Completar treinos de corrida com bike ou natação pode ajudar a evitar lesões

16_XTERRA_Ilhabela_Triathlon (14)
Por Gustavo Luz:
Quando você passa a treinar corrida de uma forma mais consciente e elaborada, percebe que a regularidade é uma das variáveis mais importantes para ficar bom neste esporte. E, para isso, você vai precisar ficar longe de lesões e evitar a todo custo treinar demais. Talvez o excesso de treinos seja a maior causa de lesões nos corredores. O seu corpo vai absorvendo esse excesso e uma hora a conta chega. Cada um tem seu ponto fraco: um começa a sentir dor no joelho, o outro fica com dor de garganta, e por aí vai.
Se você é uma pessoa normal, que treina e trabalha, é possível que consiga os seus melhores resultados treinando corrida três ou quatro vezes por semana. Se faz mais do que isso, experimente trocar o seu treino mais leve por um de bike (pode ser na academia, em casa, aula de spinning, não importa) ou de natação. O mais importante é que você faça esse treino de forma confortável. O objetivo aqui é continuar queimando calorias, não ficar o dia sem treinar e poupar os músculos e articulações do impacto da corrida.
O mais importante é ter o bom senso e descobrir o quanto dessas atividades alternativas vai fazer bem para você. Se não está acostumado com nenhuma delas, comece aos poucos. Geralmente treinos de 20 ou 30 minutos, sem preocupação com velocidade ou distância, fazem bem para essas modalidades. Agora se você já nada e/ou pedala, cuidado para não gastar a energia de boas corridas aqui. Se começar a colocar intensidade demais nos outros treinos, o que veio para ajudar você a descansar da corrida, se torna mais uma atividade que exigirá descanso.
Fonte: Eu Atleta (http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/)