De equipe nova, Diogo Malagon diz ter segredo para o sucesso no XTERRA Brazil Tour 2017

2016_xterra_Paraty_Triathlon_Sabado (23)
Poucos atletas conhecem tão bem o circuito do XTERRA Brazil quanto Diogo Malagon. Professor de Educação Física, o paulista tem dez anos de experiência em provas do maior festival de esportes outdoor do planeta. Atleta de elite e vice-campeão do ranking anual do XTERRA Triathlon em 2016, Malagon está de equipe nova e promete muito empenho para conseguir mais uma temporada bem-sucedida.
Confiante para alcançar as primeiras colocações no XTERRA Brazil Tour 2017, Diogo Malagon sabe que não vai ter moleza nas provas do XTERRA Triathlon, mas garante ter a fórmula para se dar bem. Dentre outros assuntos, o atleta falou sobre o calendário do evento para 2017, preparação, disputa com Felipe Moletta e dicas para novos competidores.
Confira a entrevista abaixo:
 XTERRA Brazil: Quais são as suas expectativas para XTERRA Brazil Tour 2017?
Diogo Malagon: Minhas expectativas são as melhores possíveis. Venho contanto com o total apoio da minha nova equipe, Specialized Racing BR/ Honey Stinger, para ter planos ainda mais audaciosos. Além disso, a entrada de novos atletas de elite me motiva ainda mais. Esse ano vai pegar fogo.
XB: Foram adicionadas algumas etapas no cronograma oficial desta temporada. Você planeja correr em todas as edições?
DM: Infelizmente não poderei estar presente em todas as etapas. Mas acho muito importante expandir o campeonato para outros lugares. Isso tornará nosso esporte cada vez mais conhecido, o que a longo prazo é benéfico para todos os participantes do circuito.
XB: Ano passado, como de costume, você brigou lado a lado com o Felipe Moletta pelo título da temporada. O que espera fazer de novo para conquistar o título e 2017?
DM: O circuito está aberto e muitos atletas terão a oportunidade de brigar pelas primeiras colocações. Tenho uma equipe com outros seis atletas talentosos torcendo e gritando por mim. Se tenho algo novo? Uma arma secreta? A resposta está aí.
XB: Que dica você daria para quem está entrando no circuito neste ano?
DM:Acho de extrema importância que os iniciantes procurem um profissional de educação física para orientá-los da melhor maneira. Estude e entenda como funciona uma prova de Cross Triathlon. O mais importante é se divertir!
XB: Olhando o calendário, qual etapa lhe chama mais a atenção e por qual motivo?
DM: Ilhabela (SP), com toda certeza. O lugar é fantástico. Quando se pensa em XTERRA Brazil, essa é sempre a etapa que nos vem à mente. Seja porque foi lá o início do XTERRA no Brasil, ou porque é a etapa brasileira do circuito mundial. Tenho ótimas recordações. Foi em Ilhabela que iniciei minhas atividades no circuito, em 2006.