Referência do XTERRA Endurance, Vera Saporito fala da temporada 2017 e dá conselhos para os novatos

16_XTERRA_BRASIL_60 Km_SABADO (89)
Você já se imaginou correndo 60km? De início essa pergunta assusta, mas com anos de experiência e muita força de vontade é possível, sim, desempenhar um bom papel em provas deste tipo. Quem explica isso é Vera Saporito, atleta de elite e campeã do XTERRA Endurance 2016. Ainda colhendo os frutos do sucesso da temporada passada, a paulista pesquisa e faz projeções para o ano de 2017. Preocupado com o fomento da modalidade, a competidora passa valiosos conselhos para os que, por ventura, irão estrear este ano no XTERRA Endurance.
Campeã do ranking em 2016, Saporito deseja repetir a dose neste ano. Apaixonada pela natureza, ela elogiou o novo calendário do XTERRA Brazil 2017. Segundo ela, serão várias opções à disposição para quem curte corridas nesta distância
“Meu desempenho no ano passado foi muito satisfatório. Consegui ganhar algumas etapas e, de quebra, levei o título do ranking anual. Espero repetir esses feitos ao longo desta temporada. Gostei muito do calendário 2017 do XTERRA Brazil. Teremos mais etapas e diversas opções para quem gosta de competir e se divertir ao ar livre. É só fazer um planejamento e se preparar para a aventura”, disse.
Dona de diversos títulos em sua carreira como esportista, Vera revelou alguns dos seus segredos para obter sucesso. “O segredo é ser constante e ter planejamento. Eu sempre estudo o circuito e procuro chegar bem preparada na competição. É importante saber tudo o que a prova tem a oferecer”.
Aos “marinheiros de primeira viagem”, Vera Saporito alerta que é fundamental que o competidor tenha treinado o suficiente para obter algum êxito. Ela também frisou alguns pontos que costumam passar despercebidos e podem ter influência direta no resultado final dos atletas.
“É necessário aprender a ser autossuficiente. Além disso, a pessoa tem que ter a exata noção de que está pronta para encarar este desafio. É uma modalidade que requer tempo de treino e alguma experiência. Meu conselho é para que as pessoas treinem bem e leiam o regulamento, como forma de ficarem cientes do que vão ter pela frente e possam concluir com sucesso a prova”, concluiu.