39.0481, -77.4728
  • 9 e 10 de Fevereiro

    Costa Verde 2019

    Mangaratiba - RJ

    -22.949793, -44.074256 Inscreva-se Saiba Mais
  • 08 e 09 de Junho

    Praia do Forte 2019

    Mata do São João – BA

    -12.574687, -38.004731 Inscreva-se Saiba Mais
  • 13 e 14 de Julho

    Agulhas Negras 2019

    Resende – RJ

    Inscreva-se Saiba Mais
  • 28 e 29 de setembro

    Estrada Real 2019

    Tiradentes – MG

    -21.110108, -44.173202 Inscreva-se Saiba Mais
  • 10 e 11 de novembro

    Camp Ilha do Mel

    Ilha do Mel – PR

    -25.517005, -48.334969 Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • 01 e 02 de dezembro

    PARATY

    Paraty - RJ

    -23.212859, -44.711337 Inscreva-se Resultados Saiba Mais
  • x
  • Descontos
  • Cadastro feito com sucesso!

    OK
    x

    Cadastre-se e fique
    por dentro do mundo XTERRA!

    Quais as suas modalidades de interesse?

    x

    Fale conosco!

    Sua mensagem foi enviada com sucesso!

    Dica EXCEED: Entenda como índice glicêmico dos alimentos pode te ajudar a emagrecer

    Basicamente, índice glicêmico representa a velocidade que o carboidrato depois de digerido entra na corrente sanguínea. Os carboidratos de alto índice glicêmico entram rápido e os de baixo entram devagar.
    Quanto mais rápida a entrada, mais a glicose no sangue (glicemia) sobe, e com isso o pâncreas é estimulado a produzir e liberar mais insulina no sangue para controlar os níveis de açúcar, que será direcionado ou para as células, para ser gasta na forma de energia, ou para o fígado para ser armazenada na forma de gordura.
    Por isso o índice glicêmico pode ter muito a ver com emagrecer de forma mais rápida. Quanto ingerimos algo com alto índice glicêmico, o açúcar fica alto, se não temos como gastar ele se acumula como gordura. Já os de baixo índice glicêmico, proporciona maior tempo para serem gastos na forma de energia, evitando o acúmulo.
    Para o atleta o índice glicêmico pode ajudar na performance se usado de forma correta. Antes da atividade física o corpo precisa de um fornecimento de carboidratos que garantam equílibrio e continuidade, então nesse caso os alimentos de baixo  ou médio índice glicêmico são mais indicados, evitando picos que só irão oferecer energia nos primeiros momentos do exercício, podendo gerar queda do desempenho. Durante a atividade física, quando o carboidrato ingerido antes já foi consumido, a ingestão de uma dose extra que ofereça energia suficiente para o término do treino, cerca de 30g/h  , é indicada. Após a atividade física, os estoques de glicose nos músculos e fígado ficam esgotados, necessitando de uma reposição rápida, sendo aí indicados aqueles alimentos com alto índice glicêmico.
    O valor de índice glicêmico de cada alimento pode variar muito, principalmente se ele estiver acompanhado de outro alimento. Basicamente o que altera esse valor é a característica do carboidrato (se é simples ou complexo), se contém fibras, proteínas ou gorduras acompanhadas. Um exemplo está na tapioca, que sozinha tem médio índice glicêmico, se estiver acompanhada de geléia (alto teor de carboidrato simples) sobe para o nível de alto índice glicêmico ou se estiver acompanhada de ovos (proteínas e gorduras) desce para o nível de baixo índice glicêmico. Então na prática há muitas variações, que precisam ser medidas e calculadas com ajuda de um nutricionista para proporcionar o melhor aproveitamento dessa característica dos carboidratos.
    Isabela Pinheiro é nutricionista da Advanced Nutrition. Graduada em Nutrição pela Universidade Federal do Fluminense (UFF), Pós Graduada em Nutrição Funcional pelo Instituto Valéria Paschoal de Ensino (VP Consultoria).

    XTERRA Mineração Ouro Preto: fique atento às mudanças nos percursos

    Devido a uma solicitação da Prefeitura de Ouro Preto a arena do XTERRA Mineração será no Estacionamento da Igreja de São Francisco de Paula. Todas as largadas e chegadas serão no local. Fique atento a todos os informes do evento.
    Com esta mudança, foram necessários alguns ajustes nas distâncias dos percursos:
    XTERRA DUATHLON
    RUN 1 = 3,51 km
    MTB = 35,7 km
    RUN 2 = 7,8 km
     
    XTERRA MTB CUP XCP
    MTB SPORT = 30.6 km
    MTB PRO = 45.6 km
    XTERRA TRAIL RUN 24K= percurso total com 24.4 km
    XTERRA NIGHT RUN 7K = percurso total com 7,8 km
    Mapas do Duathlon:
    DUATHLON-RUN (1)
    DUATHLON-BIKE (1)
    DUATHLON-RUN-2 (1)
    Mapa Trail Run 24K
    TRAIL-26K
    Mapa Night Run 7K
    NIGHT-RUN-7K (1)
    Mapa MTB CUP XCP
    Pro
    MTB-PRO (1)
     
    Sport
    MTB-ESPORTE (1)
     
     

    Roberta Stopa dá dicas para você melhorar seu desempenho nas provas do XTERRA MTB CUP

    A nossa embaixadora Roberta Stopa, atleta de ponta do Mountain Bike nacional, dá dicas para você conseguir melhorar seu desempenho nas provas do XTERRA MTB CUP
    PASSANDO MARCHAS
    As marchas surgiram para facilitar e não para complicar!
    O sistema de transmissão é o que mais sofre desgaste na bicicleta. Além de mantê-lo limpo e lubrificado para diminuir o desgaste, é preciso estar atento para a mudança de marchas. Para trocar de marcha, independente de qual, é preciso estar pedalando.
    Não mude de marcha se você estiver fazendo muita força no pedivela. O exemplo mais clássico é quando o ciclista entra em uma subida inclinada e não se antecipa para diminuir corretamente as marchas. A dica é que quando faça mudança nesta situações, tente aliviar por um momento a força feita nos pedais até que a mudança seja efetivada.
    Não “Cruze” A Corrente
     
    marchas
     
    PNEUS
    Não existe pneu perfeito – Não existe pneu que seja ótimo em qualquer situação. O que você ganha de tração, necessariamente perde em velocidade. Trata-se de um balanço delicado, onde quem determina qual característica deverá ter prioridade sobre a outra é o ciclista.
    Pneus mais “cravudos” possuem maior tração, enquanto que uma superfície mais suave favorece nas acelerações. O espaço entre os cravos do pneu afeta o escoamento de lama e detritos, o que deve ser levado em consideração ao se pedalar em terrenos úmidos ou em situação de chuva.
    Libra dos pneus – Pneus macios são ótimos para tração em trechos técnicos e em curvas, além de serem mais confortáveis. Por outro lado, perdem em durabilidade. Pneus com compostos mais macios (libras mais baixas) possuem maior tração, mas por outro lado são mais sensíveis a furos. Pneus do tipo Dual-Compound utilizam borracha mais macia nas laterais da superfície de rolagem e mais dura ao centro. Isto garante uma boa tração nas curvas, boa aceleração e poder de frenagem, além de uma maior durabilidade.
    Prioridade

    1. Óculos de proteção: importantes nas condições de meio ambiente que temos hoje. O olho é um órgão delicado e a visão não tem preço. Não compre óculos de má qualidade ou falsificado;

    1. Capacete: deve ter múltiplos ajustes, proteção de nuca acolchoada e ser bem ventilado. Viseira é interessante.

    3.Luva:  feitas de tecido que respira, almofadada e em couro na palma da mão.

    1. tênis ou sapatilhas: de sola que não escorregue no pedal. Mantenha os cadarços presos, evite que eles enrosquem no pé de vela e coroa. Evite solados de cravos altos que tiram a posição correta de apoio do pé no pedal.

    Bons treinos e corridas!

    Guilherme Ecar fez seu primeiro triathlon no XTERRA em Paraty. E conta: é uma experiência para guardar para toda vida, o aprendizado é fantástico

    Guilherme Ecar Lacerda, 25 anos, mora em Rio das Ostras (RJ) e fez seu primeiro XTERRA em Paraty, onde cruzou a linha de chegada extremamente feliz pois não pensava que ia conseguir se sair bem no primeiro triathlon da sua vida.
    1- De onde veio a vontade de fazer o XTERRA?
    Sempre tive o sonho de fazer um triatlhon e vi no XTerra uma oportunidade de botar em prática. O XTERRA é uma prova muito disputada pelos corredores e após a grande massa que participou da Night Run de 21K de Mangaratiba tive a oportunidade de saber através de amigos que fizeram a prova que era uma experiência muito legal.
    2- Como foi a preparação para o XTERRA? Quanto tempo? Você já fazia triathlon de rua?
    Tive o acompanhamento de profissionais para fazer o reforço muscular e tentei simular a prova antes de participar, mas nunca tinha feito um triatlon.
     3- O que achou da prova de Paraty? Conte um pouco sobre essa sua primeira experiência no off-road. O que mais gostou, o que achou mais complicado? Pensou algum momento em desistir?
    Nunca tinha passado por nada parecido, a experiência foi INCRÍVEL. Cada descida da trilha de bike era de tirar o fôlego, passagens muito bem sinalizadas, vários pontos de hidratação e subidas intermináveis. A parte mais complicada foi a corrida, me senti correndo em câmera lenta, tentava aumentar o ritmo mas era impossível, já estava muito desgastado por causa das subidas extremas no trecho da bike. A chegada foi arrebatadora, quando sentei desabei em lágrimas, passou um filme de todas as dificuldades que passei para estar ali realizando aquele sonho e valeu a pena!
    4- O que você diria para quem nunca fez um XTERRA?
    Diria que é uma experiência para guardar para toda vida, o aprendizado é fantástico e a organização nota 10.
    5- Qual o próximo objetivo no XTERRA?
    Faltaram 15 minutos para eu ficar entre os melhore, agora é obrigação subir no pódium do XTERRA.

    Virada de lote das inscrições do XTERRA Mineração Ouro Preto acontece dia 22 de maio

    Não perca tempo e garanta sua inscrição nesse desafio que une história, cultura e muita adrenalina. Percurso das provas passam por cachoeiras, cânions e vegetação rasteira. Trecho no topo da Serra do Espinhaço com vista exclusiva das cidades de Mariana e Ouro Preto. garanta sua inscrição com preço promocional antes da virada de lote.

    CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE

    O SESI FIEMG XTERRA Mineração terá como cenário a Serra do Espinhaço e as ladeiras e igrejas históricas de Ouro Preto.
    O percurso unirá as belas paisagens naturais da Serra do Espinhaço com a arquitetura barroca dos edifícios coloniais da cidade mineira, nos dias 13 e 14 de junho.
    Corrida e mountain bike em subidas e descidas de tirar o fôlego dos atletas e do público. O XTERRA Duathlon, com distâncias de 3,2km trail run + 32,8km MTB + 7,3km trail run, será realizado no sábado (13), em Ouro Preto (MG).
    Partes do percurso chegam a uma altitude de até 1.700 metros e mesclaram as ladeiras da cidade com trechos na serra, oferecendo aos atletas contato com a natureza e um bela visão geral da cidade histórica.
    Além da prova de duathlon off-road, o XTERRA Mineração terá no domingo, dia 14 de junho, o MTB CUP XCP, nas categorias Pro 44,7km e Sport 32,8km com chancela e pontos válidos pelo ranking da Federação Mineira de Ciclismo e Confederação Brasileira de Ciclismo.
    As tradicionais provas de corrida de montanha não poderiam ficar de fora e os atletas vão poder escolher entre a Trail Run de 23km ou a Night Run de 7km pelas trilhas deslumbrantes da Serra do Espinhaço. No sábado também é a vez dos pequenos atletas mostrarem toda a garra no XTERRA Kids Mini Corrida.
     

    Dica EXCEED: A escolha dos alimentos pode ajudar a aumentar o metabolismo e a perda de peso.

    Termogênese significa gerar calor, processo que geralmente ocorre no nosso organismo quando praticamos alguma atividade física. Esse trabalho, que modifica a velocidade do metabolismo e gera calor é responsável pelo aumento do consumo de energia, ou seja, o gasto de calorias pelo nosso corpo.
    Além da atividade física, existem outras maneiras do organismo gerar mais energia, como exposição ao frio ou ao calor, consumo de água ou consumo de alimentos que possuem substâncias com capacidade de aumentar o metabolismo.
    Os alimentos com essa propriedade possuem substâncias que são capazes de aumentar o metabolismo, gerando maior gasto de calorias e ocasionando na perda de peso além de também trazerem outros benefícios à saúde, como a melhora da circulação do sangue, prevenção do câncer, estímulo da digestão entre outros.
    Para quem busca emagrecimento é interessante incluir esse tipo de alimento durante o dia, para isso, seguem algumas opções:

    • Café, mate e guaraná – possuem a cafeína, velha conhecida em ativar o metabolismo.
    • Chá verde – além da cafeína, possui as catequinas que impede o ganho de gordura corporal.
    • Gengibre – ajuda na queima de gordura, possui o gingerol, que é antiinflamatório e auxilia na disgestão.
    • Canela – Tem a capacidade de melhorar o aproveitamento do açúcar pelas células, aumentando sua queima e reduzindo vontade de comer doces.
    • Pimenta – Possui a capsaicina, substância que dá o ardor, aquece o corpo e aumenta o gasto energético.
    • Abacate – Rico me ômega 9, que auxilia na queima de gordura, principalmente a abdominal.

    Já quem não gosta de nenhum alimento listado ou quer uma ajuda extra, pode usar essas substâncias de forma isolada por meio de suplementos alimentares como a cafeína e o TCM encontrados no EnergyBooster Control Release da Exceed  ou o Nutrisport Thermodrol 2.
    Isabela Pinheiro é nutricionista da Advanced Nutrition. Graduada em Nutrição pela Universidade Federal do Fluminense (UFF), Pós Graduada em Nutrição Funcional pelo Instituto Valéria Paschoal de Ensino (VP Consultoria).

    XTERRA MTB CUP XCP em Ouro Preto é válida pelo ranking da CBC e FMC

    O SESI FIEMG XTERRA Mineração terá como cenário a Serra do Espinhaço e as ladeiras e igrejas históricas da cidade de Ouro Preto (MG).
    O percurso do MTB CUP  XCP unirá as belas paisagens naturais da Serra do Espinhaço com a arquitetura barroca dos edifícios coloniais da cidade mineira, nos dias 13 e 14 de junho. Com largada na frente da Igreja São Francisco de Paula.
    Além da competição de mountain bike o XTERRA terá ainda corrida em subidas e descidas de tirar o fôlego dos atletas e do público. O XTERRA Duathlon, com distâncias de 3,2km trail run + 32,8km MTB + 7,3km trail run, será realizado no sábado (13), em Ouro Preto (MG).
    Partes do percurso chegam a uma altitude de até 1.700 metros e mesclaram as ladeiras da cidade com trechos na serra, oferecendo aos atletas contato com a natureza e um bela visão geral da cidade histórica.
    Além da prova de duathlon off-road, o XTERRA Mineração terá no domingo, dia 14 de junho, o MTB CUP XCP, nas categorias Pro 44,7km e Sport 32,8km com chancela e pontos válidos pelo ranking da Federação Mineira de Ciclismo e Confederação Brasileira de Ciclismo.
    As tradicionais provas de corrida de montanha não poderiam ficar de fora e os atletas vão poder escolher entre a Trail Run de 23km ou a Night Run de 7km pelas trilhas deslumbrantes da Serra do Espinhaço. No sábado também é a vez dos pequenos atletas mostrarem toda a garra no XTERRA Kids Mini Corrida.

    Confira os vídeos do XTERRA MTB CUP de Ilhabela. Chegadas emocionantes

    Roberta Stopa, embaixadora XTERRA , foi a grande vitoriosa do MTB CUP deste domingo, com 2h47min08seg. Em segundo lugar…
    Posted by Xterra Brazil on Domingo, 10 de maio de 2015

    Guilherme Saad Alves superou o percurso extremamente difícil do MTB CUP e venceu a competição de 40,3km em…
    Posted by Xterra Brazil on Domingo, 10 de maio de 2015

    Local de Ilhabela, Edivando Souza Cruz foi o segundo lugar no MTB CUP do XTERRA. O embaixador XTERRA conhece bem as…
    Posted by Xterra Brazil on Domingo, 10 de maio de 2015

    Vídeo da largada emocionante da Night Run 21k e 7k do XTERRA Brazil em Ilhabela

    A comemoração dos 10 anos do XTERRA no Brasil continuou com muita emoção com os guerreiros da Night Run de 21k e 7k, em…
    Posted by Xterra Brazil on Sábado, 9 de maio de 2015

    MENU