu ser um atleta XTERRA ou participar de um XTERRA, prometa a si mesmo que cumprirá o objetivo.
    Seja persistente
    A decisão foi tomada, agora é hora de ser persistente. Eu adoro essa palavra porque implica uma determinação obstinada, um desejo robusto, feroz e implacável de fazer algo e fazê-lo bem. Quando se trata de treinamento, sou persistente. Quando se trata de definir um objetivo e persegui-lo, sou persistente. Eu não sou o mais talentoso dos atletas quando estou nadando, pedalando ou correndo, mas eu sou bom o suficiente. A diferença? Quando tomo a decisão de fazer algo – seja terminar uma corrida ou vencê-la – eu sou implacável na busca desse objetivo. Nem sempre consigo obter o resultado desejado, mas pelo menos eu sei que fiz tudo o que pude e nunca desistirei diante da adversidade.
    A chave é que, uma vez que você tomou a decisão de se tornar um atleta XTERRA, então, depois disso, seja forte e inflexível e continue caminhando. Esta é a sua decisão, o seu objetivo e a forma como se aproxima só depende de si próprio. Não caia na armadilha de comparar-se com o que os outros estão fazendo e definitivamente, não deixe as opiniões dos outros te abalarem (alguns, sem dúvida, acharão que você está louco, está tudo bem!). Faça um plano e fique com ele. Mantenha-se focado, mantenha seus olhos no objetivo e deixe todos os outros com seus próprios planos.

    XTERRA Camp Rota do SolFoto: Claudiney Santos

    Agora, algumas palavras de sabedoria sobre o que está à sua disposição. Você não se tornará eficiente em natação, mountain bike ou corrida da noite para o dia. Este não é um esporte fácil. Você deve planejar e lembrar de deixar o ego na porta, porque há grandes chances de alguém com trinta quilos a mais que você ou dez anos mais velho te deixe para trás até mesmo em uma piscina. Você passará nas trilhas de mountain bike e irá cair com frequência. Além disso, ficar rápido em trilhas é muito mais difícil do que se pensa.
    Você vai se levantar cedo para treinar. Você vai treinar nos fins de semana quando seus amigos e familiares estiverem saindo. Você gastará dinheiro em todos os tipos de equipamentos (essa é a parte divertida!). Alguns dias, você irá querer fazer seus exercícios e em outros vai sentir vontade de se esconder em um armário. Você passará mal com alguns exercícios e outros irão te fazer se sentir como se tivesse ganhado um milhão de dólares. Você pode desenvolver uma lesão. Você provavelmente passará mais tempo na piscina do que deseja. Você sempre vai cheirar a cloro, mas acabará por superar seu medo do mar aberto. Você aprenderá a ser paciente, humilde e a lutar. Aprenderá que a dor, às vezes, é agradável. Mas acima de tudo, através de todo o suor e lágrimas ocasionais, você perceberá que esta decisão de fazer um XTERRA é uma das melhores decisões que você já tomou.
    XTERRA mudará sua visão sobre a vida e muitas outras coisas que você achou ter descoberto. Não é apenas cruzar a linha de chegada ou ir para casa com uma medalha de finalização. São as incontáveis horas que você treinou e esperou por este momento – um momento no tempo que você nunca esquecerá, um momento que você discutirá com a família e amigos por horas, se não dias após o evento. Essas discussões provavelmente serão sobre quanto você divertiu e sobre como você pode melhorar. Você lembrará de todos os detalhes da corrida – em que ponto você poderia ter nadado mais rápido, pedalado mais forte ou corrido mais acelerado? Isto é o que irá passar por sua cabeça todos os dias até surgir a oportunidade de participar novamente!
    Então você quer ser um atleta XTERRA? Seja implacável, sem medo, treine o máximo que puder e, acima de tudo, aproveite o passeio!
    Artigo publicado de forma original em http://www.xterraplanet.com/2018/01/xterra-couch-trail-want-xterra-athlete/

    XTERRA dará mais de R$ 200 mil em premiações em 2018

    Maiores quantias serão entregues aos vencedores do Triathlon na etapa mundial em Ilhabela, que terá pontuação GOLD no circuito Panamericano pela primeira vez

    Prova de MTB Cup no XTERRA Estrada Real 2017. Foto: Bruno Meneghitti

    O maior festival de esportes off-road do mundo dará início à mais uma temporada desafiadora pelo Brasil. Ao todo o XTERRA Brazil Tour 2018 contará com 10 etapas distribuídas por estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Santa Catarina. Como de costume, além da premiação em dinheiro para o ranking anual de Triathlon e MTB Cup Pro, 2018 continuará tendo prêmios por etapa, que chegarão a R$ 165 mil divididos para as modalidades de Triathlon, Endurance e MTB Cup Pro.
    Pelo ranking oficial de 2018 (somatório de pontos de cada atleta durante as edições do XTERRA Brazil Tour), as premiações em dinheiro serão apenas para os atletas de Triathlon e MTB Cup Pro, segundo consta abaixo.

    Ranking XTERRA Brazil Tour 2018 – Triathlon Pro

    1° lugar masculino e feminino – R$ 5.940,00;

    2° lugar masculino e feminino – R$ 3.780,00

    3° lugar masculino e feminino – R$ 2.160,00;

    4° lugar masculino e feminino – 50% de desconto em 2019;

    5° lugar masculino e feminino – 30% de desconto em 2019;

    TOTAL: R$ 23.760,00 

     

    Ranking XTERRA Brazil Tour 2018 – MTB Cup Pro

    1° lugar masculino e feminino – R$ 5.940,00;

    2° lugar masculino e feminino – R$ 3.780,00

    3° lugar masculino e feminino – R$ 2.160,00;

    4° lugar masculino e feminino – 50% de desconto em 2019;

    5° lugar masculino e feminino – 30% de desconto em 2019;

    TOTAL: R$ 23.760,00

    A maior quantia será oferecida aos vencedores do Triathlon Pro na etapa mundial, o XTERRA Brazil, em Ilhabela, que acontece em 12 e 13 de maio e agora faz parte do circuito Panamericano com pontuação GOLD, ou seja, a pontuação e a premiação são maiores. Além dos troféus, os cinco primeiros colocados receberão, respectivamente, R$ 8.500,00, R$ 6.500,00, R$ 5.000,00, R$ 3.500,00 e R$ 2.500,00, tanto na categoria masculina quanto na feminina. Em seguida, os valores mais extensos passam a ser os de MTB Cup e os de Triathlon/Duathlon em quaisquer edições e o XTERRA Endurance (50km) completa a ordem a decrescente.
    Confira o quadro completo de premiações por etapa:

    Triathlon Pro na etapa XTERRA Brazil, em Ilhabela (mundial)

    1° lugar masculino e feminino – R$ 8.500,00;

    2° lugar masculino e feminino – R$ 6.500,00;

    3° lugar masculino e feminino – R$ 5.000,00;

    4° lugar masculino e feminino – R$ 3.500,00;

    5° lugar masculino e feminino – R$ 2.500,00

    TOTAL: R$ 52.000,00 

     

    Triathlon/Duathlon Pro em etapa regional (5 edições), EXCETO XTERRA Brazil

    1° lugar masculino e feminino – R$ 2.800,00;

    2° lugar masculino e feminino – R$ 1.800,00;

    3° lugar masculino e feminino – R$ 1.000,00;

    4° lugar masculino e feminino – R$ 100% de desconto na etapa posterior;

    5° lugar masculino e feminino – R$ 70% de desconto na etapa posterior;

    TOTAL: R$ 56.000,00 

     

    MTB Cup Pro Elite em etapa regional (4 edições)

    1° lugar masculino e feminino – R$ 2.800,00;

    2° lugar masculino e feminino – R$ 1.800,00;

    3° lugar masculino e feminino – R$ 1.000,00;

    4° lugar masculino e feminino – R$ 100% de desconto na etapa posterior;

    5° lugar masculino e feminino – R$ 70% de desconto na etapa posterior;

    TOTAL: R$ 44.800,00

     
     
    Uma das provas mais desafiadoras do XTERRA é o Endurance (50 km). Em 2018 a modalidade será realizada em uma etapa única, em Tiradentes, Minas Gerais, no XTERRA Estrada Real. A mudança promete resultar no maior índice de disputa da prova, visto que são esperadas inscrições recordes e agora com a merecida premiação em dinheiro para recompensar ainda mais os esforços de nossos guerreiros.
     

    XTERRA Endurance na etapa única (XTERRA Estrada Real, Tiradentes)

    1° lugar masculino e feminino – R$ 2.000,00;

    2° lugar masculino e feminino – R$ 1.000,00;

    3° lugar masculino e feminino – R$ 500,00;

    4° lugar masculino e feminino – troféu;

    5° lugar masculino e feminino – troféu;

    TOTAL: R$ 7.000,00

     

     
    Outras modalidades como o Swim Challenge e a Half Trail Run (21 km) também permanecem com o ranking válido, porém as recompensas serão em troféus exclusivos e descontos proporcionais às respectivas colocações para 2019. Confira abaixo.

    Ranking XTERRA Brazil Tour 2018 – Triathlon amador

    1° lugar masculino e feminino – troféu + 100% de desconto em 2019;

    2° lugar masculino e feminino – troféu + 80% de desconto em 2019;

    3° lugar masculino e feminino – troféu + 60% de desconto em 2019;

    4° lugar masculino e feminino – troféu + 40% de desconto em 2019;

    5° lugar masculino e feminino – troféu + 20% de desconto em 2019; 

     

    Ranking XTERRA Brazil Tour 2018 – MTB Cup faixa etária

    1° lugar masculino e feminino – troféu + 100% de desconto em 2019;

    2° lugar masculino e feminino – troféu + 80% de desconto em 2019;

    3° lugar masculino e feminino – troféu + 60% de desconto em 2019;

    4° lugar masculino e feminino – troféu + 40% de desconto em 2019;

    5° lugar masculino e feminino – troféu + 20% de desconto em 2019; 

     

    Ranking XTERRA Brazil Tour 2018 – Half Trail Run (21km) geral

    1° lugar masculino e feminino – troféu + 100% de desconto em 2019;

    2° lugar masculino e feminino – troféu + 80% de desconto em 2019;

    3° lugar masculino e feminino – troféu + 60% de desconto em 2019;

    4° lugar masculino e feminino – troféu + 40% de desconto em 2019;

    5° lugar masculino e feminino – troféu + 20% de desconto em 2019; 

     

    Ranking XTERRA Brazil Tour 2018 – Swim Challenge 1,5 km geral

    1° lugar masculino e feminino – troféu + 100% de desconto em 2019;

    2° lugar masculino e feminino – troféu + 80% de desconto em 2019;

    3° lugar masculino e feminino – troféu + 60% de desconto em 2019;

    4° lugar masculino e feminino – troféu + 40% de desconto em 2019;

    5° lugar masculino e feminino – troféu + 20% de desconto em 2019;

      

    Ranking XTERRA Brazil Tour 2018 – Swim Challenge 3 km geral

    1° lugar masculino e feminino – troféu + 100% de desconto em 2019;

    2° lugar masculino e feminino – troféu + 80% de desconto em 2019;

    3° lugar masculino e feminino – troféu + 60% de desconto em 2019;

    4° lugar masculino e feminino – troféu + 40% de desconto em 2019;

    5° lugar masculino e feminino – troféu + 20% de desconto em 2019;

    Último vencedor em 2017, Eduardo Lass fala sobre planos futuros

    Em sua primeira participação, paranaense venceu no Triathlon em Paraty desbancando o campeão do ranking Felipe Moletta; Mundial XTERRA e Olimpíadas do Japão são os próximos objetivosEduardo Lass no topo do pódio do XTERRA Paraty 201. Foto: Bruno Meneghitti

    A etapa era Paraty, a modalidade era Triatlhon e a categoria era elite masculina. Para todos os competidores e fãs do XTERRA o favorito para tornar a vencer era o paranaense Felipe Moletta, campeão do ranking nos últimos seis anos e já participando com o novo caneco confirmado antecipadamente. Porém o conterrâneo de Moletta, Eduardo Lass, em sua primeira participação no XTERRA, surpreendeu a todos ao cruzar a linha de chegada antes do favorito. No entanto, uma pessoa já contava com o triunfo, ele mesmo.
    _FM_4331
    “Já tinha uma ideia de como a disputa aconteceria e esperava que fosse sair na frente na natação, como foi, mas que seria ultrapassado rapidamente na bike, pois o MTB de terra é muito diferente do de asfalto, que é o que estou acostumado a praticar. Na terra requer muita técnica e coragem em certos momentos, porque tem certos riscos. O Moletta me ultrapassou na reta final e a decisão ficou na corrida mesmo, onde felizmente consegui ir muito bem e ser melhor que ele. Atingi o objetivo e eu esperava isso sim, pois treino muito”, revelou o curitibano de 26 anos.

    A ambição do triatleta não se restringiu a Paraty. Lass ainda pretende competir no XTERRA em 2018, já se deslumbra com o mundial no Havaí e tem o grande sonho de participar de uma Olimpíada. “Gostei bastante do XTERRA, é uma vibe diferente, parabenizei a todos da organização e voltarei. Já vi o calendário novo e o planejamento é competir em casa (Ilha do Mel, PR), na Praia do Rosa e em Ilhabela para tentar a classificação para o mundial nos EUA, que é algo a ser estudado ainda, mas há grandes chances. O meu maior sonho profissional é representar o Brasil nos Jogos Olímpicos e terei dois anos para estar bem posicionado no ranking da corrida olímpica e conseguir a vaga”, prospecta.
    A fórmula para alcançar os objetivos é a mesma há oito anos, quando se tornou profissional: o treinamento diário. “Treino todo dia com muita força, sem preguiça, mas existem alguns períodos de descanso que me possibilitam folgar em alguns domingos, mas não são muitos”, explica Eduardo Lass, que teve forte apoio familiar para seguir a carreira e hoje vive exclusivamente do esporte e da Força Aérea Brasileira, pela qual é 3° Sargento e está inserido no quadro de atletas de alto rendimento da entidade.

    _FM_4574Eduardo Lass cruzando a linha de chegada em Paraty. Foto: Bruno Meneghitti

    Graças ao patrocínio da Comercializadora de Energia Tradener, Lass recebe todo tipo de suporte necessário para manter o nível de suas performances. Fica a torcida de toda a família XTERRA para que o paranaense consiga realizar seu sonho de competir nas Olimpíadas de Tóquio em 2020, mas que também represente o Brasil no Mundial XTERRA em outubro.

    Irmãs ilhabelenses assumem amor pelo XTERRA

    As irmãs Gyulia e Allyne Pacheco são amantes declaradas do XTERRA. Foto: Bruno Meneghitti

    Gyulia e Allyne Pacheco são irmãs naturais de Ilhabela e, além do sangue e da semelhança física, possuem outra característica em comum: o amor pelo esporte off-road, principalmente pelas provas do XTERRA. É comum encontrar as duas jovens correndo pelas ruas ou trilhas do belíssimo município, embora nenhuma tenha a intenção de seguir carreira profissional um dia.
    Gyulia é a mais nova, tem 25 anos, formada em jornalismo e adora um desafio. A bela já chegou até a subir ao pódio do XTERRA. “Em 2016 eu fiquei em terceiro lugar na minha categoria na Short trail run, tomara que eu consiga de novo nesse ano, mas acho que vai ser mais difícil. De qualquer forma sou apaixonada pelo XTERRA, adoro participar e faço questão de me inscrever todo ano, os percursos são muito desafiadores e te levam ao limite mesmo”, explicou a caçula, que terminou em 18° na colocação geral e foi a sexta melhor em sua categoria.
    Já Allyne, a loira, é mais aberta a novas possibilidades. A fisioterapeuta revela ter cuidados com o corpo e admite gostar de explorar não somente os esportes em terra firme, mas como também o mar. “Sempre fiz as provas de corrida, é bom manter o corpo saudável. Ano passado resolvi experimentar a prova curta de natação e gostei bastante. Dessa vez quis aumentar o nível e encarar os 3km do Swim Challenge. Ano que vem pode ter algo novo, pois é certeza de estarmos sempre inscritas, tanto eu quanto a Gyulia, talvez até com nossa outra irmã também, que dessa vez estava sem treinar e preferiu não se arriscar. Mas é sempre assim, uma chama a outra”, afirmou a sorridente Allyne, com muito bom humor.
    As irmãs Pacheco são “fãs de carteirinha” do XTERRA e participam de todas as edições em Ilhabela desde 2014. Elas são mais dois exemplos de que o maior festival de esportes off-road do mundo vai além de uma competição esportiva. É uma opção de lazer para famílias, casais e pessoas de todas as idades e oferece um momento especial nas cidades em que é realizado.

    Dica Exceed: Muffin low carb de legumes

    Ingredientes:
    – 4 ovos inteiros;
    – 6 colheres de sopa cheias de legumes cozidos sortidos (ex.: cenoura, abobrinha, berinjela, vagem, brócolis e couve-flor);
    – Sal a gosto;
    – Pimenta do reino a gosto;
    – Orágano e manjericão a gosto;
    – Queijo parmesão a gosto.
    Modo de preparo: bata os ovos com um garfo em uma vasilha até que fiquem homogêneos e despeje os legumes misturando tudo. Tempere com o sal, pimenta do reino, orégano e manjericão. Com o auxílio de uma concha preencha as forminhas de cupcake untadas com a massa e por cima coloque uma pitada de queijo parmesão em cada. Leve ao forno pré-aquecido por cerca de 30min em temperatura média.
    Depois é só aproveitar!

    Proudly powered by WordPress | Theme: xterra by Underscores.me.
    MENU