Pela primeira vez no XTERRA Camp Ibitipoca, Daniel Grossi se supera e conquista título do XTERRA MTB Cup Pro

17_XTERRA_Ibitipoca_ThiagoLemos_ (1)
Marca registrada em Minas Gerais, o mountain bike também teve muito destaque durante o XTERRA Camp Ibitipoca, edição de estreia do XTERRA Brazil Tour 2017 disputada no último fim de semana. Cercado de muita expectativa, a prova do XTERRA MTB Cup Pro teve a presença de centenas de atletas. Entre os homens, o maior destaque ficou para Daniel Grossi que ficou à frente do experiente Edivando Cruz, na categoria Elite XTERRA, e conquistou seu primeiro troféu no ano.
Mineiro de Juiz de Fora, Daniel nunca havia disputado uma prova em Conceição do Ibitipoca (MG). Com espaço na agenda, conseguiu realizar um sonho antigo e, de quebra, levou para casa o título do XTERRA Camp Ibitipoca.
“Foi uma sensação muito boa. Fiquei feliz com a vitória em Ibitipoca, pois treino naquela região desde de novo. Por ser próxima de Juiz de Fora (MG), minha terra natal, sempre quis competir por lá. Nunca conseguia encaixar no calendário, mas dessa vez consegui. Foi minha primeira corrida na serra, já com vitória. Estou muito feliz. A principal dificuldade foi a chuva que caiu no dia que antecedeu a prova, deixou o terreno muito pesado e as subidas ficaram mais difíceis”, relatou.
Focado em fazer um bom ano de 2017 no XTERRA MTB Cup Pro Elite, ele promete chegar forte na disputa pelo troféu do ranking anual. Além disso, ele garante estar atento para que haja falhar em seu processo preparatório.
“A preparação sempre varia, geralmente entre as fases pesadas de competição e as mais tranquilas. Nas semanas de sobrecarga, eu chego a treinar duas vezes por dia. Pretendo disputar o ranking da minha modalidade no XTERRA Brazil Tour 2017. Vou buscar fazer meu melhor a cada etapa e lutar para ganhar um espaço entre os três primeiros ao final da temporada”.
Acostumado a disputar competições de mountain bike desde muito cedo, Daniel Grossi diz que se apaixonou pela modalidade à primeira vista. “Minha primeira competição foi aos 12 anos de idade. A partir daí, não parei mais”, relembrou.