Cynthia Totti, a coringa dos esportes off-road

Cynthia TottiCynthia Totti é figura marcante nas edições do XTERRA

A preocupação com a saúde e com o corpo já vem de longa data. Aos 15 anos, Cynthia Totti ingeriu sua última dose de refrigerante e seu último pedaço de carne na vida. De lá para cá, ela resolveu que teria uma rotina alimentar exemplar, para permanecer disposta e tendo boas performances nos esportes praticados durante os campeonatos de colégio, como o atletismo, o basquete e o voleibol, por exemplo. Com isso, a escolha da profissão passou a ser óbvia. Formada em nutrição pelo Centro Universitário de Itajubá (FEPI), em Minas Gerais, em 2005, com mestrado na Unicamp (SP), Cynthia estará presente em mais uma edição do XTERRA, dessa vez em Costa Verde, nos dias 12 e 13 de agosto, competindo na modalidade Endurance (48 km).
Totti pode ser considerada uma coringa dos esportes off-road, pois a atleta de 41 anos de idade pratica diversas modalidades e tem o mesmo prazer por todas, segundo a própria, que não abre mão de estar presente no maior número possível de edições do festival. “Essa será minha sexta vez no XTERRA e já participei do Duathlon, Triathlon e do Stand Up Paddle, agora vou para os 50 km com a mesma alegria e mesmo sentimento. Eu me divirto bastante porque curto mesmo é estar em contato com a natureza, seja na água, pedalando ou correndo. Essa é minha grande fissura, meu grande interesse pelo XTERRA, que oferece lugares lindos, desafios diferentes, provas com surpresas e novidades”, revela Cynthia.
Embora atuante no esporte desde criança, a nutricionista só ingressou no mundo off-road em 2014, quando começou a namorar seu maior incentivador, Alexandre Pimentel. Até então gostava apenas de trotar por sua cidade mineira natal, Varginha. “Comecei no triathlon por causa do meu namorado e isso me resgatou a vontade de querer nadar forte mesmo. Até então eu só corria pela cidade, que é bem montanhosa. No final de 2015 me empolguei e comprei a prancha de stand up, comecei a treinar, mas não parava de competir no duatlhon, modalidade em que tive a glória de subir ao pódio no revezamento com o Alexandre, em Ibitipoca, em 2016”, diz.

Cynthia Totti e Alexandre PimentelO casal Cynthia e Alexandre, amantes do Triathlon

Segredos para alta performance

Cynthia Totti não tem bons rendimentos à toa, apesar de ser ainda amadora. A mineira conta o segredo de sua força: “Amo a nutrição, me especializei em ortomolecular e já estou atuando há onze anos na área. O preparo para provas longas, como a Endurance, é importante demais e requer cuidado principalmente com a parte pré. Eu sou ovolactovegetariana, então não consumo carnes e tenho a preocupação em suprir essa proteína com elementos como cogumelos, folhas verdes escuras, castanhas e outras oleaginosas, com muita hidratação para ter uma demanda energética e proteica mantendo meu corpo saudável por completo, prevenindo lesões e com o nível de resistência e força para poder superar desafios desse porte”, confessa.

Cynthia no tecido acrobático

 
Além do corte às carnes e da hidratação apropriada, Cynthia é adepta da medicina oriental e iniciante no tecido acrobático, que a ajuda a ter um preparo semelhante ao de profissionais. “Trabalho muito com a fitoterapia (estudo das plantas medicinais e suas aplicações na cura das doenças) e utilizo bastante as ervas. É uma cultura diferente da nossa e que me ajuda e me deixa preparada ao máximo. Vejo que não tenho desempenhos como os de atletas profissionais, mas fico bem próxima. Se não fosse nutricionista, eu me dedicaria 100 % ao esporte”, admite.