5° edição do XTERRA em 2017 premia atletas consagrados em Ouro Preto

XTERRA Ouro Preto 2Antônio Gonçalves foi o primeiro na Half Trail Run a cruzar a linha de chegada

No último final de semana (22 e 23) o XTERRA, maior festival de esportes off road do mundo, esteve em Ouro Preto para a disputa de sua quinta edição em 2017. Famoso por suas provas radicais, que provocam alto grau de endorfina, o evento contou com vitórias de atletas já conhecidos na cena esportiva e acostumados à primeira colocação. Destaques para Antônio Gonçalves da Silva, que pela sexta vez, foi o grande campeão da categoria mais popular, a Half Trail Run (25,8 km), enquanto a paulista Sabrina Gobbo tornou a vencer a disputa MTB Cup Pro (46 km). Todos os resultados finais podem ser conferidos no link https://goo.gl/xnH9sx.
Centenas de competidores estiveram presentes e puderam viver a experiência única de uma etapa XTERRA, presenciando as belezas naturais e a admirável arquitetura colonial da cidade mineira. Para Sabrina Gobbo, a prova foi de seu gosto peculiar. “A etapa foi bem bacana, no estilo que eu gosto, com bastante subida e dificuldade. Os dois singles tracks que tiveram no percurso valeram para a diversão do meu dia, relatou a atleta de 40 anos, que terminou quinze minutos à frente da segunda colocada.
O campeão da Half Trail Run, que consiste em correr uma distância de 25,8 km, foi o favorito Antônio Gonçalves, de 27 anos. O mineiro, natural da cidade de Piau, conquistou sua sexta vitória seguida nas etapas XTERRA e, revelou ter tido um gosto especial nesta última, já que não esperava o triunfo. “Tive um estiramento na coxa direita há quinze dias e achei que não iria conseguir dar o meu melhor, então não esperava ficar em primeiro. Essa conquista merece ser comemorada em dobro”, confessou.
Antônio tem uma fazenda própria e cria dezenas de animais ao lado de sua mãe e namorada e garante que não se considera imbatível e ainda revela seu segredo. “Sempre me cuido bastante para fazer boas provas e acho que isso reflete no meu desempenho, mas eu gosto de ficar leve, então corro sem camisa e não levo água. Eu me hidrato bastante até a hora da disputa, engordo 4 kg propositalmente também, pois é o peso que perco em média durante uma prova”, contou.
O XTERRA voltou para Ouro Preto após dois anos e realizou a terceira edição na cidade histórica. A próxima edição do festival, que é apresentado pelo SESI, será realizada em 12 e 13 de agosto, na região de Costa Verde, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro. As inscrições estão abertas e podem ser feitas através do link https://goo.gl/zNknLR.