No Chile, brasileiros vão bem e seguem com destaque dentro do XTERRA Pan American Tour

16_XTERRA_BRAZIL_duathlon_sabado_transição (33)
A tão aguardada largada da temporada 2017 do XTERRA Brazil foi dada no mês de março. O XTERRA Camp Ibitipoca, disputado em Minas Gerais, já deu mostras de qual será a tônica para o restante do ano. Neste fim de semana, 8 e 9 de abril, o evento aterrissa em Ipatinga (MG) para o XTERRA Vale do Aço. Enquanto muitos estão suando suas camisas para chegarem aptos às etapas do circuito nacional, alguns atletas de elite já estão na ponta dos cascos representando nosso país em competições internacionais.
Na edição Chile do XTERRA Pan American, disputada no domingo (1/4), os destaques ficaram para Felipe Moletta, Sabrina Gobbo e Laura Mira. Os brasileiros conseguiram ótimas performances e lugares destacados na colocação final. Moletta chegou em terceiro entre os homens, já Sabrina e Laura ficaram com a quinta e a sexta colocações, respectivamente, entre as mulheres.
Uma das mais importantes triatletas brasileiras no XTERRA Pan American Tour, Laura Mira se diz satisfeita com o momento vivido. Acostumada a lidar com as condições favoráveis e desfavoráveis da natureza, ela faz no próximo domingo (9) sua terceira prova internacional em sequência, quando entra em ação para mostrar seu talento na Costa Rica.
“Foi uma ótima experiência. São provas de nível altíssimo. O grau de competição é extremamente alto e é sempre bom estar me testando nesses eventos.  Acho que fiz duas boas provas e isso motiva bastante para o resto do ano. Foram edições bastante duras e muito técnicas. Deu para observar como será o restante do ano. Estou muito satisfeita com os meus resultados. Agora vou para a Costa Rica tentar melhorar ainda mais os meus tempos”, disse.
Dividindo-se entre as competições internacionais e o XTERRA Brazil Tour, Laura Mira já tem data para estrear no maior festival de esporte off-road do planeta: “Esse ano vou mesclar muito as provas do XTERRA Brazil com o circuito do XTERRA Pan American Tour. Estudei bastante as questões de logística e me organizei para estar sempre bem nas provas que participar. Vou fazer minha estreia no circuito brasileiro durante o XTERRA Camp Bahia. Estou treinando muito e estou muito empolgada por tudo que tem por vir ao longo desta temporada”, fechou.