Atleta local, Geisla dos Santos, Geisla dos Santos será um dos destaques etapa Brazil, em Ilhabela (SP)

 
17_XTERRA_Vale-do-AÇO_percurso_sabado_21k (133)Intimamente ligados por uma parceria que dura mais de dez anos, Ilhabela (SP) e XTERRA Brazil têm, nos próximos dias 13 e 14 de maio, mais um compromisso imperdível. Principal edição do XTERRA Brazil Tour 2017, a etapa Brazil chega ao litoral paulista para proporcionar emoção, adrenalina e, de quebra, classificação para o XTERRA World Championship e XTERRA Trail Ruin World Championship – ambos disputados no Havaí, em outubro e dezembro, respectivamente. O evento contará com oito modalidades distintas, além da corrida kids, com percurso preparado especialmente para crianças da região.
Entre outros destaques que estarão no festival, Geisla dos Santos aparece como uma das principais apostas do XTERRA Half Trail Run. Moradora de Ilhabela (SP), ela é atual campeã do ranking da modalidade e busca repetir as boas performances apresentadas no último ano.
“Competir em casa é sempre um desafio a mais. Para muitos atletas, chega a ser uma pressão, mas para mim não interfere em nada no meu treinamento e no meu foco. Isso só se torna um desafio pessoal. Meu pensamento é só em fazer um ótimo prova, a classificação para a prova no Havaí será consequência disso. Um dia de cada vez…”, explicou.
Há vários anos figurando como uma das principais atletas do XTERRA Brazil Tour, Geisla dos Santos relembra sua trajetória cheia de superação dentro do evento. Segundo ela, o segredo do seu sucesso vem da persistência e do foco nos treinamentos.
“Minha trajetória no XTERRA Brazil Tour começou no ano de 2009, em Tiradentes (MG). Fui a quarta colocada, na época, e fiquei muito feliz. Faziam apenas quatro meses que havia começado a correr. Ah, eu me sinto muito feliz em não ter desistido lá atrás, apesar das dificuldades que tenho no dia a dia para seguir no esporte. Me sinto vitoriosa por estar onde estou. Sei que isso tudo é graças aos treinos, que sigo à risca, e minha determinação. Sem isso, seria ainda mais complicado”, recordou.