A bela é fera: conheça Ana Luiza Siqueira

Em seu debute no XTERRA, mineira surpreendeu e conquistou o primeiro lugar no MTB Cup Pro em Rota Imperial

Ana Luiza Siqueira foi a campeã do MTB Pro

Ana Luiza Siqueira cruzando a linha de chegada em Rota Imperial. Foto: Bruno Meneguitti

O XTERRA Rota Imperial 2017 foi disputado no final de agosto e contou com mais de 1.500 atletas, incluindo os experientes na competição e os novatos. Uma novata, porém, não sentiu o peso da estreia e surpreendeu o público e outros competidores em dois aspectos, um foi o técnico e outro foi o estético. A bela Ana Luiza Siqueira, de apenas 22 anos, competiu no MTB Cup Pro e completou o trajeto de 54 km em 03h13min01seg, tempo que lhe rendeu o primeiro lugar na modalidade feminina.

A vitória de Ana não foi fácil. A morena, que compete profissionalmente há oito meses apenas, travou uma disputa parelha com a campineira Sabrina Gobbo e com a belo-horizontina Isabella Ribeiro, que já são atletas frequentes nos circuitos do XTERRA e acostumadas às glórias. Para superar ambas, Ana disse que contou com muito preparo e abdicou de vários fatores comuns na vida de uma jovem universitária, mas o incentivo do namorado Felipe Aguiar é tão grande que faz valer a pena.

WhatsApp Image 2017-08-27 at 14.34.32O pódio feminino do MTB Cup Pro do XTERRA Rota Imperial

“Por ser nova e fazer faculdade, tenho uma dificuldade muito grande porque preciso perder noite de sono às vezes. Sair para curtir uma balada é raro e beber não faz mais parte da minha vida. Larguei tudo para poder treinar, e eu me dedico muito mesmo. Com certeza foi o que me fez vencer no XTERRA. Meu namorado me apoia demais e foi o responsável por me colocar nesse mundo das pedaladas inclusive. Treino todos os dias da semana, faço dieta regrada e desde criança pratico esportes como jiu-jitsu, corrida e malhação. Sempre fui muito ativa e quando comecei a pedalar, em janeiro, já tive um bom desempenho, então meu treinador Renato Marinho me aconselhou a entrar em competições”, explica Ana Luiza, que é estudante de odontologia na UNIG (Universidade Iguaçu), em Itaperuna, no Rio de Janeiro.

Apesar da pouca experiência, Ana já possui um currículo admirável e planeja “voos mais altos” em breve. Federada como competidora no Espírito Santo, a jovem se encantou com a organização e o percurso do maior festival de esportes off-road do mundo. “Sou atual vice-campeã brasileira sub-23 de XCO e campeã capixaba de XCO. Amei tudo no XTERRA e quero participar de todas as etapas daqui em diante. Além disso quero ser também campeã estadual de maratonas e garantir o primeiro lugar do ranking geral da FESC (Federação Espírito Santense de Ciclismo) para ano que vem começar a me dedicar 100% às provas nacionais.

Apesar da performance perfeita e do troféu em Rota Imperial, Ana Luiza Siqueira também atraiu olhares, principalmente masculinos, pela beleza. Apesar de não procurar fãs apaixonados, a atleta diz não se importar com os galanteios e preza apenas pelo respeito dos admiradores. “Ah, ouço muita cantada! Nas minhas redes sociais então, nossa senhora! Eu lido bem com isso, sou simpática, trato bem, mas tem que haver um limite. É algo normal na vida de uma mulher, em todas as áreas, mas meu foco mesmo é pedalar”, assume a mineira natural de Espera Feliz.

Ana Luiza Siqueira 3

                                              Ana Luiza Siqueira

Ana Luiza Siqueira tentará manter o título no MTB durante o XTERRA Estrada Real, que acontece em 30 de setembro e 1° de outubro, na cidade de Tiradentes, em Minas Gerais.